Entrevista sobre o setor imobiliário sobre preço das casas
ícone do formato do post video
Habitação

2022:”Inflação pode ditar correção dos preços das casas”

Em entrevista ao Doutor Finanças, o consultor de finanças imobiliárias Gonçalo Nascimento Rodrigues antecipa o que esperar no setor em 2022.

A hipótese de Portugal estar a criar uma bolha imobiliária está para já, afastada, defende Gonçalo Nascimento Rodrigues.

Em entrevista ao Doutor Finanças, o consultor em finanças imobiliárias sublinha que a percentagem de dívida no mercado de compra e venda de casas é de cerca de 40%, o que mostra que o risco está essencialmente do lado de quem compra e não do lado da banca.

Ainda assim, a tão falada correção dos preços das casas pode ser uma vez mais adiada, no segmento de casas novas. Contudo, no mercado de casas usadas, que é a maior parcela do nosso mercado, a inflação poderá ditar, "a prazo", uma correção dos preços.

A isto, junta-se a expetável subida das taxas de juro diretoras, por parte do Banco Central Europeu, assim como o encolher de prazos de duração dos créditos à habitação, condições que podem também refrear a concessão de crédito e colocar um sério travão ao crescimento da troca de ativos neste setor.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #imobiliário,
  • #preço das casas
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Um comentário em “2022:”Inflação pode ditar correção dos preços das casas”
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.