Bem-estar

Conciliar estudos e trabalho: Aproveitar oportunidades em equilíbrio

Para aproveitar todas as oportunidade que surgem vai acabar por ter de conciliar muito coisa. Veja aqui tudo o que precisa de saber.

Bem-estar

Conciliar estudos e trabalho: Aproveitar oportunidades em equilíbrio

Para aproveitar todas as oportunidade que surgem vai acabar por ter de conciliar muito coisa. Veja aqui tudo o que precisa de saber.

Com o ritmo acelerado em que vivemos, agarrar todas as oportunidades pode colocar em risco o nosso bem-estar. É assim que acontece quando há a necessidade de conciliar estudos e trabalhos ou de ter vários trabalhos ao mesmo tempo. Há ainda quem aproveite para fazer estágios ou voluntariado.

Assim, quando há muito coisa acontecer o bem-estar pode ficar esquecido, porém existem estratégias para conseguir um equilíbrio, particularmente se tiver de conciliar estudos e trabalho.

Estudar e Trabalhar

Muitos jovens começam a trabalhar cedo de forma a pagar os seus estudos e, por isso, muitas vezes têm de conciliar estudos e trabalho. Mas não são os únicos. Cada vez mais, mesmo quem já acabou os estudos e já está no mercado de trabalho há algum tempo decide regressar à escola enquanto mantém o seu emprego. Entre estes casos, existem algumas diferenças que importa salientar.

O estudante trabalhador é aquele que estuda a tempo inteiro e trabalha a part-time. Aqui o estudo tem prioridade e o trabalho apenas serve para gerar rendimento. O trabalhador estudante trabalha a tempo inteiro e no seu tempo livre estuda. Muitas vezes estas pessoas escolhem voltar à escola para adquirir competências que permitam ser promovido ou candidatar-se a algum cargo dentro da empresa em que trabalha. Para ambos os casos existe regulamentação que permite uma maior flexibilidade tanto da parte da escola como do trabalho para realizarem os trabalhos e exames.

No primeiro caso, para além da vantagem a nível de salário, mesmo que o trabalho não seja na área de estudo, dá ao estudante experiência de trabalho. Já no segundo, a principal vantagem vai ser os novos conhecimentos e especialização que se vai ganhar. Porém, é preciso ter uma grande capacidade de organização para cumprir os horários das aulas e dos trabalhos. É igualmente importante ter um bom planeamento para conseguir realizar os trabalhos e não ficar para trás no estudo.

Conciliar dois empregos

Com o custo de vida a aumentar (preços do combustível, alimentação, habitação, entre outros produtos e serviços com preços a subir), muitas pessoas viram-se "forçadas" a conciliar um trabalho a tempo inteiro com algum tipo de rendimento extra, nomeadamente um trabalho a part-time ou realizar algum tipo de serviço. Por exemplo, um professor que dá aulas tende a procurar um rendimento extra através de explicações particulares a alunos.

Em muitas áreas de trabalho, os trabalhos a part-time são oferecidos pelas empresas. Apesar de serem a opção ideal para quem estuda ou para quem procura o tal rendimento extra, acabam por ser uma dificuldade para quem procura um trabalho a tempo inteiro, já que acabam por se contentar com um trabalho a part-time, mas vai ser preciso aceitar mais do que um trabalho.

Um rendimento extra pode ser atrativo, mas é preciso pesar as desvantagens. Vai sentir um maior cansaço, pode ser difícil conciliar os horários e a quantidade de trabalho e pode até não compensar no que toca às contribuições para a segurança social e finanças, por exemplo, no caso de ser trabalhador independente.

Leia ainda: Trabalhar em duas empresas: Quais são os meus direitos e deveres?

jovens

Conciliar responsabilidades e tempos livres

Um bom currículo vai influenciar a conquista daquele emprego que tanto quer. Mas o que é um bom currículo? Para além de uma boa apresentação, as aptidões não devem faltar. Assim, há um conjunto de atividades que vai poder fazer para completar o melhor possível o seu currículo.

Para quem quer fazer um currículo, mas não sabe por onde começar, existem alguns sites que podem ajudar. Live Career, cvmarker e Europass, entre outros.

Leia ainda: Terminou a sua formação? Saiba como fazer um bom currículo

Estágios

Os estágios são uma das formas de completar o currículo. Para quem ainda não entrou no mercado de trabalho ou que procura trabalho em determinada área e ainda não tem experiência, os estágios podem ser uma boa opção. Os estágios podem ser curriculares ou remunerado, mas ambos não exigem experiência anterior e são de mais fácil acesso. O estágio escolhido vai servir para consolidar conhecimentos na área de estudo da pessoa e dar a experiência que as empresas procuram nas entrevistas de emprego.

O mais procurado é o estágio remunerado, uma vez que as pessoas são pagas para desempenhar aquelas funções ao mesmo tempo que adquirem experiência e conhecimentos. Porém, o que mais se encontra são os estágios curriculares. Este tipo de estágios, regra geral, são procurados por estudantes, uma vez que não são estágios pagos.

Esta é a grande desvantagem dos estágios, porém existe muita procura devido às vantagens que oferecem a nível de habilitações e currículo. Assim, os jovens procuram realizar estes estágios nos tempos livres e manter um trabalho pago ou a tempo inteiro ou a part-time.

Voluntariado

O voluntariado já faz parte da vida de muitos jovens, especialmente dos universitários. O voluntariado consiste em trabalho não pago e que, normalmente, está ligado a causas sociais. Muitas as empresas, ao recrutarem, procuram experiência de voluntariado, uma vez que demonstra que a pessoa tem preocupação e responsabilidade social, para além de outras competências que pode ter trabalhado durante este tipo de experiência.

O voluntariado pode ser mais fácil de encaixar nos horários diários, já que apesar de ser um compromisso não é obrigatório e inflexível. Na hora de escolher o trabalho de voluntariado deve, assim, analisar a disponibilidade real que tem e chegar a um acordo com a entidade para satisfazer algumas das suas necessidades.

Leia ainda: Quer fazer voluntariado? Conheça as vantagens pessoais e profissionais.

Bem-estar

No meio de tantas oportunidades e de tanto trabalho, o bem-estar pode ficar esquecido. É importante identificar sinais de mal estar físico e/ou psicológico. Existem algumas dicas para ajudar a cuidar do bem-estar e que mesmo quem tem um dia-a-dia preenchido com muitas tarefas vai conseguir seguir.

Em primeiro lugar, é importante garantir que por mais coisas que se queira fazer que vai dormir bem. O dormir bem passa por garantir as 8 horas de sono recomendadas e conseguir realmente descansar. Algumas pessoas têm um estilo de vida tão preenchido que sofrem de insónias ou têm um sono muito agitado. Nestes casos vai querer fazer algumas atividades relaxantes antes de dormir, como por exemplo um banho quente.

Outro ponto bastante importante é a alimentação. Para cuidar de si, deve evitar fast food, refrigerantes e alimentos com muito açúcar. Procure uma alimentação variada e beber bastante água durante o dia.

Pode ter muito trabalho, mas não se esqueça de fazer o que gosta. Organize o seu horário de forma a garantir que vai ter tempos livres e, seja andar de bicicleta ou ler um livro, procure fazer atividades ao ar livre. O sol e o ar fresco são muito importantes para o bem-estar, enquanto que ficar em casa ou num espaço fechado aumenta o cansaço mental.

Hoje em dia consegue encontrar diferentes aplicações com dicas de bem-estar. Sleep Time, TecnoNutri, RunKeeper, Cíngulo, MoodTools e Sattva são apenas algumas das apps que pode experimentar.

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.