Regressamos de férias. Acabou-se o descanso merecido. Voltamos ao ativo. Possivelmente acordamos de um período de sonho e temos de nos confrontar com a necessidade de tomarmos decisões financeiras sérias. Também é possível que tenhamos feito resoluções para o regresso ao trabalho que passam por colocar as nossas finanças pessoais em ordem. Deixamos-lhe algumas dicas para que o seu regresso “ao mundo real” seja menos turbulento.

Faça um diagnóstico rápido

Depois das férias é necessário perceber o estado das coisas. Para tal, sugerimos que consulte o seu mapa de créditos do Banco de Portugal e que tente perceber ao certo o seu nível de endividamento. Aliás, sabemos que as férias são períodos férteis na utilização dos cartões de crédito… adicionalmente, perceba os diversos movimentos do extrato da sua conta bancária e procure fazer um orçamento familiar com as principais rubricas de despesa.

Veja as despesas que pode cortar

O segundo passo consiste em perceber quais são as despesas que já não fazem sentido. A alteração das rotinas no período de férias pode-nos ajudar a perceber que diversas despesas não nos fizeram qualquer falta e que podem ser simplesmente eliminadas para poupar dinheiro. O fundamental é ter uma mente aberta e perceber que é possível mudar e que há espaço para poupar dinheiro, mesmo que à partida pensemos que é impossível.

A Banca está mais aberta ao crédito

Com o fim das férias veio uma boa notícia. A banca voltou de férias mais aberta a dar crédito. E não falamos apenas do crédito para o consumo (aliás, sugerimos muita cautela quanto a estes créditos para evitar cair em situações muito complicadas de gerir) mas também do crédito consolidado, do crédito consolidado com hipoteca e do crédito habitação.

Diz-nos a experiência que é hoje mais fácil ter acesso ao crédito consolidado – que permite poupar muito dinheiro com os seus créditos atuais – e ao crédito habitação. O crédito habitação é, aliás, uma das grandes prioridades da Banca que tem reduzido os spreads praticados e que, em alguns casos, já assume os custos de transferência de crédito de outra instituição financeira.

Faça um curso de Finanças Pessoais

people-woman-girl-writing+1

A última novidade do seu portal do Dr. Finanças consiste no lançamento de dois cursos de finanças pessoais totalmente gratuitos. São dois módulos que reúnem algumas das estratégias do seu Dr. Finanças para poupar dinheiro, reduzir custos e eliminar dívidas. Faça a sua inscrição nos minicursos do Dr. Finanças.