Utilidades

Melhores depósitos a prazo

Conheça os melhores depósitos a prazo existentes em Portugal e encontre o depósito ideal para o seu caso. Actualizado periodicamente.

Pedro Pais Pedro Pais , 20 Setembro 2010 | 620 Comentários

O que são Depósitos a Prazo?

Um depósito a prazo – por vezes também chamado de “conta a prazo” – é um produto bancário que pressupõe a entrega de fundos a uma instituição bancária durante um prazo pré-definido. As quantias entregues só poderão ser utilizadas antes do final desse prazo, de acordo com as condições estabelecidas pelo banco em questão.

O banco fica também obrigado a restituir os fundos entregues pelo cliente no final do período de tempo acordado e de acordo com o pagamento de uma remuneração (juro). No fundo, ao fazer um depósito a prazo será o credor do banco, pois estará a emprestar dinheiro ao mesmo. Sendo contratos de dívida têm associado um conjunto de características:

Quais os melhores depósitos a prazo do mercado?

A tabela comparativa dos melhores depósitos a prazo do mercado que disponibilizamos abaixo serve para informá-lo acerca das melhores taxas disponíveis ao dia referido. Tentamos atualizar esta tabela com bastante regularidade, mas a mesma não é infalível, pelo que sugerimos que compare esta informação com outras informações online e que nos informe de eventuais erros que detecte.

Consulte outros artigos sobre depósitos a prazo:
Partilhe este artigo

Deixar uma resposta

632 comentários em “Melhores depósitos a prazo

  1. Pedro, em primeiro lugar muitos parabéns pelo blog e pelas diversas ferramentas e informações úteis aqui disponíveis.

    Gostaria de saber se está prevista alguma actualização desta informação.
    Obrigado e votos de um bom ano de 2011.

  2. @Joãozz,

    Essa taxa é de facto muito muito baixa. Pode pensar que não está a correr riscos, mas a verdade é que está a perder dinheiro em termos reais, uma vez que esses 0,5% nem cobrem a inflação.

    Já conhece o depósito a prazo do ActivoBank, a 4% durante um ano?

  3. Boa tarde. Desde já parabéns pelo excelente blog.
    Tenho 40 000€ para investir por um período máximo de 2 anos. Tenho esse dinheiro na CGD, numa conta poupança à taxa de 0,50%. Existe algum produto no mercado com boa rentabilidade e seguro? Obgdo

  4. olá pedro, estou a pensar num deposito no totta super poupança idolos 4% ao ano suponha 5000€ qual o valor liquido de juros?
    e se é uma boa opcção?
    obrigado e um abraço

  5. Boa tarde,

    Desde já parabéns pelo site. Deixo somente uma sugestão de depósito a prazo “interessante para o que vemos no mercado”: Depósito Netcrescente do Finibanco a 3 meses a TANBmedia a 2,66% (tem vindo a subir, já esteve a 2,33%) 500 euros de mínimo. Tenho feito um depósito mensalmente, desta forma tenho o pagamento de juros mensal. Agora espero que o Montepio não retire alguns produtos interessantes que o Finibanco ainda tem. Aqui fica o link.

    http://www.finibanco.pt/portal/F_Campanha09.html

    Cumprimentos

  6. Para José Silva:

    Boas José , não me parece nada especial para um investimento de 30.000 euros o depósito Ouro do Banco Popular com uma taxa liquida de 3,336% conforme refere, mas temos também de ter em conta a crise que o país atravessa.
    Para mim uma boa solução é a do Banco Bigonline que oferece uma TANB: 5 % até 25.000 Euros,sendo a liquida de 3,925 % para novos clientes com o produto “Super Depósito 2 meses.”

    cumprs,

    valente

  7. Para: ugo,

    Espero que não leves a mal , mas não postaste o tua pergunta no sitio certo. Este tópico é sobre depósitos a prazo!., contudo aconselho-te a contactares a Deco.

    Boa sorte,

    valente

  8. Boa tarde,gostaria que me ajudassem a resolver uma situação, é o seguinte, a uns meses efectuei obras em casa, no final paguei ao sr . e ele disse-me que me iria enviar o recibo do pagamento depois porque se tinha esquecido do livro de recibos, ate hoje ja falei com ele 2 vezes mas nada, gostaria de saber o que fazer nestas situações, tendo em conta que poderei perder beneficios fiscais (instalaçao vidros duplos) e o individuo em causa esta a fugir ao IVA.