Investimentos

OTRV valerão a pena?

Foi lançada uma oferta pública de subscrição para as Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV), em 2016. Conheça as características deste produto.

Pedro Pais Pedro Pais , 21 Novembro 2016 | 41 Comentários

Foi recentemente lançada uma oferta pública de subscrição para as Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV), cujo prazo de subscrição termina a 25 de Novembro de 2016. Conheça as características deste tipo de investimento.

Neste artigo, fique a conhecer as características das OTRV podem ser encontradas no folheto informativo do IGCP, sendo de destacar o seguinte:

Prazo5 anos
Investimento Mínimo€1.000
Investimento Máximo€1.000.000
Taxa de Juro (TANB)Euribor 6M + 2,00%
(não pode ser inferior a 2,00%)
Data de reembolso do capital30 de Novembro de 2021
Datas de pagamento semestral de juros30 de Maio e 30 de Novembro de cada ano

Podemos adiantar desde já que somos pouco favoráveis às OTRV e consideramos os Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM, consulte também o simulador) uma opção mais atractiva para quem quer investir de forma simplificada na dívida pública portuguesa. Mas vamos então ver os pormenores, fazendo ao longo do artigo um paralelo com os CTPM.

mulher de tshirt branca toma notas

Juros

A taxa de juro das OTRV parece interessante, especialmente para quem compara com a dos depósitos a prazo. Mas ainda assim, a parte garantida é inferior à dos CTPM (taxa média igual ou superior a 2,25% para quem mantém o investimento durante os 5 anos). A taxa de juro das OTRV pode beneficiar de uma valorização da Euribor, mas para já isso será fazer futurologia.

Mas mais importante que o juro é a rentabilidade efectiva líquida a obter. Como veremos, nas OTRV existe um conjunto variado de custos/comissões a suportar, que vão baixar essa rentabilidade, que pode até ser negativa para investimentos pequenos. Nos CTPM ao juro bruto há apenas a deduzir o IRS (retenção de 28% sobre os juros).

De facto, para investimentos pouco avultados pode mesmo estar a "investir" o seu dinheiro para no fim ficar com menos.

Reembolso

As OTRV só são reembolsadas em Novembro de 2021, não podendo ser reembolsadas antecipadamente. Podem ser vendidas em mercado secundário (i.e., bolsa), mas o investidor fica sujeito ao preço praticado e procura existente. Os CTPM, pelo seu lado, podem ser resgatados em qualquer altura depois do 1º ano após a subscrição.

Custos

As OTRV são subscritos através do seu banco, implicando uma diversidade de custos que é preciso ter em conta:

  • Comissão de subscrição
  • Comissão de guarda de títulos
  • Comissão sobre pagamento de juros
  • Comissão sobre o reembolso
  • Gastos adicionais caso pretenda vender os títulos antecipadamente

Em boa verdade, individualmente estes custos não serão muito elevados, mas vão penalizar a rentabilidade. Nos CTPM não existe qualquer custo associado.

Rateio

Caso a procura das OTRV supere a oferta (o que tudo indica irá acontecer), o processo de rateio obedece a regras de rateio, o que significa que cada investidor pode ficar apenas com uma parte daquilo que pretendia, a apurar segundo um conjunto de regras definidas.

Para além de ser complicado gerir nestas circunstâncias o valor a investir, corre-se o risco adicional de se subscrever um montante pequeno, o que associado aos custos que vimos pode implicar rentabilidade negativas.

CTPM OTRV

Vistos estes pormenores, temos muita dificuldade em compreender a opção pelas OTRV, pelo que continuamos a recomendar os CTPM a quem procura uma alternativa aos depósitos a prazo. Recordamos, de qualquer forma, que a regra de diversificar os seus investimentos (não colocar todos os ovos no mesmo cesto), também se aplica aos investimentos feitos na dívida pública.

Ainda assim, vai subscrever os OTRV? Deixe um comentário e diga-nos porquê.

Já agora! Leia o guest post do autor Rui Carvalho, sobre obrigações. Saiba o que são, como funcionam e os cuidados a ter. 🙂

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #CTPM,
  • #investimentos,
  • #obrigações,
  • #OTRV
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

44 comentários em “OTRV valerão a pena?

  1. Muito obrigado pela análise,também não pretendo subscrever OTRV, mas aonde investir as nossas poupanças?Colocar a maioria em dívida pública também não me parece boa opção.

  2. Muito obrigado pelo vosso texto. Também é sensato esse conselho de náo colocar tudo em divida publica portuguesa. Porém fica a pergunta: Como subscrever divida publica de outros paises mais seguros ?

  3. Subscrevi e considero melhor opção sem risco tendo em conta a remuneração e a liquidez.
    Pergunta: retirando a falência do estado ( e aí todos perdem em todas as aplicações nacionais), qual o risco dos CTPM?

    1. Qual a ou, as vantagens em relação às CTPM?
      (Sendo o risco igual, uma vez que a entidade emitente é a mesma)

      Acredita, mesmo, que a Euribor a 6M vai galopar tanto nos próximos 3/4 anos que compense todas comissões bancárias?

      1. Na generalidade dos casos os CTPM serão preferíveis. Às OTRV podem ser preferíveis se o investidor tiver perspectivas de aumentos significativas da Euribor, mas a meu ver não serão escolha adequada para a generalidade dos investidores.

  4. Eu sempre aderi aos certificados de tesouros a 10anos e valeu a pena…porque dantes era a 7%..eu voubdar um exemplo…pus 1000€ nos correios em c .tesouro a 10anos e os 4primeiros anos rendeu 15€ a conta a ordem…e este ano entro 185€///e para o ano os juros vão ser cada vez mais altos ate o 10ano….k maravilha…mas já acabou a 10anos…k pena!!!…no banco tinha posto também os 1000€ e só rendeu 4€ líquidos…uma vergonha…eu pus em cada lado para poder comparar….mas gostaria de perguntar o k acha do banco CTT…ainda não pesquisei sobre o assunto…k me diz????obrigada

  5. e se nestes próximos 6 anos a euribor a 6 meses subir? é que a euribor tem há muito andado por mínimos históricos e muito provavelmente a tendência para os próximos anos é subir. também existem Bancos com comissões bastante atractivas para a operação em causa, não cobrando nada, por exemplo, pela custódia de títulos. cumprimentos

  6. Excelente análise! Ainda na sexta-feira o gestor de conta do Millennium me enviou uma proposta de subscrição de OTRV, e agora já sei o que lhe vou responder… Acho que um dia destes vou ao banco levantar a poupança e guardo o dinheiro em casa. Com os custos da conta e as tx de juro moribundas ter o dinheiro depositado sai caro.
    Obrigada pela sua ajuda!