Utilidades

Existem seguro para ciclistas e para bicicletas?

O que precisa saber sobre o seguro para ciclistas e bicicletas e alguns conselhos para circular de forma segura.

Natacha Figueiredo Natacha Figueiredo , 27 Setembro 2019

Em Portugal o número de pessoas que se deslocam todos os dias de bicicleta para o trabalho ou em lazer tem vindo a aumentar e, consequentemente, o número de acidentes também. Embora não seja obrigatório os ciclistas terem um seguro, a procura por cobertura legal subiu e há cada vez mais pessoas a aderirem aos planos específicos para ciclistas nas seguradoras.

Alguns portugueses estão cobertos por seguros de saúde e acidentes no trabalho, no entanto se faz deslocações diárias de bicicleta esse tipo de proteção pode não ser suficiente.

Seguros para ciclistas e bicicletas - Individuais ou com planos alargados

Para quem se desloca diariamente de bicicleta contratar um seguro específico pode ser muito vantajoso, embora seja uma despesa adicional no seu orçamento.  

Atualmente existem três tipos de coberturas nos seguros para ciclistas e bicicletas:

  • Acidentes pessoais: Protege o segurado em caso de acidente no que respeita a cuidados médicos que se mostrem necessários. O seguro de acidentes pessoais não cobre danos na bicicleta.
  • Responsabilidade civil: Esta cobertura garante a responsabilidade civil do ciclista perante danos causados a terceiros, seja a pessoas ou a outros veículos.
  • Transporte: Esta cobertura destina-se a cobrir danos causados pela queda da bicicleta do automóvel ou o seu roubo durante o transporte. Este tipo de cobertura muitas vezes está incluído no seguro automóvel, principalmente nos planos alargados. Antes de fazer um seguro para ciclistas e bicicletas deve analisar o seu seguro automóvel para evitar despesas desnecessárias.

Seguro para ciclistas e bicicletas alargados 

Com o aumento pessoas que se deslocam de bicicleta, as seguradoras começaram a criar planos de seguros específicos para ciclistas e bicicletas. Por norma esses planos incluem as seguintes coberturas:

  • Acidentes pessoais/despesas de tratamento 
  • Responsabilidade Civil 
  • Transporte 
  • Assistência de viagem 
  • Morte e invalidez permanente 
  • Despesas de funeral 

Lembre-se que cada seguro tem as suas próprias coberturas, valores e características específicas. Antes de aderir a qualquer plano deve fazer uma análise do que existe no mercado, comparar as coberturas e ver o melhor preço para si.

Planos de seguros que podem ter cobertura para ciclistas e bicicletas 

Alguns portugueses já são clientes de outros planos de seguros que podem abranger algumas coberturas vantajosas para quem anda de bicicleta regularmente. São exemplos disso os seguros:

  • Automóvel: Com referido anteriormente, existem seguros automóveis que cobrem o transporte de bicicletas no automóvel. Caso a bicicleta caia durante o transporte, ou seja roubado do automóvel, se tem um seguro completo do seu automóvel pode já estar abrangido por esta vantagem. Em caso de dúvida deve confirmar essa informação junto da seguradora.
  • Multiriscos habitação: Alguns seguros multiriscos habitação podem abranger o roubo ou danos causados no velocípede quando este se encontra guardado na habitação. Informe-se junto da entidade a quem contratou o seu seguro se o seu plano tem este tipo de cobertura.  
  • Responsabilidade civil: O seguro de responsabilidade civil quando contratado de forma isolada pode cobrir acidentes de bicicleta. Se já tem seguro de responsabilidade civil deve confirmar esta informação junto da seguradora.
  • Acidentes no trabalho: Os seguros de acidentes no trabalho por norma cobrem acidentes que aconteçam no percurso de casa para o trabalho e vice-versa, como outras deslocações em trabalho, e durante o período laboral. Na maioria dos seguros não está específico qual o meio de transporte abrangido, podendo a deslocação de bicicleta estar abrangida na sua cobertura. No entanto deve sempre confirmar esta cobertura com seguradora, para não ter problemas mais tarde. 

Valor médio de um seguro para ciclistas e bicicletas 

Os preços dos seguros para ciclistas e bicicletas variam entre os 40 a 80 euros anuais. Os valores mais baixos, por norma, incluem duas coberturas: danos pessoais e responsabilidade civil. Os mais altos abrangem a bicicleta e o seu transporte, para além dos danos pessoais e responsabilidade civil.  

Atualmente a oferta de mercado é elevada, por isso faça algumas simulações antes de tomar a decisão final.  

Recomendações de segurança para quem se desloca regularmente de bicicleta 

  • Leve sempre os seus documentos consigo: O condutor de uma bicicleta deve ser portador do seu documento legal de identificação.
  • Use capacete para sua segurança: O capacete é fundamental para a sua segurança em caso de acidente. Embora não seja obrigatório o seu uso, excepto se conduzir uma bicicleta a motor, é recomendável o seu uso por segurança.
  • Seja visível ao andar de bicicleta: Ver e ser visto é uma regra básica para a circulação na estrada. Para sua segurança deve vestir roupa retrorrefletora, e a sua bicicleta deve estar equipada de iluminação à frente (luzes brancos) e atrás (luzes vermelhas).
  • É recomendável o uso de óculos e luvas para sua segurança: Os óculos ajudam a proteger os olhos contra o pó e partículas durante uma deslocação de bicicleta, mas também protegem contra raios ultravioletas. Já as luvas protegem as mãos da fricção do guiador, caso exista uma queda ou um raspão na parede.
  • O passeio é para os peões e não para andar de bicicleta: Lembre-se que acima dos 10 anos de idade, a circulação da bicicleta deve ser feita nas ciclovias ou na estrada, e nunca no passeio.
  • Cumpra o código da estrada e sinalize as suas manobras: Para andar de bicicleta de forma segura deve cumprir o código da estrada, cumprindo todas as sinalizações, circulando o mais à direita possível e sinalizando as suas manobras.
  • Não circule rente aos carros: De forma a evitar possíveis colisões, não deve circular rente aos carros, estejam estes em movimento ou parados.
  • Facilite as ultrapassagens: No caso de um carro que o queira ultrapassar deve deixar uma distância de 1,5 metros de si. No entanto todos os ciclistas devem facultar a ultrapassagem, caso não haja nenhum obstáculo que o impeça, desviando-se o mais possível para a direita e não aumentar a velocidade durante a manobra.
  • É proibida a circulação em paralelo de mais de dois velocípedes: Os ciclistas podem circular paralelamente numa via, exceto em vias de reduzida visibilidade ou em caso de trânsito intenso. No entanto se o fizerem em grupo devem fazê-lo em fila indiana ou aos pares.   
  • É proibido o uso de auscultadores sonoros e aparelhos radiotelefónicos: A utilização, durante a marcha do veículo ou manuseamento de forma continuada, de qualquer tipo de equipamento ou aparelho suscetível de prejudicar a condução, designadamente auscultadores sonoros e aparelhos radiotelefónicos é proibida ao condutor de qualquer veículo, inclusive de velocípedes.

Nota final: Lembre-se que quando anda diariamente na estrada a probabilidade de ter um acidente aumenta. Por isso avalie as suas opções, veja se lhe compensa fazer um seguro para ciclistas e bicicletas, e circule sempre de forma segura e ponderada de forma a evitar acidentes.   

Leia ainda: Andar de bicicleta nas grandes cidades um guia de poupança

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #seguros

Deixar uma resposta