De tempos a tempos ouvimos nas notícias que aumentou o número de penhoras nos salários. O nível de incumprimento em Portugal é bastante elevado e, por conseguinte, as penhoras também o são. Ter um incumprimento não é sinal de ter uma penhora. Verifique aqui como evitar chegar a essa situação.

Organização das finanças pessoais – orçamento familiar

As situações de incumprimento nunca são desejáveis. Nem os bancos querem incumpridores, nem os clientes pensam que incumprir é uma boa solução. Mas então, porque há tantos incumprimentos?

Cada um saberá da sua realidade, mas temos encontrado muitas situações de incumprimentos, ou de dificuldade com o pagamento das prestações, porque não há uma cultura de organização das finanças domésticas. Consideramos que um orçamento familiar é algo muito complexo e exigente no tempo que temos de lhe dedicar. Estas são ideias profundamente erradas, que o Doutor Finanças tem procurado desmistificar. O Orçamento Familiar é o seu maior aliado para umas contas saudáveis e equilibradas. É simples de fazer e não tem de dedicar muito tempo neste processo.

Consultar o mapa CRC

Quando alguém está prestes a entrar em incumprimento, costuma dizer que não quer ficar com o seu nome no Banco de Portugal. Ora, todos nós temos o nosso nome no Banco de Portugal. Existe um mapa com todas as nossas responsabilidades bancárias que pode (e deve) consultar com frequência. Se for neste momento a este site poderá aceder ao Mapa Central de Responsabilidades de Crédito (CRC), onde verifica todos os seus créditos e o estado dos mesmos. Mesmo que tenha um cartão de crédito que não está a utilizar, ele vai aparecer no mapa. Neste caso irá dizer que esse crédito está como potencial. Ou seja, é um crédito que está aprovado em seu nome, mas que não está a utilizar, o que não significa que no futuro não possa vir a recorrer a ele.

Negociar com os credores o quanto antes

Na saúde financeira, como na saúde em geral, qualquer sintoma que detete deverá logo procurar a cura. Caso contrário, o tratamento pode ser mais doloroso e prolongado. Ao consultar o seu mapa CRC já tem o 1º documento para o Doutor Finanças fazer o diagnóstico gratuito à sua saúde financeira. O passo seguinte será entrar em contacto com todos os credores para encontrar formas de reduzir as prestações mensais.

As renegociações podem trazer resultados a rondar os 40% de diminuição de encargos. É verdade que algumas vezes a negociação passará por alargamentos de prazos, ou outras situações que poderão tornar o valor final do crédito mais elevado, mas o que nos deve preocupar é não cair em incumprimento no curto prazo, ou corrigir situações de incumprimento antes que seja emitida uma ordem de penhora sobre o vencimento. Não deixe para amanhã a resolução destes sintomas. Procure ajuda de especialistas e garanta que vive com a folga financeira suficiente para não ter mais dores de cabeça com as suas despesas familiares.