Crédito

O que é o spread no crédito habitação?

Saiba o que é o spread no crédito habitação e como este influencia o valor da prestação mensal e o total a pagar.

Crédito

O que é o spread no crédito habitação?

Saiba o que é o spread no crédito habitação e como este influencia o valor da prestação mensal e o total a pagar.

Quem procura um crédito habitação acaba sempre por ter de lidar com o spread, mas com poucas explicações sobre o que esta palavra significa ou como influencia o valor a pagar na prestação mensal. Ou até mesmo sobre o custo total imputado ao cliente.

Muitos portugueses têm créditos com spreads altos e estabelecem o objetivo de o reduzir de forma a pagarem menos. Contudo, importa saber, desde logo, que o spread é determinado de acordo com vários fatores, incluindo o risco de incumprimento por parte do cliente.

O que é o spread?

O spread, segundo o Banco de Portugal, é a “componente da taxa de juro que acresce ao indexante,” sendo este indexante a taxa de juro de referência. Em Portugal, esta taxa é a Euribor e representa a taxa estimada que os bancos da União Europeia cobrariam para emprestarem dinheiro entre si.

O crédito habitação tem assim uma taxa de juro definida por duas variáveis: o indexante e o spread. Dependendo do contato que fez, o valor do indexante – a Euribor – pode ir sendo atualizado trimestral, semestral ou anualmente. O spread, por norma, é fixo, mas pode sofrer alterações.

Segundo o regulador, o spread é livremente definido pela instituição de crédito para cada contrato, tendo em conta “o risco de crédito do cliente, o rácio entre o valor do empréstimo e o valor do imóvel, e o seu custo de financiamento”.

Assim, simplificando, o spread acaba por representar o lucro para a instituição de crédito, sendo que o seu valor depende de instituição para instituição e de contrato para contrato, visto representar, em parte, o risco assumido pelo banco.

Como a facilidade ou dificuldade que a instituição de crédito tem em financiar-se também está refletida no spread, em períodos de crise financeira em que o risco é maior e os bancos sofrem dificuldades, os spreads tendem a subir.

Leia ainda: Quer comprar casa com crédito habitação? 7 cuidados a ter 

Como é definido o spread?

Como referido acima, o spread varia de acordo com a dificuldade que o banco tem em financiar-se e com o risco que este está a aceitar ao fazer o crédito habitação. Isto é, ao fazer um crédito com um prazo alargado.

Vários fatores determinam o valor do spread, incluindo as condições da instituição financeira com que estamos a lidar. Entre estes fatores, temos também o valor do empréstimo em si e a relação entre o valor emprestado e os bens dados como garantia.

Como o spread é a margem de lucro que um banco tem com o crédito habitação, baixá-lo implica por norma algumas contrapartidas, nomeadamente, como “contrapartida pela aquisição, necessariamente facultativa, de outros produtos”.

Assim sendo, entre os produtos mais frequentes na “oferta" dos bancos constam:

  • Seguros de vida;
  • Seguros multirriscos;
  • Seguros de saúde;
  • Planos Poupança Reforma (PPR);
  • Domiciliação de ordenados;
  • Cartões de crédito.

Ao considerar as potenciais alterações no spread, tenha em conta os custos extra que pode vir a assumir ao contratar estes serviços adicionais. Deve pedir simulações caso exista alguma alteração ao spread proposto.

Leia ainda: Procura uma casa maior com um spread pequeno?

O banco pode aumentar o spread?

O banco apenas pode aumentar o spread a um cliente com crédito habitação em curso caso as condições que foram inicialmente contratadas não estejam a ser cumpridas. Significa isto que o spread pode aumentar, por exemplo, em caso de incumprimento no pagamento de prestações, ou no caso de deixar de subscrever um produto vendido com o intuito de baixar o spread.

No caso de não haver qualquer alteração às condições contratadas, o banco não pode aumentar o spread sem o consentimento do cliente. Em situações em que uma revisão ao crédito habitação leva a um aumento desta componente, pode tentar renegociar com o banco uma alteração com base na subscrição de novos produtos, por exemplo.

Encontrar as melhores condições para o crédito habitação é um desafio que pode ajudar a poupar consideravelmente. Conseguir um spread competitivo no crédito habitação é fundamental para ver a prestação mensal baixar, juntamente com o montante total imputado ao consumidor.

Leia ainda: Crédito habitação: o banco pode aumentar o meu spread?

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.