Emprego

5 sinais de que deve procurar um novo emprego

Conheça 5 sinais que lhe dizem que deve procurar um novo emprego

Bárbara Do Carmo Bárbara Do Carmo , 6 Dezembro 2019

O mercado de trabalho mudou drasticamente nos últimos 20 anos. O emprego para a toda a vida deixou de ser regra e passou a ser exceção.

Os colaboradores de diferentes idades também olham para um mercado de trabalho mais flexível e pedem diferentes exigências. Por exemplo: mais flexibilidade, que lhes permita conciliar a vida profissional com a vida pessoal. Procuram um emprego que lhes garanta a possibilidade de progredir na carreira e realizar-se profissionalmente. Procuram salários correspondentes às suas capacidades e responsabilidades e um ambiente de trabalho saudável. Acima de tudo, querem sentir-se parte de uma equipa e de um projeto, onde as suas ideias e tarefas são valorizadas.

Leia também: Quer despedir-se por justa causa? Saiba o que deve ter em conta

É provável que mude de emprego várias vezes ao longo da vida, pois procura diferentes desafios ou um salário melhor. Mesmo se não pensa mudar de trabalho, há alguns sinais que deve ter em conta de que a sua situação profissional poderia estar melhor. Há alturas em que deve ler estes sinais e mudar para melhorar a sua experiência.

O Doutor Finanças apresenta-lhe 5 sinais que lhe dizem que deve procurar um novo emprego:

1. Ir para o emprego é um fator de stress e de ansiedade

Acorda todos os dias cansado, sem motivação para sair da cama e de mau humor: este é o primeiro sinal de que alguma coisa não está bem com o seu emprego. Se ir para o trabalho depois do fim de semana lhe causa ansiedade e dificuldades em dormir, é sinal de está na altura de procurar um novo desafio profissional.

2. Não sente que o seu trabalho é valorizado e reconhecido

Tudo o que faz é posto em causa? O seu empenho nas suas tarefas começa a ser constantemente questionado sem justificações válidas? Então chegou a hora de encontrar um novo desafio. Sentir que se tem responsabilidades, que o seu trabalho é essencial para o funcionamento da empresa é um dos aspecto básicos para a realização profissional. Quando um funcionário se começa a sentir dispensável isso irá afetar diretamente a sua motivação. Num efeito bola de neve, pode fazer com que comece a repudiar o seu trabalho. 

3. Não tem quaisquer perspetivas de evolução na carreira e o seu salário não corresponde às suas funções

Já fez tudo à espera da promoção prometida. Cumpriu os objetivos propostos, apresentou ideias, sugeriu estratégias, dedicou-se a 100% à sua empresa em altura críticas com vista a subir na carreira, mas no final tudo ficou igual? Este é um indicador de que precisa de mudar. Um trabalhador procura mais responsabilidades e recompensas justas pela sua dedicação para que se possa sentir realizado.

Ora se a progressão é sempre travada, seja por falta de dinheiro, pelos seus superiores se sentirem ameaçados, ou não partilharem a mesma visão para o futuro, está na hora de encontrar novos desafios profissionais. Isto a par de um salário que não corresponde às suas funções e que não é atualizado há demasiado tempo, onde as perspetivas de aumento são nulas, são indicadores de que não vale a pena continuar.

4. O seu chefe não conhece limites

Muitas vezes estabelecer limites de razoabilidade num trabalho novo é difícil, e quando se torna imperativo fazê-lo já pode ser tarde mais. Se tem um chefe que liga fora de horas, que não é compreensivo com as suas necessidades extra trabalho, que lhe dá trabalho sem fim impossível de fazer nas oito horas é sinal de que não está a ser respeitado pela hierarquia. Quando a hierarquia não respeita os funcionários, é altura de explorar outras oportunidades, afinal um emprego não deve ser uma extensão do empregado, deve ser sim, um complemento motivador e gerador de felicidade.

5. Não consegue equilibrar a sua vida profissional com a vida familiar

Está em casa, em família, sempre a pensar no trabalho, ou a fazer tarefas para o seu trabalho. Se não consegue nunca sair a horas, e quando sai o seu telefone não pára de tocar, se não consegue desligar-se e se não existe compreensão nem flexibilidade no trabalho em prol da sua família, não vale a pena continuar no seu emprego.

Este são alguns sinais aos quais deve estar atento, de que alguma coisa não está bem. Isto aliado à falta de espírito de equipa, ao sentimento de isolamento perante os seus colegas e à falta de identificação com a cultura da empresa, mostra que está na altura de começar a olhar para novas oportunidades. 

Não deixe que o trabalho se apodere da sua vida e da sua felicidade. Tenha sempre o seu currículo em dia. Esteja atento às necessidades do mercado de trabalho, pois a sua oportunidade para ser feliz e reconhecido no trabalho pode estar mais perto do que pensa.

Leia ainda: O que é o bournout e como prevenir?

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

7 comentários em “5 sinais de que deve procurar um novo emprego