Muitos portugueses têm vários seguros ativos, que podem estar desajustado com as necessidades. A Dica do Doutor indica-lhe porque deve rever os seguros. 

Assim de cabeça, um agregado familiar pode ter 4 seguros associados: seguro de vida, seguro multirriscos, seguro automóvel, seguro de saúde. Quando as várias prestações se juntam no mesmo mês, ocupam uma fatia considerável do orçamento familiar. 

Os seguros são uma ferramenta que permite proteger a vida, a saúde ou um património em caso de sinistros.

Assim, todos os meses a prestação mensal serve para continuarmos protegidos e para termos apoio quando os sinistros ocorrem. 

Com o principal objetivo de proteger, muitas famílias desconhecem informações importante sobre os seguros, podendo estar a pagar mais do que deveriam, a ter coberturas de que não necessitam ou até pagar valores em duplicado. 

Ler mais: Verifique os seus seguros multirriscos – pode estar a pagar em duplicado.

A Dica do Doutor dá-lhe 3 razões para rever a sua carteira de seguros frequentemente.

Coberturas desajustadas 

O prémio do seguro varia consoante as coberturas subscritas. Contudo, não aconselhamos a retirar coberturas apenas para pagar menos. Deve antes perceber se as coberturas são necessárias para o seu contexto familiar.  

Por exemplo, se antevê uma maior despesa de saúde em tratamentos de dentista, deve manter a cobertura ou aumentar o prémio para poder poupar nas idas ao dentista. Por outro lado, se não está a pensar ter mais filhos, deverá retirar a cobertura referente ao parto. 

Veja quais as coberturas que façam sentido para o seu presente e futuro para poder um seguro que proteja nas situações que esteja mais exposto.

Aproveitar promoções do mercado 

O seu seguro pode estar ajustado e ter as coberturas desejadas, mas pode mudar para outro com as mesmas condições e mais barato. O mercado das seguradoras dá opções que permitem que as famílias comparem os preços, os prémios, as coberturas e a apólice. Assim, poderá estar atento a uma promoção que faça sentido no momento.  

Cancelar seguros que já não usa 

Estas situações são mais frequentes em pequenos produtos. Pode fazer um seguro no telemóvel, mas se o deixar de o utilizar e não cancelar seguro, estará a pagar por algo que não utiliza. É possível que esteja a ter débitos na sua conta de seguros que já não fazem sentido. 

Ao rever a sua carteira de seguros, pode verificar aquilo que utiliza e o que não utiliza, poupando algum dinheiro que poderá utilizar para outros gastos ou até mesmo para reforçar as suas poupanças. 

Para uma melhor gestão do orçamento familiar, reveja sempre os seus gastos. Na fatia dos seguros, deve perceber qual o melhor seguro para a sua situação atual e também futura. Além disso, não necessita de ter um seguro para a vida, pelo que mudar pode trazer vantagens no longo prazo.