O carro é, atualmente, uma necessidade para grande parte das famílias portuguesas. No entanto, por vezes na aquisição de uma viatura, nem sempre são tomadas as melhores decisões no que respeita ao financiamento e na escolha do carro que melhor se adequa ao nosso estilo de vida.  

Em termos de custos fixos, a prestação mensal de um automóvel é uma das variáveis que mais pesam na elaboração de um orçamento familiar. Neste artigo, vamos partilhar algumas dicas que sendo bem aplicadas, lhe podem ajudar a poupar muito na compra de uma viatura.  

Ainda que seja comum dizer-se que comprar carro e poupar dinheiro, nem sempre são sinónimos, é possível economizar algum dinheiro sim,  desde que se cumpram alguns requisitos e critérios na hora de comprar um automóvel.  

Siga estas dicas para escolher um carro para a sua família de acordo com o seu orçamento disponível:

Saiba qual o género de automóvel que pretende

Antes de partir para a compra de um carro, convém primeiro fazer uma análise profunda e rigorosa sobre a viatura que mais lhe convém.

É necessário saber dosear a motivação e encarar a realidade dos factos: será que o carro que mais lhe agradou é efectivamente aquele que pode comprar, tendo em conta o seu padrão de rendimentos? Que tipo de viatura precisa? Um todo-o-terreno, desportivo, clássico ou um monovolume?

Será que a mesma viatura pode servir para situações profissionais e de lazer? Como tenciona fazer o financiamento? E qual a relação custo-benefício de ambos os casos? Pondere todas as questões antes de tomar uma decisão.  

Faça bem as contas

A realidade financeira de cada pessoa é diferente e é com base nesta mesma realidade que deve ter em conta os vários parâmetros, na altura de adquirir uma viatura. Sabendo que o automóvel, apesar de ser considerado um acessório importante, não quer dizer que ele seja mesmo essencial. Mas se for o caso, convém efectuar muito bem os cálculos de quanto pode realmente despender mensalmente, sem com isso comprometer seriamente a sobrevivência económica da sua família.  

Consulte o mercado

Tal como na compra de casa, comprar um automóvel também exige conhecimento e estudo de mercado, acerca do modelo e funcionalidade do automóvel que se pretende comprar. Nesta situação, impõe-se que pesquise nos vários stands, incluindo os de multimarca, sobre os preços, opções de financiamento, custos com processos de abertura de crédito, etc. Navegue na internet procurando quadros comparativos entre os diversos setores automóveis. Informe-se o mais possível para não ser surpreendido.  

Negoceie, sempre!

Nada nesta vida é inegociável. Bem, quase nada. Neste caso em particular, não feche o negócio logo num primeiro momento, por mais vontade que tenha. Ao negociar tem sempre boas hipóteses de baixar ao preço inicial, tornando o negócio da compra da viatura, bom para si e também bom para o vendedor. Saiba que em alguns casos, os preço que estão marcados estão acima da média do mercado automóvel, precisamente para terem a tal margem de negociação. Daí que é sempre uma boa solução negociar sempre o preço do bem que se vai adquirir. 

Verifique promoções e ofertas (para ver se compensam!)

Informe-se bem sobre as possíveis promoções e ofertas existentes nos vários stands. Hoje em dia, muitos deles já disponibilizam preços muito competitivos e até descontos caso sejam pagos montantes como entrada inicial, que podem ser maiores se o automóvel for adquirido a pronto pagamento.

Pergunte sempre se existem condições especiais para quem tem possibilidade de dar uma entrada inicial ou em situações de pronto pagamento. Lembre-se que enquanto cliente tem também de salvaguardar os seus interesses financeiros e não tem mal nenhum em querer poupar dinheiro. E até pode ser que o vendedor, lhe apresenta outras soluções para além daquelas que são publicadas pelas marcas.

Reveja as condições de financiamento

Uma das formas de poupar dinheiro na compra de um automóvel, é decidir pela sua aquisição na modalidade pronto pagamento. Ao liquidar a totalidade do preço do carro na hora, não só fica habilitado a usufruir de condições mais vantajosas, como também evita o pagamento de juros elevados sob empréstimos que tenha contraído para a sua aquisição.

Estas situações diferem de caso para caso e tendo sempre em consideração, a realidade financeira de cada agregado familiar. E ainda que tenha a possibilidade de  pagar a viatura a pronto, não existe a obrigatoriedade de o fazer; pode ajustar as suas mensalidades com vista ao prazo acordado. É a chamada flexibilidade financeira. Aqui o importante é que o negócio efectuado sob uma destas duas condições, apresente vantagens a longo prazo.  

Se necessita de uma boa proposta para crédito automóvel, contacte-nos.

Também tem de decidir: carro usado ou novo?

Esta é a pergunta que causa grandes dúvidas. De facto, comprar um carro novo sai sempre mais dispendioso mas por outro lado as garantias de durabilidade e de qualidade são maiores. Se optar por uma carro usado (em segunda mão), certifique-se de que o mesmo se apresenta em bom estado e com garantias de funcionamento em dia.  

Comprar a um particular pode ser vantajoso?

Aqui está outra dúvida que é comum. Analisando cada uma das opções aqui nesta dica em concreto, podemos afirmar que optar pela compra do carro num stand, resulta numa maior e comprovada garantia de satisfação e de providenciação de assistência em caso de necessidade da mesma.

Isto porque a maioria dos stands coloca para venda apenas as viaturas devidamente testadas e aprovadas, embora os preços de venda ao público sejam depois ligeiramente mais elevados do que comprar o carro a um particular por exemplo. No caso das compras deste bem a particulares e apesar de aqui o risco envolvido ser maior, só é benéfico escolher esta solução caso se conheça muito bem a pessoa em questão e haja já uma relação de confiança no tempo. Aqui recomenda-se prudência, uma vez que tem de ser verificadas com mais pormenor todos os detalhes da viatura.  

Ler mais: Comprar carro usado: o que deve ter em conta?

Peça ajuda de um especialista

Ter a opinião de um entendido na matéria automóvel e que perceba deste sector em particular é uma excelente forma de se poder economizar algum dinheiro na hora da compra.

Caso seja necessário, até como forma de sentir mais confiante antes de decidir pela aquisição de uma determinada viatura, peça à pessoa que o/a acompanha neste momento importante. Esta pessoa pode conduzir o automóvel, inspecionar e estar atento ao desenvolvimento motor, averiguar do seu estado de conservação e segurança.

Para realizar uma melhor compra relembramos:

  • Defina critérios de compra que não comprometam o seu orçamento familiar.  É possível de facto poupar algum dinheiro na compra de um automóvel; 
  • É importante também que não ceda aos impulsos do momento. Compras baseadas no impulso geralmente não dão bom resultado; 
  • Atenção à habilidade comercial de alguns vendedores: estude bem antes de avançar para a compra de qualquer viatura.
  • O tempo vai encarregar-se de lhe confirmar se fez ou não um bom negócio: só com base neste item, poderá avaliar a qualidade da viatura, partindo sempre do pressuposto que uma boa negociação no início do ato de aquisição vai fazer toda a diferença no médio e longo prazo.  

Caso esteja a pensar vender o seu carro, consulte o nosso guia «Vender o carro sozinho: como conseguir um negócio seguro?».