Literacia financeira

Estratégias para a gestão do mealheiro das crianças

Definir boas estratégias para a gestão do mealheiro das crianças é fundamental. Por isso neste artigo iremos abordar as melhores formas de gestão e responder às dúvidas mais frequentes dos pais.

Natacha Figueiredo Natacha Figueiredo , 27 Dezembro 2019

Conseguir uma boa gestão do mealheiro das crianças nem sempre é uma tarefa fácil, principalmente quando as bases da educação financeira não foram bem definidas.

Quando falamos aos nossos filhos sobre a importância de criar uma poupança, muitas vezes descuidamos a definição de objetivos a curto e a longo prazo. E sem uma base sólida, a gestão de um mealheiro pode acabar por trazer várias dúvidas às crianças, e dificultar a sua aprendizagem financeira.

Neste artigo vamos abordar algumas estratégias para a gestão do mealheiro das crianças, para que estas aprendam a fazer um bom uso das suas poupanças.

Quais as melhoras estratégias para a gestão do mealheiro das crianças?

Antes de pensar na melhor estratégia para a gestão do mealheiro das crianças, deve refletir sobre os instrumentos de educação financeira que dá aos seus filhos. Por exemplo, o dinheiro do mealheiro das crianças é proveniente de uma semanada/mesada ou é composto por dinheiro que é dado pelos pais e familiares em determinadas alturas do ano?

No caso da mesada, os seus filhos têm um acesso mais frequente ao dinheiro, do que quando só lidam com valores esporádicos que vão recebendo ao longo do ano. Em ambos os casos os valores podem ser aplicados em mealheiros, mas devem ser vistos de forma distinta.

Estratégias para uma boa gestão da mesada através de mealheiros

Se ainda não está muito familiarizado sobre a melhor forma de atribuir uma mesada ou semanada ao seu filho, aconselhamos a ler o nosso artigo: Mesada para crianças - um guia prático. Neste artigo pode aprender alguns conceitos básicos para ensinar o seu filho a gerir o dinheiro do dia a dia, mas também a longo prazo.

bebé-a-brincar-com-moedas-e-peças

Quanto às estratégias para uma boa gestão da mesada através de mealheiros, aconselhamos sempre a definir objetivos a curto e a longo prazo. Cada objetivo pode ter o seu próprio mealheiro, tornando a poupança mais direcionada.

Se a criança tiver três mealheiros distintos, um para a semanada/mesada, outro para uma compra de valor mais elevado, e outro para uma poupança que será aplicada no futuro, fica mais fácil implementar estratégias de gestão.

Os mealheiros para crianças devem ser sempre incentivados a serem utilizados por prioridades que estão definidas. Os pais podem ajudar os seus filhos facilitando o processo das poupanças, mas cabe às crianças gerirem o dinheiro que pouparam em cada mealheiro.

Estratégias para o mealheiro das crianças composto por dinheiro dado esporadicamente

Nem todos os pais concordam em dar uma semanada ou mesada aos seus filhos. No entanto muitos desses pais pretendem que as suas crianças criem um mealheiro com o dinheiro que lhes é dado em alturas específicas, como os aniversários, Páscoa, Natal, e outras ocasiões.

Embora não seja a melhor forma de uma criança aprender a gerir o seu dinheiro, pois o contato com a gestão financeira acontece muito esporadicamente, deve ser abordada a importância de aplicar esse valor, seja na sua totalidade ou não, num mealheiro.

Lembre-se que deve explicar primeiro ao seu filho as vantagens de ter um mealheiro, mas deixe que seja ele a escolher os seus próprios objetivos.

No caso das crianças que têm uma mesada, estes valores que são dados esporadicamente podem ser aplicados no mealheiro do objetivo a longo prazo ou repartir esse valor entre o mealheiro da compra elevada e do mealheiro a longo prazo. Passe essa responsabilidade para a criança, pois são essas decisões que ajudam a melhorar a capacidade de gestão financeira.

