Utilidades

Cartões de saúde: o que são e como utilizar?

Saiba aqui neste artigo, o que são os cartões de saúde, como os pode solicitar e utilizar para usufruir dos benefícios que a eles estão interligados.

Rui Aspas Rui Aspas , 1 Agosto 2019

Se está a pensar aderir a um cartão de saúde, saiba que estes trazem inúmeros benefícios associados. Permitem o acesso a cuidados de saúde a preços convencionados, tendo por isso valores bastante diferenciados aos de tabela que se encontram estabelecidos.

Podem ser usados por qualquer pessoa, não existe limite de idade, nem estão restringidos a doenças preexistentes, sendo na sua generalidade mais económicos do que os seguros de saúde, ainda que a sua abrangência de atuação possa ser menor.  

Saiba aqui neste artigo, o que são os cartões de saúde, como os pode solicitar e utilizar para usufruir dos benefícios que a eles estão interligados.  

O que são na prática, os cartões de saúde? 

Os cartões de saúde, são cartões que permitem o acesso a cuidados de saúde, sejam consultas, tratamentos e outros com desconto associado, sendo que para os utentes terem acesso a estes cuidados a preços mais acessíveis, estes mesmos cuidados têm de ser prestados pelas entidades que pertençam à rede de prestadores que o cartão de saúde agrega e contempla.

E qual o custo de aderir a um cartão de saúde? 

Na maior parte dos casos, os cartões de saúde, possuem um custo anual que pode ser dividido mensalmente, trimestralmente ou de forma semestral. Por norma, o seu custo é inferior a um seguro de saúde.

Leia ainda: 5 coisas que deve analisar antes de contratar um seguro de saúde

Então pode-se afirmar que ter um cartão de saúde é o mesmo que ter um seguro de saúde?

Não. Os cartões de Saúde e os seguros de saúde são dois produtos com características bastante distintas. 

A entidade que emite os cartões de saúde, não tem a obrigação de ser uma seguradora, já os seguros de saúde só podem ser realizados por uma companhia seguradora devidamente autorizada para o efeito.

O custo anual de um cartão de saúde é geralmente mais barato que um seguro de saúde.

Os cartões de saúde, são na sua essência, acessíveis à maior parte das pessoas onde não existem restrições por limite de idade nem avaliações com base em doenças diagnosticadas, o mesmo critério já não se aplica aos seguros de saúde.

Pode utilizar o cartão de saúde de forma imediata e sem período de carência, já os seguros de saúde têm, regra geral, um período de carência aplicável. No caso por exemplo dos partos, num seguro de saúde o período de carência é de 12 meses.

As despesas efectuadas com o cartão de saúde, fica inteiramente a cargo da pessoa que o solicita, já no caso dos seguros de saúde, e no que toca aos cuidados de saúde, a seguradora assume todos os custos realizados pelo seu titular , dependendo aqui da modalidade de seguro escolhida. 

Os cartões de saúde garantem um acesso a descontos numa rede de prestadores de serviços de saúde devidamente convencionada, sendo que o valor do desconto é efectuado em cada ato clínico. No caso dos seguros de saúde , estes podem abranger diferentes modalidades de desconto, consoante o plano contratado. 

Leia ainda: Seguro de Saúde ou Plano de Saúde: Qual a diferença?

Quem pode e deve ter acesso a um cartão de saúde?

  • Todos aqueles que desejarem recorrer aos cuidados de saúde de entidades privadas , beneficiando de valores reduzidos ; 
  • Pessoas que se encontrem numa fase muito avançada da idade; 
  • Portadores de doenças previamente diagnosticadas; 
  • Pessoas que pretendam realizar os devidos atos clínicos sem que para isso tenham de aguardar pelo fim do período de carência.

E como se pode efectuar a adesão a um cartão de saúde? 

Para solicitar a adesão a um cartão de saúde basta que seja celebrado um contrato com a entidade que o comercializa.

Nesse contrato estão todas as condições de utilização do respetivo cartão de saúde, bem como todas as redes de prestadores de serviços onde o mesmo pode ser utilizado.

Com o cartão saúde pode ter acesso aos seguintes cuidados de saúde: 

  • Tendo sempre em atenção que os cuidados a que tem direito estão dependentes da modalidade escolhida e contratada, tem acesso a cuidados de medicina geral ou especializada na rede de prestadores de serviços de saúde convencionadas; 
  • Assistência médica e enfermagem ao domicílio; 
  • Exames e tratamentos.

Claro que a adesão ao cartão de saúde e usufruto dos seus benefícios, tem muito a ver com a rede de prestadores de serviços que o mesmo convencional e integra, podendo esta rede ser de âmbito regional, local ou nacional, daí ser importante referir que, para beneficiar dos descontos, deve informar-se sobre os prestadores de saúde que o cartão abrange antes da marcação do respectivo ato clínico, tendo sempre em consideração o plano subscrito.

Cuidados a ter na adesão a um cartão de saúde

  • Saber quais as condições de utilização do cartão; 
  • Ter conhecimento das redes de prestadores de serviços e médicos que o cartão integra e saber se há acordos com as entidades da sua área de residência; 
  • Saber muito bem quais são os serviços que foram contratados e fazem parte da rede e os que estão excluídos.
  • Saber quais são os seus direitos e deveres em relação ao contrato assinado; 
  • Ler sempre de maneira muito atenta todos os detalhes que o contrato contempla.

Ter um cartão de saúde pode ajudar a poupar algum dinheiro na hora de solicitar o seu acesso, no entanto, convém sempre estar devidamente informado sobre todas as condicionantes e vantagens que o mesmo possa trazer.  

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #cartões de saude

Deixar uma resposta