Carreira e Negócios

Simulador de Salário Líquido 2020

O simulador de salário líquido 2020 ajuda-o a saber quanto vai receber na conta bancária no final do mês.

Sofia Serrano Sofia Serrano | 148 Comentários

O Simulador de Salário Líquido 2020 vai permitir-lhe calcular o seu vencimento e saber quanto vai receber, este ano, já com descontos.

Calcule qual será o seu salário líquido, com base nas novas tabelas de retenção na fonte (só disponíveis para o Continente) e compare com o seu rendimento actual.

Dados para a simulação

Agregado familiar
Rendimentos
%
Subsídio Refeição

Resultado da simulação

Sem dados
Insira valores acima para ver os resultados da simulação
Erro de processamento

Rendimento tributável {[{ result.tributavel | currency: '€' }]}
Retribuição extra +{[{ input.extra | currency: '€' }]}
Duodécimos +{[{ result.subsidios | currency: '€' }]}
Subs. de alimentação Subs. de alimentação (parte não tributada) +{[{ result.subsidio_refeicao | currency: '€' }]}
Outros rendimentos não tributáveis +{[{ input.outros_isentos | currency: '€' }]}
Taxa retenção irs (rendimentos) {[{ result.taxa * 100 | number: '2' }]}%
Taxa retenção irs (duodécimos) {[{ result.taxa_de_duodecimos * 100 | number: '2' }]}%
Retenção irs (rendimentos{[{ result.duodecimos_retencao > 0 ? ' + duodécimos' : '' }]}) -{[{ result.retencao| currency: '€' }]}
Retenção retribuição (ret. extra) -{[{ result.retencao_extra| currency: '€' }]}
Contribuição para Segurança Social -{[{ result.seg_social | currency: '€' }]}
Vencimento líquido {[{ result.valor_liquido | currency: '€' }]}
Custo total para a empresa {[{ result.custo_total_empresa | currency: '€' }]}
Tabela de Retenção na fonte: {[{ input.localizacao.descricao }]}
Situação: {[{ input.situacao.descricao }]} - Deficiente
Remuneração Mensal Número de dependentes
{[{ dep.descricao }]}
até {[{ linha.max | currency : '€' }]} mais de {[{ linha.min | currency : '€' }]} {[{ linha[dep.numero] * 100 | number : '2' }]}%

Garanta o preenchimento correto de todos os campos abaixo para o cálculo correto do seu Salário Líquido 2020.

Esta ferramenta pode ser utilizada por funcionários do sector público e privado e tem em conta a contribuição para a Segurança Social, bem como o pagamento em duodécimos dos subsídios de férias e de Natal.  

O que precisa de saber para simular o Salário Líquido? 

  • Qual o seu salário base
  • Situação matrimonial
  • Número de dependentes; 
  • Como vai receber os seus subsídios de Natal e Férias (por inteiro ou duodécimos e no segundo caso se são os dois subsídio em duodécimos); 
  • Valor subsídio de refeição e como o vai receber (remuneração ou numerário) 

Nota: Não se esqueça de que é importante referir o número de dias recebidos. Se receber uma proposta a tempo parcial e só trabalhar 3 dias por semana, só receberá subsídio de refeição pelos dias trabalhados. 

Fazer as contas ao seu Salário Líquido anualmente é tão fundamental como renegociar os seus créditos, serviços e prestações. Assim esperamos que esta ferramenta o ajude no planeamento das suas finanças pessoais e da sua poupança.

Como calcular o Salário Líquido sozinho?

O Salário Líquido é o montante do seu vencimento bruto que vai receber após as deduções das contribuições e impostos.

Para saber quanto vai ter na sua conta ao final de cada mês, vai ter de calcular a diferença entre o seu salário bruto e os descontos para Segurança Social e de IRS.

Salário líquido = salário bruto - descontos de segurança social - descontos de IRS

Assim, para calcular o seu vencimento líquido sozinho deve saber qual o seu escalão nas tabelas de retenção de IRS 2020, bem como o valor que vai deduzir para a segurança social, que corresponde a 11% do seu vencimento bruto.

O subsídio de refeição é um valor somado ao valor líquido, mas também pode estar sujeito a deduções. Assim, deverá saber qual o valor do mesmo, bem como o meio em que vai receber (cartão ou remuneração).

