Crédito

Veja a reportagem no Jornal da Noite da SIC sobre o Doutor Finanças

Catarina Alves de Sousa Catarina Alves de Sousa , 23 Outubro 2015 | 5 Comentários

Nesta reportagem do Jornal da Noite da SIC, o Contas-Poupança mostra como o Doutor Finanças ajuda a baixar as prestações com créditos renegociando-os.

“Agora, vou pagar cerca de 300 por mês, 400 euros por mês. E antes pagava 1000 e tal euros. É muito menos!", indica um dos testemunhos no vídeo.

Veja nesta reportagem do Jornal da Noite como funciona o serviço de renegociação de créditos do Doutor Finanças.

Se também gasta muito mensalmente em prestações com crédito não deixe de contactar o Doutor Finanças. Além das soluções de renegociação, o Doutor Finanças também apresenta soluções de consolidação de créditos que são mais rápidas e com maior taxa de sucesso. Conheça as vantagens da consolidação aqui.Para fazer uma consulta para analisar em quanto é possível reduzir as suas prestações renegociando os seus créditos clique no botão abaixo.
 
Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #ajuda endividamento,
  • #ajuda financeira,
  • #contas poupança sic,
  • #Doutor Finanças,
  • #endividamento,
  • #renegociar créditos

Deixar uma resposta

11 comentários em “Veja a reportagem no Jornal da Noite da SIC sobre o Doutor Finanças

  1. Sou residente da Ilha da Madeira e tenho dois créditos de habitação no Novo Banco, um de aquisição e outro de obras, no valor em dívida de 62000€, cada um, com spret de 1,5% e 2,7%.
    A minha questão é, se com base nestes valores, há possibilidades de melhorar a minha situação.
    Com os melhores cumprimentos, Jotabel Fernandes.

  2. Boa tarde se calhar ñ tem nada a ver com o caso,é o seguinte tenho um plano do sorriso + mas acabei por não dar uso ,sou obrigada a ter k continuar a manter fidelização com eles
    á alguma lei que me obrigue brigada .

    1. Boa tarde

      Em princípio não terá qualquer fidelização. Bastaria deixar de pagar. No entanto, para termos uma resposta mais assertiva precisariamos de analisar o contrato que assinou.

      Cumprimentos