Crédito

Como posso reduzir a minha taxa de esforço no crédito habitação?

Através da renegociação ou transferência do seu crédito habitação pode conseguir prestações mais baixas, reduzindo a sua taxa de esforço.

Crédito

Como posso reduzir a minha taxa de esforço no crédito habitação?

Através da renegociação ou transferência do seu crédito habitação pode conseguir prestações mais baixas, reduzindo a sua taxa de esforço.

Com a inflação e a subida dos juros, se tem um crédito habitação com taxa variável, provavelmente a sua taxa de esforço está a subir. Contudo, pode conseguir reduzi-la ao renegociar ou transferir o empréstimo da sua casa.  

Como sei se tenho uma taxa de esforço alta? 

É aconselhado a que a sua taxa de esforço - o peso das suas prestações de crédito no rendimento líquido do seu agregado familiar - não exceda os 30%.  

A partir deste valor, as finanças pessoais ou da família podem estar em risco. Para conseguir reduzi-la só há duas alternativas: ou aumentar os rendimentos ou reduzir os encargos. 

Com o simulador de taxa de esforço do Doutor Finanças, consegue calcular, em apenas alguns segundos, qual o estado de saúde da sua carteira.

Calcule aqui qual a taxa de esforço do seu agregado familiar e descubra mais abaixo o que pode fazer para a reduzir.

Dados para a simulação da taxa de esforço

Rendimentos mensais
Despesas mensais

Resultado da taxa de esforço

Dados em falta

Insira valores acima para ver os resultados da simulação

{[{result.crescent_symbol}]}{[{result.taxa_esforco}]}%
Taxa de esforço {[{result.taxa_esforco_message}]}

{[{result.taxa_esforco_alert}]}

Taxa de esforço superior a 36%? O banco tem de renegociar o seu crédito  

A recente subida das taxas Euribor tem-se traduzido num aumento continuado dos encargos das famílias com o crédito habitação. Em resposta, o Governo aprovou novas regras

Até ao final de 2023, os contratos de crédito habitação com taxa variável, com um capital em dívida inferior a 300 mil euros, e que se destinem à compra de habitação própria e permanente, podem ser renegociados sem penalizações.  

Os bancos devem tomar a iniciativa de propor a renegociação do crédito. Quando? Sempre que existir um agravamento da taxa de esforço de cinco pontos percentuais que conduza a um patamar superior a 36%, ou se a taxa de juro inicial acrescida de 3 pontos percentuais (cenário de teste de stress) conduzir a uma taxa de esforço superior a 36%.

Para os casos em que a taxa de esforço já ultrapassa o patamar de 50%, a renegociação avança de imediato, tal como já acontece com os planos de ação para o risco de incumprimento (PARI). 

Leia ainda: Incumprimento: Sabia que pode reclamar se não lhe for prestado apoio?

E como posso reduzir a minha taxa de esforço? 

O crédito habitação é aquele que, regra geral, mais pesa no orçamento. Por isso, uma forma de reduzir a taxa de esforço pode passar pela renegociação para baixar as suas prestações mensais. Ou seja, pode renegociar diretamente com o seu banco ou fazer a transferência do seu crédito habitação para outra entidade.

A maior vantagem de transferir o seu crédito habitação para um banco que lhe ofereça melhores condições é conseguir uma prestação mensal mais baixa e, consequentemente, reduzir a sua taxa de esforço.  

Poderá conseguir alargar o prazo, reduzir o spread, ter a oportunidade de retirar produtos que não necessita, como cartões de crédito, seguros de saúde e outros produtos que podem estar a impedi-lo de fazer uma poupança significativa. 

Por outro lado, existem outras alternativas. Se parte dos seus encargos são referentes a créditos - automóvel, cartões de crédito e outros – pode também ganhar uma folga mensal através da consolidação de todos os créditos.    

No Doutor Finanças, ajudamos a tomar as melhores decisões financeiras para uma carteira mais saudável. Contacte os nossos especialistas e saiba como podemos ajudar a reduzir a sua taxa de esforço. E isto sem qualquer custo para si.

O nome é necessário O nome não é válido Apenas são suportados nomes com até 120 caracteres
O email é necessário O email não é válido Apenas são suportados email com até 100 caracteres
Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.