Outras ferramentas Doutor Finanças:

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

169 comentários em “Simulador de Salário Líquido 2020

  1. Bom dia
    Gostaria de saber se o pagamento referente a banco de horas soma ao salário base para obter a taxa de IRS?
    por exemplo a taxa de 900€ é de 10,4, se pagaram 50€ de banco de horas, passa assim a 950€ e a taxa aplicável é de 11,6%
    Visto que no ano transacto saiu uma lei que a taxa de irs aplicável às horas extras seria a mesma do valor base.
    Obrigada

    1. Olá, Aida.

      A legislação parece-me omissa a esse respeito. Se é verdade que o nº5 do artigo 99º-C do Código do IRS refere que o trabalho suplementar é objeto de retenção autónoma, também não é menos verdade que o Código do Trabalho distingue Trabalho Suplementar (artigos 226º e seguintes) do Banco de Horas (artigos 208º e seguintes).

      Pelo que me parece que, embora pessoalmente concorde com a tributação autónoma, há alguma abertura à interpretação de que deve ser englobado para efeitos de cálculo de retenção na fonte.

      Em qualquer caso não será prejudicada – o acerto de contas é sempre feito no ano seguinte, ao submeter a declaração de IRS. Na eventualidade de ter sofrido mais retenção na fonte do que o necessário, será reembolsada da diferença…

  2. Boa Noite,

    Tenho uma duvida acerca dos subsidios de férias e Natal. Num contrato de trabalho com rendimento bruto anual de 20 000€ pago em 14 meses, os subsidios sao contabilizados ou devo deixar sem subsidios na simulaçao?

    Desde ja agradeço o esclarecimento

    1. Olá, João.

      Se recebe os subsídios de férias e de natal separadamente (13º e 14º mês) então deve indicar que não recebe os subsídios em duodécimos)

  3. Boa tarde gostaria de saber num salário base de 766 + 115 de subsidio de alimentação + 114 subsidio de turno e 189 subsídio de transporte =1193 e com penhora recebi 625 gostaria de saber se está correto… Obrigado

    1. Olá, Nuno.

      De acordo com o artigo 738º do Código do Processo Civil são impenhoráveis dois terços da parte líquida dos vencimentos, salários, etc. até um máximo de 3 salários mínimos nacionais e desde que seja garantido o salário mínimo ao trabalhador. A menos que se trate de penhora referente a pensão de alimentos, caso em que a penhora pode ir até ao valor da pensão social do regime não contributivo.

      Ou seja, se essa penhora diz respeito a uma pensão de alimentos que deixou de pagar, parece-me correto. Senão, parece-me que lhe estão a penhorar mais do que 1/3 do salário, o que não é correto – nesse caso recomendo contactarem o gestor da penhora o mais depressa possível para esclarecer a situação.

  4. Boa noite,

    Sou da Madeira a cumprir um estágio numa instituição financeira.

    1ª Pergunta: Terei que descontar para a SS? Já me disseram que não.
    2ª Pergunta: O salário base é 800 euros brutos, com S.A. de 11.32eur/dia. Quanto dá em Líquido, recebendo no cartão ou recebendo no vencimento?

    P.S. Fiz a simulação mas queria que tivesse em conta que não recebo subsídio de férias, como é obvio pelo que não tenho a certeza se o simulador prevê estas situações.

    Encontro-me de facto num dilema em relação à diferença recebida pelo cartão refeição ou vencimento.

    Muito obrigado,
    Um grande abraço.

    1. Olá, Francisco.

      Se o estágio for remunerado, em princípio devia descontar para a Segurança Social. Eu aconselhava-o a pedir mais esclarecimentos a quem lhe disse que não e/ou a validar essa informação junto da contactar a Segurança Social” rel=”noopener” target=”_blank”>Segurança Social…

      Relativamente à questão do subsídio de alimentação, este está isento de IRS até ao valor de 4,77€. De acordo com o artigo 2º do Código do IRS, quando este for atribuído através de vale de refeição (entre os quais se consideram os cartões refeição) então esse limite é subido em 60% para os 7,63€.

      Por esse motivo muita gente prefere receber o subsídio de alimentação em vale de refeição ou cartão, para pagar um pouco menos de IRS.

      Relativamente às férias, o simulador não as considera. Basta que deixe estar a opção de que não recebe os subsídios em duodécimos.

  5. Boa Tarde

    Na calculadora so faz o calculo mensal mas se trabalhar-mos só 14 dias não conseguimos fazer a simulação o valor so da para o mes completo!!

    Obrigada

    1. Olá, Anabela.

      A calculadora funciona para qualquer período trabalhado. A única coisa em que o número de dias trabalhado tem impacto é o subsídio de alimentação e este permite indicar o número de dias.

      Se continua a achar que algo está mal, pode ilustrar com um exemplo concreto, por favor?

