Vida e família

Short Renting ou Night Swap: As novas formas de alojamento para férias

Conheça neste artigo o que são estes conceitos, como pode poupar com a sua utilização e os cuidados a ter.

Rui Aspas Rui Aspas , 14 Agosto 2019

Short RentingNight Swap ou Home Swap são termos estranhos para si? Saiba que estes três novos conceitos estão na moda no que toca a férias e pela poupança de tempo e dinheiro que permitem a quem usufrui das mesmas. No entanto, é necessário ter alguns cuidados caso opte por fazer as suas férias, utilizando um destes meios.  

O que significa este novo conceito

A lógica do aparecimento destes conceitos excluem qualquer troca monetária implícita sendo que a transmissão de mensagem é simples: passar férias na casa de alguém e esse alguém passar férias na sua.  

Os membros que usufruem destes programas têm de efectuar um registo nos sites especializados para o efeito, pagando uma anuidade ou uma mensalidade, e quando manifestam o interesse numa permuta específica, contactam os membros através de mensagens, acordando as datas e a troca pretendida.  

Este processo tem em conta fatores que podem contribuir para o sucesso desta forma de poupar nas férias como: a localização da casa, acessibilidades, oferta turística da região. 

Em Portugal a adesão que se está a fazer a estes diferentes conceitos de troca de casa ainda está em níveis bastante reduzidos, uma vez que ainda reina muita desconfiança, mas claramente que se tratam de novos meios de mobilidade e alojamento em férias com pernas para andar. 

Processed with VSCOcam with f2 preset

Home Swap

No programa Home Swap (troca de casa, em inglês), os membros têm acesso, não apenas às características do imóvel do qual pretendem usufruir nas férias, como também como a idade e a profissão, bem como qual é o seu destino de eleição, facilitando o processo de filtragem existente.  

Home Swap permite que se viaje com orçamentos reduzidos, uma vez que neste caso o alojamento torna-se uma despesa a menos a considerar. Este programa está mais presente na Europa e na América e a crescer.

Night Swapping

Outro conceito relacionado com estas práticas de poupança nas férias, no que se refere ao alojamento, está relacionado com o Night Swapping, ou seja, troca de noites para estadia.

Este programa conta já com perto de 180 mil membros e visitantes em cerca de 160 países

A proposta lançada por esta plataforma é a possibilidade de estadia num quarto como hóspede presente ou então numa casa vazia sem ter a necessidade de dar a sua em troca. Pode alojar-se sem qualquer custo monetário, traduzindo-se essa espécie de contrapartida no número de noites a acordar com o proprietário, isto é, cada vez que um usuário participante deste processo abriga um hóspede visitante, está a acrescentar uma noite na sua carteira virtual, num género de crédito de alojamento que o membro pode depois trocar pela estadia de noites em qualquer casa da rede, desde que a mesma se encontre disponível na plataforma. 

Este programa é diferente do Home Swap, pois não está efectivamente a trocar de casa e tem créditos de noites a serem gozadas noutro alojamento. Contudo acordar as datas para as quais desejem fazer essa troca, no Night Swapping, já não é assim: se por exemplo tiver na sua carteira virtual cinco noites mas pretender ficar seis, existe a opção de requisitar uma noite extra e o preço é indicado no anúncio.  

A  principal atratividade relacionada com estes conceitos prende-se com a proximidade com os anfitriões locais do sítio para onde se viaja, tendo sempre em consideração que na atualidade a poupança através do low cost permite que se ajustem as viagens ao orçamento disponível para as férias. 

Quais os cuidados a ter?

Pode haver algumas desvantagens que não encontra em alojamento local ou hotéis, como serviço de quartos e de limpeza, apesar de as plataformas estarem preparadas para requisição dos serviços, mediante o pagamento de uma taxa.  

Se ficou interessado em experimentar um destes programas, tenha cuidados importantes a ter:  

  • Da parte de quem aluga e de quem pretende alugar, é muito importante que exista o máximo de sinceridade possível;
  • É fundamental averiguar se o perfil de quem anuncia corresponde efectivamente à realidade e com isso analisar a conta para onde vai ser efectuada a transferência do valor;
  • Ter em consideração as chamadas de atenção tanto das entidades que fazem queixa como também dos próprios sites;
  • Comunicar ao máximo com o interlocutor, quer seja em caso de troca ou até aluguer, de modo a que não se verifiquem situações desagradáveis ou que prejudiquem ambas as partes;
  • Não focar o contacto apenas numa troca de emails. 

Outras opções

Existem em alguns sites com contratos modelo que definem as condições acordadas, havendo a possibilidade de se combinarem depósitos de garantia, como forma de prevenir eventuais imprevistos ou acidentes que possam ocorrer e no caso o proprietário ser reembolsado.  

Em cada uma das plataformas, confirme os termos e condições e compare preços para poder ter a melhor proposta que se adequa.  

Se no entanto pretender um aluguer de curta duração, relacionado com o padrão de mercado standard, pode escolher entre as seguintes opções:  

AirBnB: com oferta em 191 países e o fator preço continua a ser preponderante na escolha por este meio. Tome-se como exemplo uma noite na cidade de Barcelona, onde pode conseguir apartamentos por menos de 45 euros por noite para uma família de 4 pessoas.  

Home Away: líder mundial no aluguer de casas de férias, este site conta já com milhões de anúncios, sendo que a oferta neste caso chega aos quatro cantos do mundo, acompanhadas pelos comentários sempre de grande utilidade de quem já experimentou este conceito, funcionando como um barómetro importante no que diz respeito à casa em questão, bairro, cidade ou vila.  

Wimdu: esta plataforma dispõe de cerca de 350 ofertas na Europa, EUA e Austrália; os preços são em média 30% abaixo dos que são praticados por um hotel ( segundo dados presentes no site), sendo que as propriedades expostas, são alvo de visitas prévias da equipa da Wimdu para que o hóspede se sinta descansado relativamente ao que reservou.  

Poupar no alojamento de férias depende muito de trabalho de pesquisa e comparação de preços. Pense também nestas alternativas para ter o melhor preço e aproveite bem os dias de descanso!  

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #alojamento para férias,
  • #night swap,
  • #short renting

Deixar uma resposta