Deixe de perder dinheiro com o seu crédito habitação. No artigo de hoje, damos a conhecer o caso do João e da Teresa que pouparam 26.906,40€ ao renegociar o seu spread 7.938€ ao transferir os seus seguros de vida e multirriscos. Neste processo foi possível uma poupança total de 34.844,40€. 

Quanto maior o montante do crédito habitação, maior é a poupança. Descubra como pode gerar uma poupança anual de várias centenas de euros através deste caso de sucesso.

Como posso baixar os custos associados ao meu crédito habitação?  

A melhor forma de baixar os custos associados ao seu crédito habitação é renegociar as suas condições ou transferir o seu crédito habitação para outro banco. No entanto, tanto a renegociação como a transferência do crédito habitação para outra entidade bancária sem a ajuda de um especialista pode ser uma tarefa demorada, burocrática e que lhe irá consumir muito tempo e esforço, sem que isso possa resultar nas melhores condições possíveis. 

Através de um consultor especializado vai conseguir as melhores condições e gerar uma poupança significativa. Com a atual concorrência entre os bancos, o Doutor Finanças consegue negociar spreads na casa dos 1% e, com isso, conseguir que tenha poupanças anuais consideráveis, face ao que conseguiria poupar se negociasse diretamente com o seu banco.
O Doutor Finanças não cobra quaisquer custos de avaliação ou de diagnóstico, nem solicita comissões pelo sucesso da operação.  

Quanto posso poupar transferindo o meu crédito habitação?  

O Doutor Finanças já ajudou centenas de famílias a poupar dinheiro com o crédito habitação (tanto na aquisição como na transferência). João e Teresa, um dos casos de sucesso, foram exemplo disso. Este jovem casal procurou o Doutor Finanças este ano porque pretendiam reduzir os gastos associados ao seu crédito habitação, conseguindo assim gerar alguma poupança no final do mês.  

O João e a Teresa pediram em 2013 um empréstimo de 220.000,00€ para pagar a 35 anos. Na altura, conseguiram um crédito habitação com um spread de 1,8%. No início da sua vida a dois – João com 32 anos e Teresa com 31 anos – tinham uma prestação mensal de 706,40€/mês. 

Em 2018, cinco anos depois, devem à sua entidade bancária 196.387,00€. Depois de analisar e encontrar as melhores condições para este caso, o Doutor Finanças conseguiu baixar o seu spread para 1%.

O resultado foi o seguinte:

E quanto posso poupar com a transferência dos meus seguros?

Poupar no crédito habitação não é apenas sinónimo de renegociar o spread. No caso do João e da Teresa, o Doutor Finanças também transferiu o seguro de vida e o seguro multirriscos associado ao seu crédito habitação. Se antes os dois pagavam 49,88€/mês, agora passaram a pagar 27,83€/mês. Ora se fizermos as contas, conseguimos que o João e a Teresa poupassem 22,05€/mês, 264,60€/ano e 7,938€ no final dos restantes 30 anos.

E como posso começar já a poupar com o meu crédito habitação?

É simples. Para começar a poupar agora mesmo, basta clicar aqui e preencher o nosso formulário. De seguida será contactado por um dos nossos consultores especializados, que vão analisar o seu caso e encontrar as melhores condições para ajudá-lo a poupar com o seu crédito habitação.

Veja nesta reportagem do Contas-Poupança da SIC como o Doutor Finanças ajudou outras pessoas a baixar o spread do Crédito Habitação

Comece também a poupar (muitos) euros com o seu crédito habitação

Para saber qual a poupança que pode atingir com a transferência do seu Crédito Habitação, apenas tem de se inscrever abaixo. Será contactado por um dos nossos consultores que fará o enquadramento do seu caso e ajudá-lo-á gratuitamente.