Crédito

3 motivos para rever o seu crédito habitação

Se tem um crédito habitação a decorrer, saiba que esta pode ser uma boa altura para rever o seu crédito e começar a poupar centenas de euros.

Crédito

3 motivos para rever o seu crédito habitação

Se tem um crédito habitação a decorrer, saiba que esta pode ser uma boa altura para rever o seu crédito e começar a poupar centenas de euros.

Sabia que mesmo que já tenha um crédito a decorrer com um determinado banco, não tem de ficar nessa mesma entidade até terminar o contrato? Até porque é quase certo que, se tiver o mesmo crédito há pelo menos 5 anos, encontrará condições de financiamento mais atrativas.  

Por isso, se tem um crédito habitação há mais de dois anos, deixamos 3 bons motivos para rever as suas condições. 

Spreads mais baixos 

Os spreads têm vindo a diminuir, existindo alguns bancos já estão a oferecer um spread mínimo inferior a 1%. E ainda que estas taxas possam não estar ao alcance de todos (porque supõem que o risco do cliente é baixo), apontam para que seja possível encontrar condições mais vantajosas para o seu crédito habitação.  

Analise qual o valor do spread que tem associado ao seu crédito habitação e saiba que, se tiver um spread superior a 1,5%, pode estar a perder muito dinheiro.  

Imagine que tem um spread de 1,8%, associado a uma dívida de 100 mil euros, com 360 meses ainda em falta. A redução do spread para 1% provoca, neste caso, uma redução da prestação de 38 euros por mês. Se calcular este valor ao fim de um ano resulta numa poupança acima dos 450 euros. E, ao fim dos 30 anos de contrato, falamos em cerca de 13 500 euros de poupança. 

E atenção: esperar por um momento posterior pode significar não conseguir condições de financiamento melhores do que as que se praticam neste momento. Uma vez que os spreads podem vir a ser influenciados pelo aumento da Euribor e das taxas de inflação.  

Aumento da Euribor  

As taxas de Euribor têm estado a subir mais significativamente, em todos os prazos, desde 4 de fevereiro. Altura em que Banco Central Europeu (BCE) admitiu que pode vir a subir os juros este ano devido à subida da inflação na zona euro. 

A subida desta taxa significa que a prestação da sua casa muito provavelmente vai subir nos próximos meses. Isto apenas para quem tem um crédito habitação com taxa variável. Num contrato de crédito associado à Euribor a três meses, a taxa de juro aplicável e, por consequência, o valor da prestação a pagar pelo cliente são revistas trimestralmente; num contrato com a Euribor a seis meses, a revisão será semestral. 

Ao conseguir melhores condições no seu crédito habitação, vai estar a reduzir os seus encargos mensais, que vai permitir-lhe fazer face a possíveis aumentos futuros, sem que estes tenham um impacto maior no seu orçamento familiar. Para além disso, se pretender rever o seu crédito apenas daqui a algum tempo, pode vir a não conseguir condições tão favoráveis como as atuais, devido da inflação e, consequentemente, dos juros.  

Pode consultar esta tabela com as médias mensais da Euribor e recorrer à Calculadora de Prestação de Crédito Habitação do Doutor Finanças para fazer contas e perceber o impacto da Euribor na prestação do seu empréstimo. 

Agravamento da taxa de inflação 

A inflação está a subir os preços na generalidade de produtos e serviços. Estas subidas mexem no orçamento familiar, levando a que tenha menos dinheiro ao final do mês. Por isso, é importante ajustar o orçamento, percebendo onde pode cortar e o que pode renegociar. E o crédito habitação é um dos gastos que pode, e deve, rever.  

Com a conjuntura atual, onde os spreads estão mais baixos e a Euribor em mínimos históricos, esta pode ser realmente a altura ideal para a revisão das condições de crédito.   

Analise o seu caso connosco e saiba quanto vai poder poupar 

Saiba também quanto pode poupar todos os meses e no final do crédito habitação, se fizer a transferência do empréstimo. A nossa equipa de especialistas apoiam-no em todo o processo e encontra a melhor proposta para o seu caso em particular, sem necessidade de deslocações e sem custos associados. 

O nome é necessário O nome não é válido Apenas são suportados nomes com até 120 caracteres
O email é necessário O email não é válido Apenas são suportados email com até 100 caracteres
O telefone é necessário O telefone não é válido Apenas são suportados telefone com até 15 caracteres
Indique o valor do seu spread actual Insira um valor até 9.99 Insira um número válido
O valor total é necessário O valor total não é válido
Escolha uma das opções
Indique o valor do imóvel Insira um número válido
O valor total é necessário O valor total não é válido
Indique o salário total do agregado Insira um valor até 99 999€ Insira um número válido
Indique o salário total do agregado Insira um valor até 99 999€ Insira um número válido
Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Um comentário em “3 motivos para rever o seu crédito habitação
Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.