  6. Boa noite. A minha situação é ” nao casada com 1 depende) na tabela de retenção na fonte, 1000€ devia descontar apenas 8.20% mas, no simulador, estou a descontar 11%… podem ajudar? Obrigada

    1. Olá, Patrícia.

      Fiz uma simulação para Portugal Continental, na situação de Não casado, com 1 dependente, sem incapacidades nem deficiências e com o vencimento base de 1000€, 0€ em todos os outros campos, contribuição para a Segurança Social à taxa de 11% e sem subsídio de refeição nem subsídios pagos em duodécimos e obtive uma taxa de retenção na fonte de 8,2%, como refere.

      Será que se enganou a preencher algum dos campos?

  7. Olá, Paulo!
    Ganho 900€ brutos + 6 por dia de alimentação (num mês com 23 dias úteis) e 68,18 de subsídio de férias. A empresa está a descontar 99€ de segurança social + 148€ do IRS (13,50%) + 138€ do que chamam “Desconto Espécie” (penso que seja do Subsídio de alimentação, mas não percebo o motivo…). Depois, com relação ao subsídio de férias citado acima, desconta mais 7,5€ (Segurança Social) + 7€ (IRS 10.40).

    O que me sobra são 200 euros a menos! É mesmo isso? Fiz a simulação e não soube bem onde inserir esse subsídio de férias… Mas de todas as hipóteses da simulação, o valor total dá a mais do que realmente recebo.

    Muito obrigada pela ajuda desde já!

    1. Olá, Maria.

      Esse tipo de esclarecimentos é sempre de pedir junto dos recursos humanos da empresa, mas será que está a receber o subsídio de alimentação em cartão? É frequente, nestes casos, aparecer um crédito no recibo de vencimento e um débito (correspondente ao crédito no cartão – portanto recebe esse valor no cartão, não na transferência bancária do resto do vencimento).

      Quanto ao subsídio de férias, está a receber por duodécimos, é isso? A calculadora tem uma opção para isso. No entanto, 1/12 de 900€ são 75€ e não 68,18€. Será que não começou a trabalhar no início do ano?

      (Em qualquer caso, mais uma vez, os seus RH são quem melhor lhe pode esclarecer esse tipo de dúvidas).

  8. Acho que os valores acima referidos não estão correctos no meu caso, Sou professor na função pública com mais de 40 anos de serviço e 63 de idade e 6 meses, e ao introduzir os meus dados no simulador estatal, diz que me falta 2 anos e 2 meses para me reformar. Nesta data com penalizações tenho direito a 1.750 € ( diz ter uma penalização de 30,5 % ) e no término do tempo serviço total e idade ( Novembro de 2022 ) dá 2.540 €, o meu vencimento bruto é de 3,370 €. A questão é saber se os valores do simulador estatal são líquidos ou ilíquidos. Cordiais cumprimentos

    1. Olá, Reinaldo.

      Não percebi bem a sua questão. Parece-me estar a referir-se a uma simulação de reforma. No entanto, esta página tem um simulador para o salário líquido (isto é, a quanto o seu salário está sujeito de retenção da fonte para efeitos de IRS e de contribuição para a Segurança Social). É que nem vejo como é que poderia querer comparar estes resultados…

  9. Boa tarde,
    Questiono se têm disponível simulador salário liquido 2020, em excel? Já com as tabelas de irs devidamente actualizadas! Tinham um simulador perfeito, mas as tabelas de irs, já não correspondem.
    Obrigado.

  10. Boa noite.
    Estou neste momento em layoff parcial a fazer 10 horas semanais. O meu salário base era de 635€ + 4,58€/dia subs. refeição + 30€ subs Caixa.. o vencimento por hora é de 3,66€. Precisava de ajuda para saber quanto terei de receber de ordenado.
    Obrigado.

    1. Olá, Eduardo.

      Essas 10h semanais são repartidas de que forma? Há algum dia em que trabalhe pelo menos 5h? Em princípio o subsídio de alimentação apenas seria devido nesses dias.

      Admitindo que trabalha apenas 2h ou 3h / dia, então diria que apenas o seu salário base entra para as contas. Não sei a que diz respeito o subsídio de Caixa, talvez se aplique também (ou não).

      Admitindo que apenas entra o salário base, e como este já é igual ao salário mínimo, então esse seria o valor a receber (dado que não pode receber menos do que o salário mínimo, mesmo em layoff). A esse valor há que descontar os 11% de contribuição para a Segurança Social.

      Recomendo consultar os recursos humanos da sua empresa para esclarecimentos adicionais.