Carreira e Negócios

Pandemia: “Fomos os primeiros a fechar, fui o primeiro a defender isso”

João Cepeda, presidente e diretor criativo do Time Out Market, conta como a pandemia está a impactar os mercados Time Out Market em Portugal e lá fora.

"Nada se compara com aquilo que a restauração sofreu", assume João Cepeda, presidente e diretor criativo do Time Out Market, em relação à pandemia. Na altura, explica que foi "traumático", mas que hoje em dia já se resignaram e aprenderam com isso. "O futuro vai ser melhor para aqueles que souberem resolver melhor os seus traumas".

Tendo sido dos primeiros a fechar o negócio em Portugal e lá fora, João Cepeda conta que foi uma "atitude polémica", mas que quis manter a reputação do Time Out Market.

No que toca a medidas políticas, reconhece que em Portugal as ajudas foram feitas somente "para negócios mais pequenos", e que não existiram exceções. "Os países foram tanto melhor quanto souberam reconhecer exceções".

João Cepeda desvenda ainda que os próximos objetivos daqui para a frente são "pôr as ideias no sítio", trabalhando "um bocadinho menos com emoção" e mais cautela.

Recentemente, devido à pandemia, tiveram de desistir de um projeto em Londres, mas em contrapartida mantiveram o Porto e anunciaram outro perto do Dubai que está a correr "espetacularmente bem". "Continuamos a querer crescer", ambiciona.

Veja ou reveja o episódio na íntegra: Conversas sem Preço com João Cepeda.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #conversas sem preço,
  • #empresas,
  • #negócios,
  • #pandemia,
  • #restauração
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)