PPR SGF Doutor Finanças

Invista no amanhã!
Ponha o dinheiro a trabalhar por si

Comece hoje a planear o seu futuro com o Plano Poupança Reforma

Como vamos ajudar?

Ajudamos a preparar a sua reforma

Vivemos cada vez mais e chegamos à idade da reforma cada vez mais tarde. Por mais distante que possa parecer, devemos preparar este período para o podermos viver com a melhor qualidade possível. Há muitas opções. O Doutor Finanças, cuja missão passa por ajudar as pessoas a tomar melhores decisões para o seu bem-estar financeiro, é agora também um mediador para uma solução que põe o nosso dinheiro a crescer.

O PPR SGF Doutor Finanças é um produto desenhado para ajudar neste objetivo. Este Plano de Poupança Reforma foi desenhado com a ajuda da Dolat Capital, consultora de investimentos, e a sua gestão está a cargo da SGF. Antes de avançar é fundamental que perceba o que é o produto e como o deve usar.

Como vamos ajudar?

Ajudamos a preparar a sua reforma

Vivemos cada vez mais e chegamos à idade da reforma cada vez mais tarde. Por mais distante que possa parecer, devemos preparar este período para o podermos viver com a melhor qualidade possível. Há muitas opções. O Doutor Finanças, cuja missão passa por ajudar as pessoas a tomar melhores decisões para o seu bem-estar financeiro, é agora também um mediador para uma solução que põe o nosso dinheiro a crescer.

O PPR SGF Doutor Finanças é um produto desenhado para ajudar neste objetivo. Este Plano de Poupança Reforma foi desenhado com a ajuda da Dolat Capital, consultora de investimentos, e a sua gestão está a cargo da SGF. Antes de avançar é fundamental que perceba o que é o produto e como o deve usar.

A quem se destina

O Fundo destina-se a investidores que lidam bem com o risco.

Numa escala de 1 a 7, o PPR SGF Doutor Finanças, está classificado com um 5, o que significa que está entre os fundos com um potencial de remuneração elevada. O PPR não tem capital garantido, o que significa que pode haver perdas.

O fundo é composto por três classes de ativos (ações, obrigações e matérias-primas), com uma diversidade de ativos elevada (são mais de 10.000 ativos).

Assim, o fundo destina-se a investidores focados no forte crescimento de capital e com uma tolerância elevada às oscilações do mercado.

A quem se destina

O Fundo destina-se a investidores que lidam bem com o risco.

Numa escala de 1 a 7, o PPR SGF Doutor Finanças, está classificado com um 5, o que significa que está entre os fundos com um potencial de remuneração elevada. O PPR não tem capital garantido, o que significa que pode haver perdas.

O fundo é composto por três classes de ativos (ações, obrigações e matérias-primas), com uma diversidade de ativos elevada (são mais de 10.000 ativos).

Assim, o fundo destina-se a investidores focados no forte crescimento de capital e com uma tolerância elevada às oscilações do mercado.

Composição da carteira do produto

O Fundo PPR SGF Doutor Finanças é composto por três classes de ativos (ações, obrigações e matérias-primas), com um grau de diversificação extremamente elevado (são mais de 10.000 títulos diferentes). A componente acionista pode oscilar entre 75% e 90%, e as componentes obrigacionista e de matérias-primas, poderão oscilar entre 0% e 20%.

Documento informativo do PPR SGF Doutor Finanças

Apresentação do PPR; natureza dos ativos que constituem o património do fundo; riscos financeiros associados; perfil de risco; benefícios; modalidades de subscrição e reembolso; estrutura de comissões; reclamações, transferência, resolução e renúncia e outras informações.

Faça download do PDF
Regulamento de Gestão

Documento que regula e define as condições de comercialização do fundo, nomeadamente, a adesão ao fundo e a subscrição de unidades de participação, a política de investimentos, o comissionamento, as condições de reembolso e transferência, a resolução e a renúncia do contrato.

Faça download do PDF
Composição da carteira do produto

O Fundo PPR SGF Doutor Finanças é composto por três classes de ativos (ações, obrigações e matérias-primas), com um grau de diversificação extremamente elevado (são mais de 10.000 títulos diferentes). A componente acionista pode oscilar entre 75% e 90%, e as componentes obrigacionista e de matérias-primas, poderão oscilar entre 0% e 20%.

