Imagem de um pc portátil onde se vê o programa Conversas sem Preço com a entrevista a Ricardo Costa, CEO do Grupo Bernardo da Costa
ícone do formato do post video
Carreira e Negócios

“Por que não termos um departamento que cuide das pessoas?”

Ricardo Costa, CEO do Grupo Bernardo da Costa, acredita que o segredo do sucesso está nas pessoas. Em 2017 criou um departamento para cuidar do bem-estar dos seus colaboradores.

O Grupo Bernardo da Costa tem um Departamento da Felicidade, uma ideia que surgiu em 2017. “Mas ideia tem uma base que é a cultura organizacional que existe na empresa desde 1957”, afirma Ricardo Costa, CEO do Grupo. “O que eu fiz foi adaptar esta cultura organizacional aos novos tempos”.

Ricardo Costa acredita que o segredo do sucesso está nas pessoas e por isso pensou: “Por que não termos um departamento que cuide das pessoas que são o nosso maior ativo?”.

Este é um departamento que leva a cabo inúmeras iniciativas sempre com o objetivo de promover o bem-estar dos seus colaboradores.

As viagens do Departamento da Felicidade

Uma das iniciativas promovida pelo Departamento da Felicidade é uma viagem para um destino paradisíaco. “É proibido falar de trabalho nessa semana”, conta Ricardo Costa.

Ricardo Costa adianta ainda que esta abordagem também traz consigo alguns desafios. “Comecei a perceber que para algumas pessoas a viagem estava a ser um constrangimento”. Em alternativa à viagem, há a possibilidade de receber um salário extra. "No primeiro ano 40% escolheram a viagem, atualmente a percentagem já virou", afirma.

Veja ou reveja o episódio na íntegra: Conversas sem Preço com Ricardo Costa.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #conversas sem preço,
  • #cultura organizacional,
  • #empresas,
  • #felicidade,
  • #liderança
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe uma resposta

Insira o seu nome

Insira um email válido