Utilidades

Calculadora Salário Líquido 2019

Sofia Serrano Sofia Serrano , 4 Fevereiro 2019 | 78 Comentários

A Calculadora de Salário Líquido 2019 permite-lhe calcular o seu vencimento e saber quanto vai receber, este ano, já com descontos.

Dados para a simulação

Agregado familiar
Rendimentos
%
Subsídio Refeição

Resultado da simulação

Sem dados
Insira valores acima para ver os resultados da simulação
Erro de processamento

Rendimento tributável{[{ result.tributavel | currency: '€' }]}
Retribuição extra+{[{ input.extra | currency: '€' }]}
Duodécimos+{[{ result.subsidios | currency: '€' }]}
Subs. de alimentação Subs. de alimentação (parte não tributada)+{[{ result.subsidio_refeicao | currency: '€' }]}
Outros rendimentos não tributáveis+{[{ input.outros_isentos | currency: '€' }]}
Taxa retenção irs (rendimentos){[{ result.taxa * 100 | number: '2' }]}%
Taxa retenção irs (duodécimos){[{ result.taxa_de_duodecimos * 100 | number: '2' }]}%
Retenção irs (rendimentos{[{ result.duodecimos_retencao > 0 ? ' + duodécimos' : '' }]})-{[{ result.retencao| currency: '€' }]}
Retenção retribuição (ret. extra)-{[{ result.retencao_extra| currency: '€' }]}
Contribuição para Segurança Social-{[{ result.seg_social | currency: '€' }]}
Vencimento líquido{[{ result.valor_liquido | currency: '€' }]}
Custo total para a empresa{[{ result.custo_total_empresa | currency: '€' }]}
Tabela de Retenção na fonte: {[{ input.localizacao.descricao }]}
Situação: {[{ input.situacao.descricao }]} - Deficiente
Remuneração MensalNúmero de dependentes
{[{ dep.descricao }]}
até {[{ linha.max | currency : '€' }]} mais de {[{ linha.min | currency : '€' }]} {[{ linha[dep.numero] * 100 | number : '2' }]}%

Garanta o preenchimento correto todos os campos abaixo para o cálculo correto do seu Salário Líquido 2019.

Esta ferramenta tem já em conta as tabelas de retenção de 2019 (disponíveis ao fazer a simulação), pode ser utilizada por funcionários do sector público e privado e tem em conta a contribuição para a segurança social, bem como o pagamento em duodécimos dos subsídios de férias de Natal.  

O que precisa de saber para calcular o Salário Líquido? 

  • Qual o seu salário base
  • Situação matrimonial
  • Número de dependentes; 
  • Como vai receber os seus subsídios de Natal e Férias (por inteiro ou duodécimos e no segundo caso se são os dois subsídio em duodécimos); 
  • Valor subsídio de refeição e como o vai receber (remuneração ou numerário) 

Nota: Não se esqueça que é importante referir o número de dias recebidos. Se tiver uma proposta a tempo parcial e só trabalhar 3 dias por semana, só receberá subsídio de refeição pelos dias trabalhados. 

Fazer as contas ao seu Salário Líquido anualmente é tão fundamental como renegociar os seus créditos, serviços e prestações. Assim esperamos que esta ferramenta ajuda no planeamento das suas finanças pessoais e da sua poupança.

Outras ferramentas Doutor Finanças:

Partilhe este artigo

Deixar uma resposta

89 comentários em “Calculadora Salário Líquido 2019

  1. Boa Tarde,

    Perdoem a minha ignorância, o meu conhecimento nesta área é limitado e do que vi para me informar, não é de fácil compreensão.
    Em que categoria se insere os prémios de produtividade? É na categoria “Outros rend. suj. a IRS e SS”?

    Obrigado

  2. Olá. Sou novo nestas andanças e não consigo perceber porque é que os resultados daqui diferem do de outro site (economias), para os mesmos dados inseridos. 715 de base com 5,6 em cartao por 22 dias 😡

    1. Olá, Filipe.

      Apesar de não indicar os restantes dados pedidos pelos simuladores, à partida, parece-me que a diferença poderá estar no facto de o simulador do economias não estar a fazer o arredondamento da retenção na fonte do IRS (facto, aliás, facilmente comprovável comparando com atenção a informação detalhada prestada por ambos os simuladores).

      Com efeito, o artigo 99º-E do Código do IRS estipula:

      Mecanismo de retenção nos rendimentos das categorias A e H

      1 – A importância apurada mediante aplicação das taxas de retenção é arredondada para a unidade de euros inferior.

  3. Tenho uma questão?
    Sou pai pela segunda vez desde 17 agosto.
    No mês de setembro tirei 5 dias que correspondem aos 10 obrigatórios nos 30 dias após o nascimento.
    Como se reflete a minha remuneração? Como é feito o calculo?
    Características:
    Nao casado
    2 dependentes
    6.405 sub refeição
    817 base
    duodécimos por inteiro.

    Outra questão é se no mês de setembro já terá que ser aplicado a nova percentagem de IRS?

    Desde já agradeco a atenção.

    1. Olá, Ricardo.

      Começando pelo fim – a que nova percentagem de IRS se refere?

