Prepare-se para a subida da Euribor

As taxas Euribor estão a começar a subir. Prepare-se. Antecipe o aumento dos encargos, porque a sua prestação vai aumentar.

As taxas Euribor subiram nas últimas semanas para máximos dos últimos 6 meses, em todos os prazos. De uma forma muito simples e clara, isso quer dizer que a prestação da sua casa muito provavelmente vai subir nos próximos meses e há o risco real de essa tendência continuar durante algum tempo.

Quem sabe, talvez este seja o tempo que marca o fim definitivo do período da Euribor negativa. Foi bom enquanto durou.

Por exemplo, no prazo a 12 meses, a taxa Euribor já está quase a recuperar metade do que desceu em relação ao mínimo de sempre, de -0,518%, verificado em 20 de dezembro de 2021. Ou seja, nos contratos a 1 ano talvez em menos de 12 meses a Euribor já estará (embora ninguém o possa dizer com toda a certeza) de novo no zero ou até já em terreno positivo. Isso significará uma prestação mais cara do seu crédito à habitação.

Leia ainda: Como é calculada a Euribor e que impacto tem no crédito habitação?

BCE pode subir juros já este ano

As taxas de Euribor estão a subir mais significativamente desde 4 de fevereiro, depois de o Banco Central Europeu (BCE) ter admitido que pode vir a subir os juros este ano devido à subida da inflação na zona euro.

O que é que isto tem a ver consigo? Deve preparar-se para ter ainda mais uma despesa a aumentar. Não bastavam os combustíveis, a eletricidade, o gás, as contas do supermercado e outras. Agora é a vez também da prestação da casa.

O meu alerta é o mesmo de sempre: faça um orçamento mensal com o que ganha e o que gasta, veja quanto lhe sobra (ou não) e reduza rapidamente todas as despesas supérfluas que tem antes do dinheiro não lhe chegar até ao fim do mês. Aja por prevenção e não por reação.

Simule o seu mês financeiro aumentando 50 ou 100 euros a sua mensalidade do crédito à habitação e veja se continua a ser suportável ou se precisa começar já a cortar em algumas coisas. 

Simule: Prestação de crédito após alteração da Euribor

Avalie se é possível reduzir encargos

Aproveite também para avaliar se não consegue baixar o seu spread transferindo o seu crédito à habitação para outro banco que suporte todas essas despesas. Se o conseguir fazer, talvez até consiga absorver alguns destes futuros aumentos da Euribor (que vão somar-se ao seu spread) e ainda manter alguma poupança em relação às suas prestações atuais.

Já agora, aproveite para tentar baixar também o seu seguro de vida (mantendo ou melhorando as suas coberturas, obviamente).

Olhe que isto é sério. Não fuja do problema, fazendo de conta que ele não existe. Existe e está a bater à sua porta.

Leia ainda: Como poupar com o crédito habitação?

Pedro Andersson nasceu em 1973 e apaixonou-se pelo jornalismo ainda adolescente, na Rádio Clube da Covilhã. Licenciou-se em Comunicação Social, na Universidade da Beira Interior, e começou a carreira profissional na TSF. Em 2000, foi convidado para ser um dos jornalistas fundadores da SIC Notícias. Atualmente, continua na SIC, como jornalista coordenador, e é responsável desde 2011 pela rubrica "Contas-Poupança", dedicada às finanças pessoais. Tenta levar a realidade do dia a dia para as reportagens que realiza.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

5 comentários em “Prepare-se para a subida da Euribor
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.