Utilidades

Como poupar no serviço de streaming

Saiba o que é um serviço de streaming e como poupar com esta solução.

Rui Aspas Rui Aspas , 29 Janeiro 2020

Cada vez mais vemos as famílias a recorrer a um serviço de streaming, para poderem ter mais entretenimento a um preço mais baixo.

Os serviços de streaming exercem uma relativa influência no equilíbrio do orçamento familiar, sendo que é sempre possível poupar nestes serviços sem ter a necessidade de abdicar do entretenimento e lazer.

Neste artigo do Doutor Finanças dedicamo-nos a perceber que tipo de serviços são estes e de que forma se pode poupar com eles.

O que é o serviço de streaming?

Serviços ou Plataformas de Streaming consistem numa tecnologia que possibilita através da internet ter acesso a conteúdos vídeo como filmes, músicas, documentários. Estas plataformas, recorrem à transmissão de dados para que se possa aceder com maior celeridade a um leque de conteúdos alargado. Os usuários pagam uma mensalidade e usufruem da totalidade do serviço.

O Youtube, Netflix, HBO, NOS Play, Spotify são exemplos de plataformas de streaming. Nestes serviços destacam-se categorias de Música, Filmes, Séries, Documentários.

Na prática o streaming possibilita ao utilizador o acesso a conteúdos televisivos sem estar necessariamente dependente da televisão para o fazer. Pode assim aceder aos mesmos através de um tablet, pc ou smartphone.

serviço de streaming_netflix

Como escolher o melhor serviço?

Em primeiro lugar é recomendável que faça um registo por escrito daquilo que atualmente está a desembolsar em termos de entretenimento.

Na generalidade este tipo de serviços proporciona uma oferta de qualidade a preços atrativos, contudo há que fazer o correto alinhamento entre o que se utiliza e aquilo que se gasta.

De um modo geral, os serviços de streaming mais conhecidos em Portugal são Netflix, HBO, NOS Play, NOS TV, Youtube, Spotify. No entanto, existem outras plataformas que oferecem este tipo de serviço variando apenas no preço da mensalidade praticada.

Por exemplo, a Netflix oferece o primeiro mês de adesão, sendo que as mensalidades variam entre 7,99€ e 13,99€, dependendo da opção escolhida. Já o HBO Portugal cobra um montante único mensalmente de 4,99€ sendo que o primeiro mês de utilização da plataforma é gratuito.

A NOS Play, da Operadora NOS, cobra um montante único de 7,50€ e a gratuitidade depende sempre do pacote contratado. Normalmente a oferta varia entre três a vinte e quatro meses de acesso gratuito. Já para os amantes de música, existe o Spotify, que tem um custo de 6,99€ mensais e que possibilita o acesso a milhões de conteúdos musicais sem publicidade, sem limite de música e com a funcionalidade de reprodução offline.

No que respeita a outro dos operadores presentes no mercado nacional, a Amazon Prime oferece os primeiros sete dias e a mensalidade pode chegar até 5,99€.

Comprar serviços avulso

Se quiser ver filmes específicos, mas não se quer comprometer com uma mensalidade, poderá ainda ver os serviços de videoclube que algumas operadoras disponibilizam. Há até campanhas que lhe dão um valor para gastar, sendo uma forma de aproveitar outros serviços sem pagar uma mensalidade por isso. 

Pode ainda utilizar as gravações da box para acompanhar séries ou rever outros programas num período de sete dias, sem pagar mais.

Subscrever pela operadora

Considerando que há serviços de streaming incluídos em pacotes de operadoras de comunicação, veja qual a solução que mais compensa.

Se por exemplo, o serviço Netflix custa de base 7,99€ e conseguir uma promoção da sua operadora que aumente apenas a sua mensalidade em 5€, compensa aderir. Além disso, é uma oportunidade para renegociar o seu pacote de telecomunicações.

Dividir o serviço de streaming com outros

Sabia que os serviços de streaming têm pacotes familiares, o que facilita a liquidação da despesa uma vez que é dividida entre todos os elementos do agregado familiar ou grupo de amigos?

Alguns pacotes familiares de TV são mais baratos do que pacotes individualizados. Por exemplo, a mensalidade do Spotify custa 10,99€ e pode ter até 6 utilizadores, podendo passar de uma mensalidade de 6,99€ para apenas 1,80€.

Utilize o serviço de streaming e dê-lhe bom uso. Se quiser, pode dividir o custo por mais pessoas, pagando menos mensalmente. Se não utilizar de todo, pode utilizar serviços avulso ou consultar a programa de vários canais. canais. 

Leia também: Poupar em bilhetes de cinema

Partilhe este artigo

Deixar uma resposta