Impostos

Salário líquido: Saiba quanto vai ganhar em 2022

Já foram publicadas as novas tabelas de retenção na fonte referentes a 2022. Saiba qual o impacto que vai ter nos seus rendimentos.

Impostos

Salário líquido: Saiba quanto vai ganhar em 2022

Já foram publicadas as novas tabelas de retenção na fonte referentes a 2022. Saiba qual o impacto que vai ter nos seus rendimentos.

Mesmo sem o Orçamento do Estado para 2022 aprovado, as novas tabelas de retenção na fonte sobre rendimentos dos trabalhadores dependentes e pensões foram publicadas no dia 3 de dezembro. 

Uma das alterações em 2022 é que mais pessoas ficam dispensados de pagar imposto, devido ao aumento do salário mínimo dos atuais 665 euros para 705 euros.  

Salário mínimo, pensões e subsídio de desemprego: O que muda em 2022
Ler mais

Segundo o despacho n.º 11943-A/2021 “o Governo dá continuidade ao ajustamento progressivo entre as retenções na fonte e o valor do imposto a pagar, que se mostra particularmente necessário nas tabelas relativas ao trabalho dependente (casado e não casado), uma vez que as tabelas relativas às pensões já se encontram ajustadas”. 

Por outro lado, uma vez que, para já, não haverá novo Orçamento do Estado, o imposto global a pagar no final não varia, uma vez que não há alteração nos escalões de IRS. 

Simulações indicam que os portugueses podem ganhar entre 1 e 5 euros a mais por mês 

De acordo com as simulações do Ministério das Finanças, e dependendo do rendimento de cada contribuinte, os trabalhadores portugueses vão poder ganhar entre um e cinco euros a mais por cada mês em 2022. Vejamos essas simulações: 

  • Um contribuinte solteiro, com um rendimento bruto de 900 euros por mês, passará a ganhar mais um euro por mês face a 2021. No entanto, se o seu salário bruto for de 2.000 euros, então a poupança mensal será de quatro euros. Já se este contribuinte ganhar 2.500 euros mensais brutos, a poupança é de cinco euros, ou seja, 70 euros no final do ano;  
  • Já no caso de um contribuinte casado, os cálculos são os mesmos. Num casal em que ambos os membros se encontram a trabalhar, com um dependente ou até sem dependentes, vai poupar o que foi apresentado no exemplo anterior. Ou seja, num ordenado bruto de 900 euros o casal poupa um euro, num de 2.000 poupa quatro euros e num ordenado bruto de 2.500 euros, vai poupar os tais cinco euros face a 2021. Estes valores podem sempre variar, consoante o número de dependes e do salário em questão; 
  • No caso dos pensionistas, a única simulação apresentada para qual há uma redução nos descontos é a de um rendimento bruto de 710 euros por mês. Por exemplo, um pensionista casado, mas único titular, com uma pensão de 710 euros, passa agora a estar isento em vez de descontar 6 euros face a 2021. Isto vai traduzir-se em 89 euros anuais a mais. Já nos restantes escalões, de um modo geral, não existiram modificações nas taxas de retenção. 

O Ministério referiu ainda, em comunicado, que “as novas taxas garantem às famílias portuguesas uma liquidez adicional de 175 milhões de euros, ao longo do próximo ano, um valor inferior aos 200 milhões dados em 2021”.  

Maior número de contribuintes isentos 

Com a subida da remuneração mínima mensal garantida para os 705 euros por mês, o Ministério das Finanças sublinha o aumento do número de contribuintes isentos, uma vez que esta medida vai abranger os salários e as pensões dos cidadãos que recebem até 710 euros mensais. 

Recordamos apenas que, mesmo para aqueles que ficam isentos do imposto de retenção na fonte, e caso sejam trabalhadores no ativo, é descontado 11% para a taxa social única. No caso dos funcionários públicos que usufruam do serviço de ADSE, descontam ainda 3,5% para o subsistema de saúde. 

Leia ainda: IRS e Segurança Social nas componentes do salário

Quanto vou passar a descontar em 2022? 

simulador de salário líquido 2022 do Doutor Finanças pode ajudá-lo a perceber não só quanto vai passar a descontar, mas também exatamente quanto vai ganhar na sua conta no final do mês.  

Através do seu caso em específico e de números exatos, vai conseguir planear melhor as suas finanças pessoais. Para tal, deve preencher todos os espaços do formulário do simulador com as componentes dos seus rendimentos, e são elas:  

  • Salário base e outro tipo de rendimentos (comissões, prémios, entre outros); 
  • Subsídios de Natal e de férias (e a forma como são pagos); 
  • Subsídio de alimentação e a forma como este é pago: se em cartão/ticket ou se em remuneração;  
  • Composição do agregado familiar: se é casado, solteiro, vive em união de facto ou tem dependentes. Tudo isto também vai influenciar no salário líquido a receber no final do mês.  
Video Thumbnail
ícone do formato do post

Leia ainda: Como vai evoluir o meu salário líquido em 2022?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Um comentário em “Salário líquido: Saiba quanto vai ganhar em 2022
  1. Um maior número de contribuintes isentos. Significa que existe um maior número de contribuintes perto da miséria.
    Um imposto deve ser calculado depois de descontado as despesas, ou seja o ordenado mínimo. Assim os primeiros escalões de IRS chegam a ultrapassar os 95 % de imposto os ricos só pagam pouco mais de 40%.
    Nos escalões de IRS nada foi alterado. Uma vergonha é um aumentar de impostos que está a levar os portugueses á pobreza

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.