Crédito

Dúvidas frequentes colocadas ao Dr. Finanças

Rui Bairrada Rui Bairrada , 27 Junho 2016 | 6 Comentários

O Dr. Finanças tem ajudado cada vez mais pessoas a esclarecer as suas dúvidas e a melhor gerir o seu dinheiro. Colocaram-nos centenas de questões nos workshops gratuitos que realizámos, no nossos site ou via telefone, email ou Facebook. Neste artigo compilámos as dúvidas mais frequentes e as respostas que podem trazer-lhe mais saúde financeira.

É possível ter crédito pessoal ou crédito consolidado tendo problemas bancários?

Ter problemas bancários significa que tem incumprimentos reportados na Central de Responsabilidades do Banco de Portugal. Enquanto esse(s) incumprimento(s) existir(em) NÃO é possível ter financiamento. E se alguém disser o contrário é porque está a ser alvo de burla. Por Lei, não pode haver financiamento com incumprimentos. O que faz todo o sentido. Se um devedor não consegue pagar a tempo e horas os créditos que tem, como quer ter mais financiamento?

O que preciso para fazer um crédito consolidado?

Um crédito consolidado é um financiamento que lhe permite liquidar todos os outros créditos e ficar com apenas uma prestação. Esta solução pode trazer muitas poupanças, pois as taxas de juro num crédito consolidado poderão ser significativamente mais baixas que aquelas que tem nos produtos que está a consolidar. Mas como financiamento que é, terá de cumprir os requisitos próprios para ter um crédito: estabilidade profissional, taxa de esforço suportável, ausência de incumprimentos, entre outros. O Doutor Finanças faz esta análise por si através desta página.

especialista

É possível baixar o spread do meu crédito habitação?

Sim. Os spreads dos créditos habitação podem ser negociados. Muitos portugueses têm spreads mais elevados do que aqueles que se praticam atualmente. Para isso é necessário negociar com o nosso banco ou procurar outros credores que ofereçam melhores condições. No Doutor Finanças temos conseguido várias transferências de crédito habitação que permitiram grandes poupanças mensais para os orçamentos familiares. Naturalmente se o seu spread for muito perto de zero, pouco poderá ser feito com esse crédito específico, se bem que poderá ser possível consolidar outros créditos no seu crédito habitação, por exemplo. Se deseja uma análise do seu crédito habitação e/ou está à procura do melhor spread, contacte-nos através desta página.

Tenho vários créditos e alguns incumprimentos. Posso ter ajuda?

O facto de ter algum crédito em incumprimento não significa que esteja “tudo perdido”. Por vezes, o incumprimento até pode dar maior força negocial para encontrar novas soluções. Mesmo que ainda não estivesse em incumprimento, se sente que tem dificuldades em cumprir com as suas responsabilidades bancárias deve iniciar rapidamente um processo de negociação de dívidas junto de todos os credores. Na nossa equipa temos conseguido apresentar reduções de cerca de 35% nas prestações mensais. E é importante deixar claro que só recebemos pelo nosso trabalho se efetivamente tivermos conseguido reduzir o sufoco mensal dos créditos no seu orçamento. Se precisa da ajuda do Doutor Finanças para baixar as suas prestações mensais, contacte-nos aqui.

O Dr. Finanças consegue negociar empréstimos de empresas?

O foco do Doutor Finanças está nas famílias e na gestão das finanças domésticas. As dívidas de empresas podem ser reestruturadas, mas os prazos, as taxas e as condições são muito distintas das soluções que existem para os particulares. Estamos do lado das famílias e é para isso que a nossa equipa está preparada para apoiar. Caso precise de apoio para a sua empresa sugerimos que contacte a Reorganiza.

Já fui burlado. Como posso evitar ser burlado outra vez?

thoughtful-721507_1280+1

Infelizmente, as burlas com pedidos de crédito pela internet têm acontecido com alguma regularidade. Para evitar ser burlado sugerimos que nunca pague comissões de análise de processo, que assine sempre um contrato (certifique-se que a entidade tem uma morada física e não um apartado) e procure informar-se da idoneidade da instituição.

