Carreira e Negócios

“Entregar a carteira de jornalista é uma coisa que custa”

José Figueiras, apresentador de televisão, fala sobre a altura em que trocou o jornalismo pelo entretenimento e quais foram os projetos mais marcantes.

José Figueiras, apresentador de televisão, revela que sente saudades de fazer jornalismo, área onde começou a trabalhar. "Sobretudo o jornalismo na rádio”, diz.

O apresentador conta que trocar o jornalismo pelo entretenimento foi "estranho". Por questões éticas e deontológicas, José Figueiras conta que teve de deixar a carteira de jornalista. “Entregar a carteira de jornalista é uma coisa que custa para a vida”.

Contudo, admite que, apesar de lhe ter custado entregar a carteira, houve projetos que acabaram por compensar. "Eram programas de entretenimento, onde, no fundo não deixávamos de comunicar".

Veja ou reveja o episódio na íntegra: Conversas sem Preço com José Figueiras.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #conversas sem preço,
  • #entretenimento,
  • #jornalismo,
  • #televisão
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)