Uma das melhores formas de se começar a poupar algum dinheiro é entender onde e quando gastamos mais. Com ajuda desta calculadora de despesas fique a conhecer as suas finanças ao pormenor.

Por vezes, existe uma noção tácita do onde e do quando, mas não há nada melhor do que apontar detalhadamente (e não obsessivamente) as despesas diárias. Para facilitar essa tarefa existem dezenas de ferramentas disponíveis, começando pela muito útil folha de cálculo, altamente configurável. Para facilitar esta tarefa disponibilizamos uma calculadora de despesas que me chegou por email.

Esta calculadora de despesas não é mais do que uma folha de Excel, com várias categorias de despesas e receitas, que o vai ajudar nestes primeiros passos ou servir de modelo para algo mais avançado que necessite. Ao mesmo tempo, tomámos a liberdade de lhe adicionar uns gráficos, estes vão ajudá-lo a ter uma noção gráfica e temporal da evolução dos seus gastos.

A ideia é essencialmente entender onde gasta demasiado, para que entenda o potencial de poupança que têm à sua disposição. Muitas vezes, pequenos gestos como renegociar o contrato de telecomunicações ou cortar nas refeições fora representam grandes poupanças, que sem esta análise não seriam possíveis.

Se achar que fazer esta gestão financeira numa folha de Excel toma demasiado do seu tempo ou que é um exercício mais complexo do que gostaria, pode sempre experimentar o Boonzi, uma aplicação portuguesa que o ajuda a gerir as suas finanças, enquanto planeia também o seu futuro. 🙂

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe uma resposta

Insira o seu nome

Insira um email válido

100 comentários em “Calculadora de despesas
  1. Como funciona o Boonzi ?
    Quais os resultados,? Gostava de ter informações através de contato telefônico de possível

    Obrigada

  2. somos duas pessoas que vendemos em 2019 a nossa casa de agregado familiar e em 2020 a de um dos conjuges
    queremos saber se na compra da nossa casa este ano 2020 podemos usar ambas as mais valias das casas vendidas.
    e se sim se podemos usar um valor na aqusicao e outro nas obras a efectuar nessa nova casa.
    Obrigada

    1. Olá, Cristina.

      Podem usar o dinheiro como entenderem. Presumo que a sua questão seja se é relevante para efeitos fiscais?

      A isenção de tributação prevista no nº5 do artigo 10º do Código do IRS apenas é aplicável quando o imóvel vendido e o novo imóvel se destinavam à habitação própria e permanente.
      Se a casa vendida em 2019 era a vossa HPP suponho que a vendida em 2020 não o fosse? (ou vice versa).

      Ambas as vendas terão de ser declaradas no quadro 4 do anexo G (cada uma no ano correspondente ao da venda, claro). A casa que era dos dois pode ser declarada numa única linha, de acordo com a ajuda ao preenchimento do quadro 4.
      No ano em que for declarada a venda da HPP então devem ainda declarar no quadro 5 a intenção de reinvestir noutro imóvel destinado a HPP.

      De acordo com várias informações vinculativas prestadas pelas Finanças, sim, pode-se reinvestir o dinheiro na compra e em obras. A única coisa que não conta como reinvestimento é o valor pedido ao banco, se for o caso.

  3. Olá boa noite, descobri o seu blog quando procurava um novo modelo de calculadora de despesas para utilizar este ano, será que me pode enviar o ficheiro desprotegido para que possa efectuar modificações de forma a ajustar a tabela às minhas necessidades pessoais? o meu e-mail é vestamagick@hotmail.com. Obrigada.
    Andrea