Utilidades

Calculadora de salário líquido 2018

Calcule o seu salário líquido para 2018, tendo em conta as retenções de IRS, Segurança Social e pagamento em duodécimos dos subsídios.

Utilidades

Calculadora de salário líquido 2018

Calcule o seu salário líquido para 2018, tendo em conta as retenções de IRS, Segurança Social e pagamento em duodécimos dos subsídios.

Atualizámos esta ferramenta. Utilize a Calculadora de Salário líquido 2019 e calcule o seu salário com maior exatidão. Clique aqui. 

A calculadora do salário líquido para 2018 pode ser utilizada por funcionários do sector público ou do privado e tem em conta as retenções de IRS, contribuição para a Segurança Social e pagamento em duodécimos dos subsídios de Férias e de Natal (de um ou dos dois).

Para cálculo da pensão líquida, utilize a calculadora da pensão líquida 2018.

Calculadora de Salário Líquido 2018

Resultados

  Regular Duodécimos (%) Total
Valor Bruto
Valor sujeito a IRS e Seg. Social
Taxa de IRS  
Retenção de IRS
Segurança Social
ADSE
Remuneração Líquida

Esperamos que lhe seja útil. Como sempre, caso tenha alguma dificuldade ou encontre algum problema, por favor deixe um comentário.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

131 comentários em “Calculadora de salário líquido 2018
  1. Pois, eu também tenho essa duvida. A questão é se a taxa de IRS é calculada considerando o vencimento base ou o acumulado com os duodécimos?

    Obg

  2. Bruno,

    1 -A simulação que fez deverá dar taxa de irs igual nos duodécimos e na remuneração regular. Apesar da tabela separar na verdade o valor que está sujeito a desconto será o valor Vencimento Base + duodécimos (e por ventura outros valores que receba, como isenção de horário, horas extra, domingos, prémios etc). Acho portanto que há um erro na tabela para ser sincero.

    2- Portanto o que conta é 650 + (duodécimos) 108 = 758 que dá uma taxa de retenção de 7,5%.

    Neste sentido acho que este simulador está errado. Ressalvo”acho”

  3. Bom dia,

    Nesta simulação temos ainda a possibilidade de eleger o tipo de duodécimos.
    No meu caso que trabalho para uma empresa privada, posso ou não pedir que me continuem a pagar com duodécimos?

    Obrigado desde já

  4. Susana,
    O seu marido vai receber o subsídio de férias no mês de Julho, mais tardar.
    As empresas não pagam os créditos todos no final do ano, a menos que se trate de um fecho de contas (saída da empresa).
    Espero ter ajudado.

  5. Bruno

    Boa tarde

    1-Fiz uma simulação com ordenado de 650,00 euros e 100% duodécimos, o resultado que dá é o seguinte: na remuneração regular aplica a taxa de irs de 5,5% e nos duodécimos a taxa é de 2,9%…se for possível agradeço que dêem umas dicas a ver se percebo esta situação…
    2-Mais, com um salário de 632,00 euros o irs é calculado com base neste valor ou é calculado com base nos 14 meses?
    632=0
    632*14/12=8848/12= 737,34 neste caso, segundo a tabela que entrou em vigor é aplicada a taxa de 4,6% na situação de casado 2 titulares e um dependente!

  6. Bom dia, tenho uma dúvida, talvez alguém me possa ajudar.
    O meu mardo iniciou um novo emprego em agosto, em Dezembro a empresa pagou apenas subsidio de natal e não pagou o de férias. Não tem direito a receber o subsídio de férias dos meses que trabalhou? Obrigada a quem puder ajudar

    1. Deverá estar a receber o subsidio por inteiro. Assim recebe o subs. de Natal em Dezembro/Novembro e o de férias de verão em Junho/julho.

      Em caso de despedimento, é que todos os valores de subsidio têm que ser acertados.

  7. Boa tarde,
    No meu caso recebo o valor da refeição em cartão. A minha dúvida é se quando o simulador apresenta a remuneração líquida, esta já tem incluída o valor do subsídio de refeição? Obrigado

    Cumprimentos

  8. Boa tarde.
    Na empresa onde me encontro a empresa disponibiliza tb uma parte da remuneração que não está sujeita a seg. Social mas está sujeita a IRS. É um fundo tipo PPR.

    Será que podem me ajudar a calcular com esta variável.

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.