Perguntas frequentes sobre a gestão do mealheiro das crianças

Muitos pais tem várias dúvidas sobre a gestão do mealheiro das crianças, pois quando eram novos não tiveram uma poupança ou um mealheiro para gerir. Desta forma decidimos responder às perguntas mais frequentes colocadas pelos pais sobre as poupanças dos seus filhos.

1 - A criança deve usar o dinheiro do mealheiro para o que quiser?

As crianças devem ter a responsabilidade e a capacidade de decisão sobre o dinheiro que juntaram no seu mealheiro. No entanto, a criança deve usar o dinheiro segundo os objetivos que definiu no início.

Se o seu filho quer comprar um jogo ou um brinquedo novo deve deixar que ele utilize o dinheiro do mealheiro para uma compra elevada. Se essa compra deixar o mealheiro a zero, explique-lhe que ele terá que juntar novamente dinheiro para uma próxima compra.

Criança sentada a ler um livro_

2 - Posso restringir as compras que o meu filho faz com o dinheiro do mealheiro?

Os pais que dão uma mesada aos seus filhos devem explicar que esse dinheiro serve para determinadas situações. As crianças devem ser ensinadas que existem compras que são uma necessidade, e outras que são apenas desejos. Explicar o que deve ser visto como uma prioridade é essencial para que as crianças percebam como podem gerir o seu mealheiro.

Se acordar com o seu filho que o mealheiro da sua mesada só deve ser usado para determinadas despesas, pode restringir outras compras. Se não definir estes conceitos antecipadamente, pode criar alguma confusão sobre a gestão do mealheiro.

3 - Devo educar desde o princípio para a utilização do mealheiro para gastos rotineiros ou para gastos pontuais?

O mealheiro deve ser sempre visto como uma forma de poupança, logo não deve ser utilizado para pagar todas as despesas da criança. Caso tenha criado mais que um mealheiro para o seu filho, o mealheiro da semanada/mesada pode ser utilizado para alguns gastos da rotina da criança que sejam pré-definidos.

No entanto o mealheiro da criança deve ser usado para gastos pontuais, definidos por objetivos e prioridades. Só assim é que a criança aprenderá a gerir o seu dinheiro com responsabilidade, evitando gastos compulsivos por motivos apenas consumistas.

4 - O mealheiro das crianças é físico? Posso fazer um mealheiro no banco?

Por norma enquanto uma criança é pequena o mealheiro costuma ser físico, pois ao ter acesso direto ao dinheiro a gestão torna-se mais fácil. No entanto pode criar um mealheiro no banco para o seu filho.

As entidades bancárias têm atualmente várias soluções financeiras para as poupanças dos mais novos. No entanto se pretende criar um mealheiro para o seu filho é aconselhável que este seja visto como um objetivo a longo prazo. Caso pretenda saber que tipo de poupanças existem para os seus filhos, pode ler o nosso artigo: Sabe qual é a melhor solução de poupança para o seu filho?

Analise as duas hipóteses para cada fase da vida dos seus filhos, pois a determinada altura o mealheiro físico pode ser mais vantajoso, e em outras um mealheiro no banco pode ser mais rentável.

Nunca se esqueça que a boa gestão do mealheiro das crianças também passa pelo exemplo dos pais

Tal como na maioria dos casos, o exemplo dos pais é fundamental na aprendizagem das crianças. Os pais que fazem uma gestão financeira cuidada, conseguem facilmente passar aos seus filhos que os gastos devem ser bem equacionados.

finanças pessoais_calculadora

Segundo um estudo do Intrum, noticiado pelo SOL, as famílias portuguesas poupam em média 193 euros por mês, o dobro do valor que tinha sido revelado no ano anterior.

Se esta tendência assim se mantiver, existe a forte probabilidades das crianças portuguesas chegarem à fase adulta com uma melhor noção de poupanças. Para tal basta começar desde cedo a incutir a importância da literacia financeira e das vantagens de poupar ao longo da vida.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)