Documento informativo do PPR SGF Doutor Finanças

Apresentação do PPR; natureza dos ativos que constituem o património do fundo; riscos financeiros associados; perfil de risco; benefícios; modalidades de subscrição e reembolso; estrutura de comissões; reclamações, transferência, resolução e renúncia e outras informações.

Faça download do PDF
Regulamento de Gestão

Documento que regula e define as condições de comercialização do fundo, nomeadamente, a adesão ao fundo e a subscrição de unidades de participação, a política de investimentos, o comissionamento, as condições de reembolso e transferência, a resolução e a renúncia do contrato.

Faça download do PDF

FORMULÁRIO DE CONTACTO

Não fique a ver o seu dinheiro parado. Comece hoje a preparar o amanhã

Invista já no seu futuro!

O nome é necessário O nome não é válido Apenas são suportados nomes com até 120 caracteres
O email é necessário O email não é válido Apenas são suportados email com até 100 caracteres

Este website está protegido pelo reCAPTCHA e a Política de privacidade e Termos de serviço do Google aplicam-se.

Invista já no seu futuro!

Perguntas frequentes

Tem dúvidas sobre o PPR SGF Doutor Finanças? Veja as respostas que preparámos para si. Aconselhamos também que faça o download dos documentos com a informação sobre o Plano Poupança Reforma (PPR), que se encontram mais acima na página.
Caso fique com alguma dúvida, preencha o formulário acima, indique-nos as suas questões e um especialista entrará em contacto consigo.

01

Quanto custa subscrever o PPR SGF Doutor Finanças?

A subscrição do PPR SGF Doutor Finanças tem os seguintes custos associados: 

  • Comissão de Gestão Fixa:  0,92% ao ano, calculada diariamente sobre o valor ilíquido do Fundo; 
  • Comissão de Depósito: no máximo de 0,08% ao ano, da Carteira de Títulos; 
  • Comissão de Gestão Variável: 10% a incidir sobre a valorização do fundo em cada ano, após deduzidos todos os custos incluindo a comissão de gestão fixa; 
  • Comissão de Subscrição: 0%;  
  • Comissão de Reembolso: máximo de 1%, aplicado ao valor das Unidades de Participação reembolsadas no primeiro ano do contrato. Nos reembolsos enquadráveis nas condições previstas nas alíneas a) a h) em Benefícios (ver Documento Informativo), esta comissão não será aplicada.
    ; 
  • Comissão de Transferência: 0% 

02

Há investimento mínimo e máximo?

As subscrições iniciais terão um valor mínimo de 500€, salvo quando o Participante for menor de idade, situação, em que o valor mínimo será de 50€. Posteriores subscrições terão um valor mínimo de 100€, salvo subscrições por SDD cujo mínimo será de 50€. 

03

Quantos dias até à efetivação da subscrição?

Segundo o regulamento de gestão: “as subscrições serão efetuadas ao valor da Unidade de Participação do dia útil em que o pedido esteja completo, sendo, deste modo, desconhecido o valor da Unidade de Participação a que serão efetuadas. Processos completos após as 16h passarão para o dia útil seguinte.  

O processo estará completo quando o investidor tiver:  

  1. Entregue a Proposta de Subscrição ou o Formulário de Reforço, consoante a situação, preenchido e assinado;  
  2. Apresentado os documentos previstos na Proposta de Subscrição ou no Formulário de Reforço, consoante a situação;  
  3. Entregue o valor em numerário à Entidade Gestora ou caso a modalidade de pagamento escolhida pelo Investidor tenha sido Transferência Bancária ou Débito em Conta ou se o montante for proveniente de outro PPR, o valor tenha dado entrada na conta da Entidade Gestora”.  

04

Quais as classes de ativos onde o PPR SGF Doutor Finanças poderá investir?

A carteira do PPR SGF Doutor Finanças poderá ter exposição às seguintes classes de ativos financeiros: 

Ações Globais (peso alvo de 78,4%): esta componente permite obter o crescimento do capital investido no médio e longo-prazo, através da exposição a grandes e médias empresas em países desenvolvidos e emergentes, bem como aos principais setores da atividade económica, nomeadamente:  tecnologia, financeiras, saúde, consumo, empresas industriais. 

Obrigações Globais (peso alvo de 9,8%): esta componente tem como função principal a estabilidade da carteira, incluindo o investimento em obrigações de governos, entidades supranacionais e empresas. A qualidade creditícia desta componente é elevada (AA-).  

