Sabia que hoje é o Dia do Elogio? Aproveite para não poupar, pelo menos em elogios, e faça o dia de alguém ao oferecer um postal!

A ADN Solidário criou 15 postais para poder entregar elogios a quem quiser. Reserve uns minutinhos do seu dia para elogiar os seus filhos, companheiros, amigos, colegas, patudos e até a si próprio! Hoje, faça o favor de espalhar a sua magia! Aliás, hoje e sempre. 🙂

Se há coisa que faz bem à nossa saúde é ser elogiado e elogiar.

De facto tanto os destinatários de um elogio como os seus emissores podem beneficiar deste elixir para alma!

O elogio “(…) contribui para o bem-estar afectivo, (…) e desenvolvimento pessoal, sendo “(…) vital para um bom clima familiar (…)”.

Mais, atenção senhoras e senhores chefes de equipa, o elogio é determinante também para o sucesso profissional e bom ambiente organizacional. E é de graça, pelo que não há desculpas orçamentais.

Ora bem, e como é que isto funciona? O que é que acontece dentro do nosso corpo que nos faz sentir tão bem quando somos elogiados ou elogiamos?

Elogiar acciona no outro o famoso quarteto da felicidade – a serotonina, a endorfina, a dopamina e a oxitocina. Após recebermos um elogio, estas hormonas vaidosonas entram em acção e o nosso coração (agora em sentido figurado!) enche-se de alegria e satisfação.

Por sua vez, ao vermos feliz a pessoa que elogiámos, ficamos orgulhosos da nossa generosidade e lá entra em acção o quarteto maravilha, instalando-se um bem-estar incrível.

Concretizando, as vantagens da arte de elogiar são:

  1. Aumenta a auto-estima e a resistência emocional, reduzindo stress;
  2. Tem efeito educacional uma vez que leva a mudanças comportamentais positivas.
  3. Aumenta a motivação e a produtividade.
  4. Mais interessante ainda é que não precisamos de ser peritos em elogio, mas somente genuínos.

No entanto, deixamos aqui umas dicas só para o caso de andarem um pouco esquecidos:

  1. Elogiem na hora, pois é muito mais eficaz.
  2. Entreguem o vosso elogio pessoalmente, olhos nos olhos!
  3. Concentrem-se mais na valorização do processo e não tanto no resultado.
  4. Sejam claros e específicos sobre a atitude ou competência que estão a elogiar.
  5. Falem sobre o impacto que esse comportamento causou.

O elogio é um pequeno presente de amor, pelo que não se esqueça de o entregar também a si mesmo! Auto elogie-se, pois se não gostarmos de nós, quem gostará?

E se receber elogios, agradeça.

Bons elogios!

Fontes: Portal Angels; Oficina da Psicologia.