Os produtos de marca branca trazem poupanças significativas nas compras de supermercado e são já a escolha de muitas muitas famílias. Contudo existem pessoas que ainda mostram algumas reticências. Neste artigo fazemos as contas e mostramos a diferença de preço de alguns produtos de marcas brancas e marcas original.

Pedro Pais é o fundador do financaspessoais.pt e do forumfinancas.pt. O Pedro é um dos maiores promotores de literacia financeira em Portugal contribuindo com centenas de artigos, ferramentas e simuladores que ajudam as pessoas a poupar, a investir ou a decifrar os mistérios da fiscalidade.

Hoje em dia não há hipermercado que se preze que não tenha um conjunto variado de marcas de distribuição (por vezes chamadas de marcas brancas), que cobrem produtos tão variados como detergentes, papel higiénico ou géneros alimentícios. A particularidade dos produtos de marcas de distribuição é que são imensamente mais baratos e, em muitos casos, a diferença de qualidade é inexistente ou insignificante.

Ainda que as vantagens dos referidos produtos sejam evidentes, há quem ainda se oponha à sua compra, essencialmente por desconfiança quanto à qualidade e status associado.

Quanto à qualidade, posso afirmar por experiência própria que na grande parte dos casos não há diferenças significativas, e certos produtos até são melhores que marcas consagradas, isto já para não falar que quase todos estes produtos têm a máxima “100% satisfeito ou devolvemos o seu dinheiro”. Já quanto ao status…, pode ser que com as contas que lhe vou mostrar passe a pensar que mais vale dinheiro no bolso.

As contas

Para mostrar o potencial de poupança que existe na compra de marcas de distribuição, fiz um pequeno exercício para perceber qual seria a diferença entre comprar um cabaz de marcas conhecidas e um cabaz de marcas de distribuição. Neste exercício só analisei guardanapos, papel higiénico, detergente para a loiça, sabonete e bolachas. E foi este o resultado:

Cabaz comparativo entre marcas distribuição e marcas conhecidas

Neste pequeno cabaz, o valor gasto nas marcas conhecidas é €219,62 e nas marcas de distribuição é de €122,50, uma diferença de €97,12. É evidente que dependendo das escolhas concretas a diferença pode ser menor ou maior, mas é evidente que o potencial de poupança com as marcas de distribuição é enorme – neste exemplo “poupámos” quase € 100, agora imagine as centenas de euros que poderá poupar se adoptar esta solução para muitos mais produtos.

Partilhe connosco: se já usa marcas de distribuição diga-nos quanto é que acha que poupa ao fim de um ano; se [ainda] não usa marcas de distribuição, diga-nos o porquê.

Já agora! Aproveitamos para partilhar consigo o artigo “Compensa comprar em maiores quantidades?”