Matérias-Primas (peso alvo de 9,8%): esta componente tem como funções principais a proteção e a diversificação da carteira, através do investimento em setores como energia, metais preciosos, metais industriais, mercadorias agrícolas. 

 Liquidez (peso alvo de 2%)  

Consultar o regulamento de gestão do fundo para obter mais detalhes sobre a política de investimentos. 

05

Qual a rendibilidade esperada do PPR?

Relativamente ao PPR SGF Doutor Finanças, a rendibilidade anual esperada futura encontra-se num intervalo entre 7% e 9%, com um perfil de risco associado de 5, numa escala de 1 (mínimo) a 7 (máximo).  

Esta expectativa de rendibilidade baseia-se num conjunto de cálculos utilizando o modelo de monte-carlo, onde são realizadas 10.000 simulações de desempenho esperado no futuro. 

Sublinhamos que rendibilidades passadas não constituem garantia de rendibilidades futuras e que o PPR não garante o capital. 

06

Qual o grau de risco?

O Fundo destina-se a investidores com enfoque no crescimento de capital e uma tolerância elevada a oscilações do valor das Unidades de Participação, nomeadamente a investidores com um perfil de risco igual ou superior a 5, numa escala de 1 a 7, onde 1 representa baixo risco e remuneração potencialmente baixa e 7 representa elevada risco e    remuneração potencialmente mais elevada.    

Consultar o regulamento de gestão para obter mais detalhes sobre a política de investimentos 

07

Qual é o período mínimo de investimento aconselhado?

O PPR SGF Doutor Finanças, cujo objetivo é a captação das poupanças numa perspetiva de longo prazo, como complemento de reforma, deverá ter um período de investimento superior a 5 anos. 

08

Posso transferir o meu atual PPR para o PPR SGF Doutor Finanças?

Sim, pode transferir o seu PPR para o PPR SGF Doutor Finanças, devendo o pedido de transferência ser apresentado por escrito com pelo menos 10 dias úteis de antecedência em relação à data pretendida para a sua realização. A transferência far-se-á entre Fundos e as respetivas Entidades Gestoras. 

09

Quando posso resgatar o PPR?

Pode ser exigido o reembolso das Unidades de Participação nas seguintes situações:

a) Reforma por velhice;

b) Desemprego de longa duração;

c) Incapacidade permanente para o trabalho;

d) Doença grave;

e) A partir dos 60 anos de idade;

f) Frequência ou ingresso em curso do ensino profissional ou do ensino superior (apenas para entregas efetuadas até 31/12/2005)

g) Pagamento de prestações de contratos de crédito garantidos por hipoteca sobre imóvel destinado à habitação própria e permanente.

h) Morte

O reembolso ao abrigo das alíneas a), e), f) e g) só se pode verificar quanto a entregas relativamente às quais já tenham decorrido 5 anos após as respetivas datas de aplicação pelo Participante.

Fora das condições anteriores, o reembolso pode ser exigido a qualquer momento, ficando sujeito a eventuais penalizações fiscais e à aplicação da comissão de reembolso contratada (1% do valor das unidades de participação reembolsadas no 1º ano do contrato).

O pagamento dos benefícios poderá ser efetuado de forma total ou parcial, sob a forma de pensão, capital ou qualquer combinação destas formas.

10

Quais as entidades envolvidas no PPR SGF Doutor Finanças?

O Doutor Finanças é o comercializador exclusivo do PPR SGF Doutor Finanças, que foi desenhado com a ajuda da Dolat Capital, entidade que a atua como consultora de investimentos do fundo. As restantes entidades envolvidas são a SGF, gestora do fundo, e o Banco Comercial Português  que é o banco depositário.

 

11

Onde posso acompanhar a evolução do produto?

A SGF publicará com periodicidade mínima mensal, no seu sítio da Internet, a composição discriminada das aplicações do Fundo e o número de Unidades de Participação em circulação.

12

Como posso fazer reforços?

Os reforços podem ser feitos através de transferência bancária ou depósito para uma conta do Millennium BCP (que é o banco depositário), cheque passado à ordem da SGF – Sociedade Gestora de Fundos de Pensões, S.A ou através da transferência de outro PPR.

Os reforços podem ser feitos com a cadência que o cliente escolher: mensal, trimestral, semestral ou anual.

O valor mínimo para reforços é de 100€, salvo quando o participante for menor de idade ou se optar pela modalidade de SDD (Sistema de Débito Direto). Nestas duas últimas situações o valor mínimo é de 50€.