      Quanto à sua remuneração, a empresa deverá descontar 5 dias ao seu salário. Esse valor deverá ser coberto pela Segurança Social com o pagamento do subsídio parental. A este respeito sugiro a consulta do portal da segurança social, na página sobre maternidade e paternidade, para saber mais detalhes sobre como ter direito e quanto recebe neste e noutros subsídios relacionados…

  4. Boa tarde. Sou trabalhadora por conta outrem, na area da Restauração, como ajudante de cozinha, com um horário de part time das 17h as 23 horas. O meu vencimentos base iliquido é de 619.37€. Com um dia de folga. Gostaria de saber qual o meu vencimento mensal liquido. Aguardo vosso resposta, Obrigado.

    1. Olá, Sizaltina.

      Está a ter algum problema na utilização da calculadora? Em caso afirmativo, poderia descrever melhor a sua dificuldade?

  5. Bom dia, sou trabalhador por conta de outrem e foi me proposto trabalhar num regime de 12 horas por dia em que um mês trabalho das 6:00h manhã as 18:00h da tarde e outro mês das 18:00h da tarde as 6:00h manhã , sendo que o horário vai alternando mês a mês de diurno para noturno e assim sucessivamente, trabalhando 4 dias por semana e folgar outros 4 dias sendo que no final do mês me dava 16 dias de trabalho, o meu ordenado base é de 795.01€ e tenho direito a 150€/mês de prêmio de penosidade, 50€/mês de prêmio de objetivos de produtividade e assiduidade, recebo 25% de horas noturnas (sendo horas noturnas a partir das 20h da noite até as 7h da madrugada) e 5,65€ de subsídio de alimentação em remuneração, tendo em conta estes factores qual seria o meu salário líquido?? Por favor

    1. Olá, Diogo.

      O melhor mesmo era colocar essa questão à sua entidade patronal. Até porque a resposta depende da situação do seu agregado familiar, que não indica.

      No entanto, creio que pode simular o seu cenário, colocando 795.01€ como Vencimento Base, 200€ + 25€(?) (horas noturnas) como Outros rendimentos suj. a IRS e SS e os dados do subsídio de alimentação.

      A minha dúvida é se há aí algum valor que conte como horas extra ou não, já que isso é tributado de forma diferente…

  6. Bom dia, actualmente tenho de salário base 848.40€ e de remuneração extra 140€ e sub alim. 5.09€. Foi-me proposto uma alteração salarial dizendo-me que fico a ganhar, mas estou com algumas dúvidas: passaria a ter de base 920€ que englobaria o trab. suplementar e passaria a ter vale refeição de 7.63€. O que me foi dito é que receberia menos mensalmente mas que depois no global ao fim do ano com sub. ferias e 13º seria +- igual.
    Utilizei o vosso simulador e apercebo-me que tenho menos dinheiro disponível mensalmente e que passo a contribuir menos para seg, social e mais para o irs. A minha pergunta vai no sentido de me esclarecerem se possível se realmente vêm alguma vantagem nisso e se com esta alteração não estarei a comprometer uma futura reforma?

    1. Olá, António.

      Não conheço a situação do seu agregado familiar, mas com uma simulação rápida que fiz, incluindo o recebimento dos subsídios em duodécimos (já para levar em conta subsídio de natal e de férias) deu-me que fica a ganhar sensivelmente o mesmo, sim. E a empresa poupa 5€/mês.

      A “manutenção” do nível salarial é conseguida muito à custa do aumento do subsídio de refeição – o subsídio de Natal e subsídio de férias não têm subsídio de refeição, no entanto, ao serem calculados sobre um valor base superior vão também aumentar relativamente à sua situação atual.
      Mas, admitindo que não recebe os subsídios em duodécimos, o seu salário líquido mensal vai diminuir um pouco e essa diminuição só será compensada nas férias e no natal com o tal aumento (65€ a mais em cada um, quando comparado com agora).

      Relativamente à reforma, sim, a longo prazo, isso terá um impacto de diminuir o valor da mesma em alguns euros também. Assim como, por exemplo, um subsídio de doença ou de parentalidade, caso venha a pedi-los.

      É uma questão de ver em que medida estas pequenas variações podem afetar o seu orçamento mensal e a sua relação com a Segurança Social. E, na dúvida, porque não aproveitar a oportunidade para negociar um pequeno aumento? 😉

  7. Sou distribuidora de pão trabalho das 2 h da manhã até às 10h da manhã o meu ordenado é de 650 euros com os doe décimos pagos a 50% kuanto tenho k ganhar ao final do mês a 22 dias

    1. Olá, Sónia.

      Com os dados que indica, somando os duodécimos (54,17€) e subtraindo as contribuições para a Segurança Social (-77,46€), diria que à volta de 626,71€ líquidos…
      Dado que trabalha em horário noturno, é possível que tenha bonificaçoes sobre esses valores, depende do que disser o seu contrato coletivo de trabalho, caso aplicável

    1. Olá, José.

      É habitual na maior parte das empresas o subsídio de férias ser pago todo de uma vez, até par facilitar a gestão da empresa (em vez de ficar dependente de ter de ter dinheiro em caixa na altura exata em que cada trabalhador vai de férias). Não é necessário que haja problema com isso.

      Mas se sente que houve alguma problema, sugiro esclarecer isso com a sua entidade patronal.