Para lhe dar garantias, o Dr. Finanças nunca cobra comissões de análise e as soluções apresentadas só têm um custo em caso de sucesso (e depois deste ser efetivado). Para conhecer melhor o Dr. Finanças, sugerimos que veja a reportagem feita pelo Jornal da Noite da SIC sobre nós. Aqui verifica com detalhe quem somos e como atuamos.

Tenho uma penhora. Posso alterar a minha situação?

As situações de penhora implicam que houve uma ação judicial e nós só atuamos extrajudicialmente. Mas se a penhora de 1/3 está a sufocar as suas contas pode procurar apoio jurídico para reduzir para 1/6 e, em simultâneo, o Doutor Finanças irá negociar com os outros credores. Pois, se já tem uma penhora é muito provável que precise de ajuda a negociar os restantes créditos para evitar ter penhoras "em fila de espera".

Quanto tempo demora a análise/diagnóstico?

O nosso compromisso é de apresentar um diagnóstico gratuito no espaço de 48 horas úteis. No entanto, devido ao volume da procura e da complexidade de alguns processos, este prazo é uma média estimada de tempo de resposta. Mas uma coisa é certa: da nossa parte nunca ficará sem resposta!

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #ajuda financeira,
  • #crédito consolidado,
  • #crédito pessoal,
  • #Doutor Finanças,
  • #Dr. Finanças,
  • #negociação,
  • #renegociação,
  • #renegociação de créditos,
  • #renegociação de dívidas

Deixar uma resposta

6 comentários em “Dúvidas frequentes colocadas ao Dr. Finanças

  1. Boa tarde.. tenho um credito pessoal já em incumprimento a mais de 10 anos e já foi para tribunal a mais de 5 e a pesar de já ter sido notificado, a minha situação financeira é de falência total. Pergunta: será que prescreve dividas já levadas a tribunal e declarada penhora? e será que há alguma coisa que eu possa fazer para resolver isto, mesmo não tendo verbas nenhumas?

    1. Olá, José.

      A cada passo que é dado (notificação do devedor, penhora, ação em tribunal, etc), suspende-se a contagem do prazo de prescrição e há novos prazos que começam a contar. Desde que o processo esteja em andamento, dificilmente vai prescrever tão cedo.

      No seu caso parece-me que o melhor seria mesmo declarar a insolvência pessoal. Resumidamente um juiz declara-o insolvente, anda 5 anos a entregar tudo o que conseguir juntar aos credores (como já lhe acontece agora) mas depois pode ser exonerada a dívida e pode começar do zero (em vez de negativo, como agora). Além disso, durante esse período de 5 anos é designada uma pessoa para administrar os seus bens, garantindo que fica com o mínimo para sobreviver – pode servir como educação financeira, também.

      Como é um processo judicial tem de ser conduzido por um advogado. Pode pedir apoio judiciário na Segurança Social.

  2. boa tarde,

    somos 3 irmãs. herdámos terrenos e uma casa com mais de 1 século.

    temos que pagar mais-valias?

    como se calcula?

    o valor das mais valias caso haja é sempre igual para qualquer um dos herdeiros?

    muito obrigada

    1. Olá, Maria.

      Pelo facto de herdar imóveis não há mais valias. Estas podem ocorrer quando os vende – se vender com lucro diz-se que tem mais valias. Se vender com prejuízo diz-se que tem menos valias. Não é claro da sua questão se se trata de uma venda de imóveis…

      Se cada herdeiro vender a sua parte pelo mesmo valor, então cada um terá o mesmo valor de mais/menos valias. Agora, mesmo o valor da mais valia sendo o mesmo, o imposto a pagar pode ser diferente, dependendo do escalão em que cada um se encontra.

  3. bom dia. quando compro tabaco de uma maquina que se encontra no interior de um bar, quem tem que me passar a factura?
    a que o dono do bar nega-se a passar factura, o que fazer?