É possível que já tenha ouvido falar depreciativamente do termo “esquema de pirâmide” associado a situações de golpes fiscais e de ruína financeira de antigos membros de um destes esquemas. Mas sabe o que é realmente um esquema de pirâmide? Aprenda neste artigo a reconhecer os sinais de um e a proteger-se.

Primeiro… o que é um esquema de pirâmide?

Aproveitando a excelente explicação da Wikipedia:

“Um esquema em pirâmide conhecido também como pirâmide financeira, é um modelo comercial previsivelmente não sustentável que depende basicamente do recrutamento progressivo de outras pessoas para o esquema, a níveis insustentáveis. Nos Estados Unidos, a Federal Trade Commission dá dicas para identificar aqueles que parecem ser esquemas em pirâmide. Esquemas em pirâmide existem há pelo menos um século e, em diversos países é considerado criminoso.

O esquema de pirâmide pode ser mascarado com o nome de outros modelos comerciais que fazem vendas cruzadas tais como o marketing multinível (MMN), que são legais. A maioria dos esquemas em pirâmide tira vantagem da confusão entre negócios autênticos e golpes complicados, mas convincentes, para fazer dinheiro fácil. A ideia básica por trás do golpe é que o indivíduo faz um único pagamento, mas recebe a promessa de que, de alguma forma, irá receber benefícios exponenciais de outras pessoas como recompensa.

Um exemplo comum pode ser a oferta de que, por uma comissão, a vítima poderá fazer a mesma oferta a outras pessoas. Cada venda inclui uma comissão para o vendedor original. Exemplos de pirâmides: Argent Global Network, Banners Viewer, DFRF Enterprises, Telexfree, BBom, Geteasy, iFreex e muitas outras.

Claramente, a falha fundamental é que não há benefício final; o dinheiro simplesmente percorre a cadeia, e somente o idealizador do golpe (ou, na melhor das hipóteses, umas poucas pessoas) ganham trapaceando os seus seguidores. As pessoas na pior situação são aquelas na base da pirâmide: aquelas que assinaram o plano, mas não são capazes de recrutar quaisquer outros seguidores. Para dourar a pílula, a maioria de tais golpes apresentará referências, testemunhos e informações.”*

Como identificar um esquema de pirâmide

Este pequeno vídeo (acima) explica muito bem em que consiste um esquema de pirâmide, mas leia também os nossos tópicos identificadores abaixo:

Está a ser ou foi recrutado por alguém

O primeiro sinal de todos, no caso de estar perante uma situação desta natureza e de se ter passado consigo é pensar: “como é que entrei nisto?” Se a resposta for “fui convencido pela pessoa x de que este seria um bom negócio para mim” e se essa pessoa fizer parte da mesma empresa, então este será um forte indício de um esquema de pirâmide.

Existe um investimento inicial

Um sinal muito claro de que poderá estar perante um esquema de pirâmide é o facto de lhe pedirem um investimento inicial para poder começar a sua atividade. Normalmente o investimento serve para comprar produtos para depois vender.

É incentivado a recrutar

Tal como terão – provavelmente – feito consigo, quando entra num esquema de pirâmide, passa a ser a sua vez de recrutar outras pessoas para a sua equipa. Na realidade, quem opera num esquema de pirâmide não ganha dinheiro pelos produtos vendidos (ou, pelo menos, não é assim que ganha a maior parte do dinheiro), mas sim pelos membros que recruta para a sua equipa, já que passa a ganhar uma percentagem pelas suas vendas e futuros recrutamentos.

Pelo pitch da empresa

É fácil perceber se uma empresa possui um esquema de pirâmide como modelo de negócio quando usa uma terminologia que pouco varia de empresa para empresa e que inclui frases e expressões como “torne-se empreendedor”, “empresário”, faça os seus próprios horários”, “seja o seu próprio chefe”, “ganhe dinheiro sem esforço”, “realize os seus sonhos” e outras associações de palavras semelhantes.

Não estamos a afirmar que qualquer empresa que utilize esta terminologia seja automaticamente associada a um esquema de pirâmide, mas a verdade é que estes termos são transversais a muitos esquemas.

