Crédito Habitação

Prestação de crédito após amortização antecipada

Calcule aqui a prestação do seu crédito habitação após amortização antecipada.

Sofia Serrano Sofia Serrano , 8 Julho 2008 | 190 Comentários

Amortizar parte do capital em dívida num crédito é uma forma de poupar muito dinheiro em juros, especialmente se a taxa de juro subjacente ao mesmo for elevada. Com esta ferramenta pode calcular qual será a nova prestação após amortização, sabendo de imediato qual será o impacto no orçamento e quanto poupará na diminuição dos juros.

Prestação de crédito após amortização antecipada

Partilhe este artigo

Deixar uma resposta

201 comentários em “Prestação de crédito após amortização antecipada

  1. Bom dia,

    Nos termos do n.° 2, do n.° 4 e da alínea a do n.° 5 do artigo 23.° do Decreto-Lei n.° 74-A/2017, de 23 de Junho, a 6 de Dezembro de 2019 solicitei junta da instituição bancária onde contraí o meu crédito habitação que fosse feita uma amortização parcial do meu crédito habitação com o débito coincidente ao pagamento da prestação mensal de Janeiro de 2020.

    O pagamento da mensalidade ocorreu a 2 de Janeiro de 2020, contudo, mesmo após vários contactos da minha parte, o valor da amortização continua por ser debitado e não tenho resposta do banco.

    Isto acontece sempre que faço um pedido de amortização e quando o banco finalmente cumpre (após inúmeros contatos da minha parte) não recebo nenhuma justificação pelo atraso.

    A minha questão é, é legítimo uma instituição bancária agir assim sem que ocorra em nenhuma penalidade?

    Eu cumpro com as datas estipuladas pelo decreto de lei, caso não o faça, não aceitam o pedido, contudo o banco não cumpre.

    A que entidade posso expor a situação (reclamação) para além do meu banco (ao qual sempre faço reclamação, mas de nada serve).

    Obrigada por qualquer orientação que possam dar.

    1. Olá, Solange.

      A entidade reguladora da atividade bancária é o Banco de Portugal. Pode, se assim o entender, preencher uma reclamação no livro de reclamações cuja versão online está disponível no portal do cliente bancário.

  2. Bom dia,
    tenho um credito habitação e quero amortizar 10000€, na redução do PRAZO
    Designação do empréstimo REG.GERAL CONSTANTE – PRESTAÇÃO INDEXADA
    Data inicio 25/10/2017
    Data fim 25/04/2045
    Prazo 330 meses
    Prazo Remanescente 306 meses
    Indexante MEDIA EURIBOR 12 MESES
    Valor Indexante -0,339 %
    Spread 1,400 %
    Taxa de Juro Nominal (TAN) 1,061 %
    Valor da próxima prestação 574,84 EUR

    Será possivel facultar-me a prestação a pagar?
    Muito obrigada.

    1. Olá, Anna.

      Precisa do valor em dívida para fazer a conta. Da posse desse dado (e dos outros que indica) é só preencher aqui na calculadora para obter a resposta…

      Contas feitas por alto, deverá dar qualquer coisa entre os 535€ e os 540€

  3. Boa noite,

    Tenho um spread de 1,65. Vale a pena fazer uma amortizacao antecipada? Faltam 118000 euros e 277 prestacoes.
    Obrigada pela resposta

    1. Olá Isabel.

      Tudo depende de quais são os seus objetivos, do que pretende fazer ao dinheiro se não o gastar na amortização.

      Por exemplo, matematicamente falando, se tiver uma TAN no empréstimo de 1,5% e conseguir investir o dinheiro de forma a obter uma taxa líquida de 3%, mais vale não amortizar e por o dinheiro a render – o que ganha com esse investimento é superior ao que pouparia com a amortização do empréstimo.

      Mas se for para gastar o dinheiro em coisas supérfluas, de que talvez até não precise assim tanto, talvez seja melhor amortizar pois sempre poupará alguma coisa nos juros e baixará um pouco a prestação, podendo juntar mais algum dinheiro por mês.

      Outra coisa a não esquecer é a de manter sempre uma almofada de segurança – ter sempre algum dinheiro de lado, que possa usar rapidamente em caso de alguma eventualidade (por exemplo, um acidente ou outra despesa imprevista). Se o dinheiro que está a pensar usar para amortizar for o desta almofada de segurança, então também é melhor deixar ficar como está…

  4. Taxa Anual Efetiva Global (TAEG)2,727 %
    Spread0,500 %
    Linha bonificaçãoD.L 349/98 REG JOVEM – B.DECRESCENTE (CONTINENTE) – TRCB 6,5% %
    Contratadas 360
    Periodicidade 1 MENSAL
    Tipo prestação PRESTACOES CONSTANTES DE CAPITAL E JUROS (METODO FRANCES)
    Em dívida 155
    Pagas 205
    Utilizado 78.560,00 EUR
    Pago 39.369,98 EUR
    Em dívida 39.190,02 EUR
    Contratado 360 MESES

    Neste caso vale a pena pagar tudo? Muito obrigado

    1. Olá, Quintino.

      A regra simples é – se conseguir investir o dinheiro a uma taxa superior à que está a pagar pelo empréstimo mais vale investir o dinheiro. Senão é preferível pagar o empréstimo.

      Não se esqueça de levar ainda em conta uma eventual penalização correspondente à amortização antecipada e, por outro lado, a poupança por deixar de pagar o seguro de vida, se for o caso.

  5. Boa tarde! Fiz uma amortização de crédito onde no balcão me informaram antes de fazer a amortização que o que iria reduzir de prestação era 40/50€ mas o facto é que apenas reduziu 25€. Estou indignada por não terem dado as informações corretas. O que posso fazer?