Brevemente será possível subscrever os serviços de uma nova operadora virtual de telemóveis: Euphony. Neste artigo, fique a saber como  funciona e qual o tarifário

Pedro Pais é o fundador do financaspessoais.pt e do forumfinancas.pt. O Pedro é um dos maiores promotores de literacia financeira em Portugal contribuindo com centenas de artigos, ferramentas e simuladores que ajudam as pessoas a poupar, a investir ou a decifrar os mistérios da fiscalidade.

A Euphony pretende utilizar a infra-estrutura da Optimus para vender pacotes de serviços com reduções [supostamente] muitos significativas. Mas serão mesmo?

Tarifário Euphony

O tarifário da Euphony está sujeito a uma assinatura mensal (ou consumo mensal mínimo, uma vez que o valor é traduzido em minutos), que varia entre os €5 e os €100, conforme a seguinte tabela:

Consumo mensal MínimoMinutos incluídosPreço por minutoPreço por SMS
€5,0017m€0,29€0,15
€12,0066m€0,19€0,15
€25,00150m€0,17€0,10
€37,00250m€0,15€0,10
€50,00450m€0,11€0,095
€100,001000m€0,10€0,095

Comparação

Comparando com outros tarifários low-cost (como é o caso da Uzo, Rede4 ou Vodafone Directo), vemos que dificilmente compensa.

Nas redes low-cost, sem carregamentos obrigatórios temos chamadas a €0,16/minuto e SMS a €0,08/mensagem. Para superarmos este valor teríamos de subscrever o plano de €25/mensais da Euphony (que tem os SMS bem mais caros).

Ainda nas redes low-cost, caso decidamos pagar €15/mês temos chamadas a €0,12/minuto e SMS a €0,06/mensagem. Na Euphony algo semelhante implicaria despender €50/mês e mesmo assim os SMS ainda seriam mais caros.

Em suma, a não ser que fale mais do que 450 minutos/mês (ou 225: é possível repartir os minutos entre dois cartões), mais vale ficar por uma das operadoras já existentes.