Falta de clareza e transparência

Se está na dúvida se uma empresa ou uma pessoa faz parte de um esquema de pirâmide, analise o seu discurso. No geral existe uma enorme falta de clareza no discurso associado aos esquemas de pirâmide. Se, ao perguntar a um agente/empresário que o está a tentar recrutar, reparar que este não responde diretamente às suas questões, desconfie.

Ao serem questionados sobre o trabalho e o propósito dos produtos e da empresa em si, os agentes dos esquemas de pirâmide que andam em busca de novas recrutas, tendem a focar-se em demasia naqueles que serão os seus benefícios caso decida juntar-se à empresa em questão, evitando então respostas diretas sobre os bens ou serviços em específico.

O elogio do luxo

Quase todos os esquemas de pirâmide mexem com a componente psicológica das pessoas para as conseguir recrutar mais facilmente. Todos nós temos desejos e objetivos que parecem quase impossíveis, especialmente os que dependem de dinheiro que não temos. Estamos a falar de viagens exóticas e de carros luxuosos, por exemplo. Os recrutadores dos esquemas de pirâmide utilizarão muitas vezes o discurso de que também você irá (como eles) viver um estilo de vida luxuoso e viajar pelo mundo inteiro.

E é por isso que, antes de tomar uma decisão, deve colocar as seguintes questões à pessoa que o está a tentar recrutar.

Perguntas a colocar antes de entrar num esquema de pirâmide

Se, após os tópicos acima, ainda tiver dúvidas sobre se uma empresa tem ou não um esquema de pirâmide, coloque as seguintes questões à pessoa que o está a tentar recrutar:

  1. Quanto ganhou em vendas de produto no ano passado?
  2. Quanto vendeu para os distribuidores??
  3. Que despesas teve no ano passado com formação e compra de produtos pela empresa? Ou seja, quanto dinheiro gastou no negócio?
  4. Quanto dinheiro ganhou no ano passado com este negócio?
  5. Quanto tempo investiu no ano passado a trabalhar no negócio?
  6. Há quanto tempo está neste negócio?
  7. Quantas pessoas recrutou?
  8. Qual foi a percentagem do dinheiro que recebeu no final?
  9. Esse dinheiro resultou da recruta de outros distribuidores e ou de vendas de inventário? Quanto dinheiro gerou apenas das vendas?

Com estas perguntas, as respostas não poderão deixar dúvidas sobre se está ou não perante um esquema de pirâmide. Mais uma vez, analise o discurso: se as respostas forem pouco claras ou se a pessoa a quem colocou as perguntas estiver com muitos rodeios, evitando as respostas, rejeite a oferta!

Se alguém o está a tentar convencer a fazer algo com que vai – supostamente – enriquecer, não terá quaisquer problemas em dizer-lhe quanto dinheiro fez (depois das despesas) no ano passado, certo?

* A informação e nomes referidos neste parágrafo foram retirados da Wikipedia, mas existem muitos outros a operar em Portugal.

Porque é que desaconselhamos os esquemas de pirâmide

Se é leitor assíduo do blog do Doutor Finanças, já deve ter reparado que é nosso hábito trazer-lhe os nossos melhores conselhos e informações sobre literacia financeira. Já há tempos abordámos, por exemplo, a questão das burlas online com créditos pessoais e como se devia proteger contra elas. Este é mais um artigo que visa ajudá-lo a evitar tomar decisões que possam colocá-lo em situações de perigo, bem como às suas finanças.

Inúmeras pessoas que se deixam atrair para esquemas de pirâmide com promessas de riqueza e lucros acabam por encontrar exatamente o oposto: dificuldade em escoar produto e em recrutar outras pessoas, o que resulta eventualmente em endividamento. Muitas vezes ficam até sem “plano B”, visto que são encorajadas a deixar os seus empregos para serem “empreendedoras” e se dedicarem ao seu novo negócio (o do esquema de pirâmide) a 100%.

Mas não precisa de acreditar apenas em nós. Aliás, como em qualquer outro assunto, incentivamo-lo a pesquisar a título individual, a visitar outras fontes e a cruzar informação.

Em relação a este tema dos esquemas de pirâmide, aconselhamos que assista ao documentário “Betting on Zero”, do Netflix (trailer abaixo) e ao vídeo Multilevel Marketing: Last Week Tonight with John Oliver no Youtube.