Crédito Habitação

Guião de créditos habitação – Compare todos os parâmetros

Pedro Pais Pedro Pais , 21 Junho 2009 | 72 Comentários

Comparar créditos habitação envolve obter e analisar vários factores (spreads, prazos, seguros, etc), que nem sempre são fáceis de recolher e que por vezes acabamos por nos esquecer como são importantes.

Para simplificar o processo, criámos um guião de recolha de informação, que esquematiza os factores que consideramos mais importantes na análise e comparação de créditos para a sua casa.

O nosso conselho é que utilize este guião quando se dirigir aos bancos e/ou receber simulações, tentando preencher o máximo de campos possíveis. Depois verá que será mais fácil a comparação entre as diversas ofertas que lhe foram feitas, uma vez que consegue ter toda a informação sistematizada e reunida num só sítio.

Esperamos que ache este documento útil, caso tenha sugestões de mais informação que deva estar presente por favor deixe um comentário.

Partilhe este artigo

Deixar uma resposta

72 comentários em “Guião de créditos habitação – Compare todos os parâmetros

  1. Olá,

    Estou no processo de trocar de casa mas para tal tenho novamente que recorrer ao crédito à habitação. Os dias não estão fáceis, e sei que me vão aguardar spreads altíssimos. Alguém me poder dar ideia do spread mínimo que poderei conseguir para um crédito de 130.000€ a 30 anos (casa avaliada em 190.000)? e em que banco?

    Obrigado,
    Carlos.

  2. Bom dia

    tenho uma duvida que gostaria de esclarecer, eu e a minha namorada estamos a pensar comprar casa, ela trabalha numa instituição bancaria por isso beneficia das condições especiais.
    A minha duvida é se eu também posso ser interveniente nesse empréstimos, não somos casados nem vivemos em união de facto?

    obrigado

    1. Ela é a pessoa indicada para lhe responder.

      Caso tenha rendimentos e queira fazer a compra da casa em nome dos dois, é possível, terá que também ter conta nesse banco e receber/depositar lá os rendimentos mensais.

      cps
      J.Félix

  3. Boa tarde Pedro, gostaria que me esclarecesse uma dúvida em relação ao meu crédito habitação. Comprei um apartamento em 2008, e o empréstimo foi feito através da UCI. Naquela altura, não sabia qual era a diferença entre a taxa EURIBOR e a taxa IFM TAEG, que nesse momento eram mais ou menos iguais, por volta de 5,5%. Como sabe, a taxa EURIBOR baixou, e a outra, IFM TAEG (que é a taxa do meu empréstimo), mantém-se a um nível bastante alto, no presente sendo o seu valor 4,51%. Menciono que o spread é de 0,6%. Há pouco tempo, pedindo uma renegociação das condições do empréstimo, a UCI ofereceu a alteração da taxa para EURIBOR, alterando ao mesmo tempo o spread para 3,5%. O que me aconselha? Qual é a sua opinião sobre o crédito habitação com taxa IFM TAEG? Acha que nos próximos tempos, esta poderá também baixar?
    Muito obrigada,
    Daniela Bradatian

  4. Bom dia Pedro. Há algum artigo no blog sobre os procedimentos para arrendar habitação que está ao abrigo de um crédito habitação? Quais as implicações? Qual a gama de aumento de spreads que os bancos praticam? O banco em causa é a CGD, o spread actual é de 0,8 e num primeiro contacto disseram-me que a taxa seria de 4,2 a 4,4%. Compensa transferir o credito para outro banco? Pode ser feita a transferencia de um credito para habitacao permanente para um credito para habitação secundária? Obg

  5. Bom dia,
    Tenho um credito habitacao variavel euribor 3 meses com um spread bom de 0.75. Sera que deveria pensar em mudar para taxa fixa? Se mudasse agora para taxa fixa qual seria a taxa de juro?
    Obrigado pela ajuda.
    Joao

  6. Muito bom dia,

    Em 2008 comprei um apartamento no valor de 125.000 €, com recurso a crédito bancário, sendo 85.000 € com crédito habitação + 40.000 € com crédito Multiopções (escrituras feitas na mesma data e que se destinavam a completar o valor da compra).
    Em 2011, e dado o nosso desespero na altura, porque tínhamos um outro empréstimo habitação da casa em que actualmente vivemos, vendi esse mesmo apartamento por um valor inferior de 113.000 €, sendo que na data da escritura de venda ainda devia ao banco um total de 114.700 € (76.000 € crédito habitação + 38.700 € multiopções), ou seja ainda tive que pagar mais 1.700 € para amortizar estes empréstimos na sua totalidade ao banco.
    Não houve portanto lugar a nenhum reinvestimento (nem havia dinheiro para tal).

    A minha pergunta é: O banco só me enviou a declaração referente aos 76.000 € crédito habitação e diz que o multiopções não entra no IRS.
    Como devo declarar esta situação correctamente nos anexos G e H.
    Penso que no anexo G tenho que indicar o valor da compra, o valor de venda, assim como o valor em dívida ao banco à data da venda.
    No anexo H (juros e amortizações com empréstimo habitação) deveria declarar também o total amortizado, ou seja 114.700 € (crédito habitação + multiopções), pois se só indico o valor referente ao crédito habitação de 76.000 € dá ideia de que houve mais valias, o que é de todo incorrecto.

    Agradeço desde já a vossa ajuda, pois estou muito assustada com esta situação.

    Melhores cumprimentos,
    Anabela Cunha

  7. Boa noite
    Eu comprei casa atraves da U.C.I., mas fiquei com a minha casa antiga. Eu mais o meu marido decidimos arrendar a antiga.
    Fizemos o contrato de arrendamento pelas finanças.
    Acham que posso vir a ter problemas, com as finanças, quando fizer o IRS?
    Já comprei o livro dos recibos, como vou preencher? Ponho IRS?
    Ponho o dinheiro de caução?
    E no final do ano estes recibos mete-se no IRS, ou tenho de dar a inquilina outro e eu tenho de ter outro papel para por no IRS?
    Espero por uma resposta.
    Obrigado.

  8. Boa tarde
    Estou neste momento no processo de comprar casa com a minha namorada. Gostaria que me dessem alguma ajuda sobre as simulações que obtive, para escolher qual o melhor banco para o crédito! Existe um email para o qual possa colocar a minha questão?

    Obrigado

    Cumps