Carreira e Negócios

“Não posso assumir que colaboradores felizes vão ser altamente produtivos”

Paulo de Vilhena, empresário e coach empresarial, defende que os resultados de uma empresa são o reflexo do comportamento dos seus colaboradores.

Paulo de Vilhena, empresário e coach empresarial, defende que "a cultura das empresas é um dos, senão o fator mais importante para os resultados da empresa, e é ao mesmo tempo o fator menos bem compreendido pela maior parte dos empresários e menos valorizado".

O convidado admite ainda que os resultados de uma empresa são o reflexo do comportamento dos seus colaboradores no ambiente de trabalho, isto é, da cultura que se vive.

"Os resultados da minha empresa vêm do comportamento da minha equipa. A cultura da minha empresa é o reflexo do comportamento da minha equipa. Para mudar os resultados, eu tenho de mudar a cultura", explica Paulo de Vilhena.

O convidado admite ainda não concordar com a premissa de que colaboradores mais felizes são mais produtivos. Contudo, salienta que "o inverso também não é verdade", sendo que o ideal é conciliar resultados com felicidade.

"O juízo de que o colaborador mais feliz representa diretamente um colaborador mais produtivo é um juízo errado", defende.

Veja ou reveja o episódio na íntegra: Conversas sem Preço com Paulo de Vilhena.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #conversas sem preço,
  • #cultura organizacional,
  • #empresas,
  • #gestão organiza,
  • #negócios,
  • #produtividade
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)