Finanças pessoais

Procura um contabilista? 8 fatores a considerar na hora da escolha

Se procura um contabilista existem alguns fatores a ter em conta no momento da escolha. Saiba como tornar o contabilista num parceiro.

Finanças pessoais

Procura um contabilista? 8 fatores a considerar na hora da escolha

Se procura um contabilista existem alguns fatores a ter em conta no momento da escolha. Saiba como tornar o contabilista num parceiro.

Se procura um contabilista, há fatores que deve ter em conta antes de fazer a sua escolha. Afinal, será um parceiro do seu negócio, pelo que deve ter especial cuidado na escolha da pessoa a quem vai confiar as suas contas.

Criar um negócio implica diversas burocracias para as quais nem todos estamos preparados. Assim, é importante ter o apoio de alguém que conheça todas as obrigações legais e responsabilidades da sua empresa.

Por outro lado, se pretende desenvolver a sua atividade, a primeira pessoa a quem deve recorrer é a um contabilista. Afinal, é quem lhe poderá dar conselhos práticos, criar um plano de negócios ou projetar o futuro da sua atividade. Pode, ainda, ajudá-lo na tomada de decisões sobre eventuais empréstimos e financiamentos, ou em diversas questões financeiras e de recursos humanos, por exemplo.

Quais as mais-valias de um contabilista?

Os contabilistas prestam um serviço essencial a qualquer empresa. Além disso, deve ser visto como um parceiro de negócios. Isto é, não deve ser alguém que vê esporadicamente e apenas recebe contas para pagar.

Nesse sentido, fazer a contabilidade de uma empresa exige tempo e conhecimentos. Então, é precisamente aqui que entra a importância de ter um bom contabilista. Deve olhar para este profissional, não apenas como mais um custo, mas sim, como um parceiro que lhe permitirá poupar tempo e dinheiro.

Uma boa contabilidade, vai permitir-lhe ter uma melhor noção da situação financeira da sua empresa e respetivas obrigações legais para com o Estado, bem como dos respetivos prazos.

Leia ainda: Trabalhador independente: regime simplificado VS contabilidade organizada;

8 fatores a considerar quando procura um contabilista

1. Procure referências e verifique a acreditação

Umas das primeiras coisas que deve fazer é analisar o passado do seu potencial contabilista e as respetivas acreditações. Pode fazê-lo na internet. Por outro lado, pode pedir ao potencial contabilista que lhe indique referências de anteriores ou atuais clientes.

Do mesmo modo, é aconselhável ter uma recomendação de alguém que trabalhe na sua atividade, para ter a certeza de que o perfil do contabilista se enquadra no seu negócio.

2. Procura um contabilista: crie uma pequena lista de candidatos

Tenha uma breve conversa informal com alguns potenciais contabilistas, peça orçamentos e selecione uma pequena lista de candidatos. Em seguida, analise o respetivo perfil de cada um deles e verifique se os mesmos são compatíveis com a atividade que exerce.

No passado, o contabilista era alguém que se encontrava esporadicamente com o cliente. Atualmente, este profissional acompanha o cliente com regularidade. Nesse sentido, o uso da internet e as plataformas, como o Skype ou Teams, facilitam o contacto e a relação de proximidade com o cliente.

3. Como se calculam os honorários do contabilista?

Peça sempre um orçamento com base no volume de trabalho e não nos lucros que a sua empresa está a gerar. Isto porque, uma empresa até pode não gerar lucro, mas exigir tempo e horas de tralho, e vice-versa. Assim, alguns contabilistas deixaram de trabalhar com base em comissões e pedem aos clientes que paguem uma avença mensal. Dessa forma, pode obter vantagens na relação qualidade-preço. Ou seja, no sistema de avença mensal, o contabilista deverá estar sempre disponível, pronto para responder a qualquer questão ou pedido.

Leia ainda: Empresa na hora: quanto custa e onde posso fazer?

4. Mantenha contacto regular com o seu contabilista

Inclua o seu contabilista no desenvolver da sua atividade diária. Isto é, faça dele um parceiro e obtenha dele o máximo de proveito para o seu negócio. Dessa forma, mantenha um contacto regular.

Muitas empresas entram em dificuldades financeiras e até em insolvência, porque não colocaram o contabilista a par do que se passava, e quando este foi chamado a intervir, já era tarde de mais.

Ao mantê-lo a par da sua atividade, pode ser aconselhado e, dessa forma, evoluir para novas formas de trabalho. Só assim, poderá expandir o seu negócio e evitar problemas futuros.

5. Procura um contabilista? O que pode acrescentar ao seu negócio?

Procure um contabilista que faça tudo para rentabilizar o seu negócio. Muitos contabilistas fazem tudo o que podem pelos clientes, mas outros nem por isso.

Por conseguinte, há contabilistas que recomendam um software de contabilidade adaptado às necessidades específicas do seu negócio. Outros gostam de organizar eventos, formações ou workshops de negócios. Aproveite estas mais-valias.

Outros, ainda fazem análises regulares das suas finanças, bem como recomendações para garantir o melhor desempenho possível na sua atividade.

Em suma, tente escolher um contabilista que entenda o seu negócio e que procure a fidelização de clientes. Ou seja, uma parceria de longo prazo com benefícios para ambas as partes.

6. Tenha sempre os registos atualizados

Está legalmente obrigado a ter todas as obrigações fiscais em dia. Nesse sentido, deve manter um ficheiro com todas as declarações do banco e todos os documentos financeiros durante um período de seis anos.

Leia ainda: Regime de transparência fiscal para as empresas: o que é?

7. Privilegie o uso da tecnologia e os contactos

Um bom contabilista deve ser capaz de adotar a tecnologia como uma ferramenta de trabalho. Em seguida, deverá saber usar e aconselhar a melhor tecnologia que se adequa ao seu cliente. Ou seja, o bom contabilista é aquele que aconselha, não a tecnologia que usa, mas sim aquela que melhor serve os interesses do seu cliente.

Se possível, o contabilista deverá ter bons contactos e dominar igualmente as redes sociais. Também elas podem ser uma ótima ferramenta de trabalho.

De modo a estabelecer uma boa rede de contatos, o contabilista deverá apresentar os clientes uns aos outros. Só assim, vai formar uma rede de contatos alargada e trará benefícios, não só para ele próprio, como para os seus clientes. Dessa forma, os clientes podem, inclusive, colaborar entre si.

8. Flexibilidade e disponibilidade quando procura um contabilista

O contabilista ideal para si, deverá ser flexível e mostrar disponibilidade. Ou seja, deve perceber o seu negócio, ser capaz de ter conversas não só financeiras, mas também sobre outros assuntos que o possam ajudar no negócio. Deverá ter tempo para si, criar uma proximidade e uma relação de confiança, ser não apenas um parceiro, mas um amigo em quem possa confiar. Só assim, poderá dar-lhe os melhores conselhos e ajudá-lo a tomar as melhores decisões.

Conclusões sobre a escolha de um contabilista

A escolha de um contabilista é umas das decisões mais importantes que terá de tomar no exercício da sua atividade. E, um bom contabilista, pode, realmente, fazer toda a diferença entre o sucesso e o fracasso.

Os contabilistas podem ser parceiros de negócios e estão, igualmente, focados no desenvolvimento e crescimento da sua empresa.

Leia ainda: O Código CAE para empresas: saiba o que é

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)