Bem-estar

Preço e valor: O que realmente importa na hora de ir às compras

Quem nunca ficou indignado com o preço de determinado produto? Ou adquiriu um produto mais caro porque lhe transmite mais confiança?

Certamente já se questionou sobre o preço de determinado artigo, independentemente do seu valor. E muitas vezes já questionou se o artigo que vai comprar vale o preço que lhe estão a pedir por ele. Apesar de muitas vezes consideramos que preço e valor são sinónimos, na verdade não são.  

O que é o preço?

O preço de um produto ou serviço é o valor pelo qual é vendido e que é definido tendo em consideração vários fatores, como o custo de produção ou de transporte, a margem de lucro, a concorrência, as formas de venda, entre outros. São vários os aspetos que direta ou indiretamente influenciam o preço, no entanto sempre relacionados com os fatores monetários.

Leia ainda: "10 coisas que não deve fazer se quiser poupar".

O que é o valor?

Já o valor depende de consumidor para consumidor. É atribuído aos benefícios que determinado produto ou serviço pode gerar. Tem a ver com a importância do produto para o consumidor. 

O que é verdadeiramente importante?

Muitas são as marcas que apostam no valor. Estudam o seu público-alvo, de forma a proporcionar as melhores experiências aquando da compra dos seus produtos. O valor está diretamente relacionado com isto, com as emoções que se vivem ao adquirir e experimentar o produto. A perceção de uma experiência única, conseguida através da aquisição de um produto ou de um serviço, tem um valor muito superior quando comparado com uma experiência que é semelhante em vários produtos ou serviços.

Ao invés disto, outra marcas apostam no preço e, tendo em conta a sua concorrência, tentam marcar a diferença através do preço mais baixo.

Quanto mais única for a experiência, maior valor lhe é atribuído e, por regra, o seu preço reflete isso mesmo. Às vezes o produto não se diferencia assim tanto de um concorrente, mas a perceção e a experiência do utilizador dão-lhe uma conotação superior. Estas diferenciações são trabalhadas pelas marcas, ao nível do marketing e da experiência do cliente.

Leia ainda: "7 formas de (não) gastar o seu dinheiro com sabedoria".

Estratégia na hora de comprar

É importante ser seletivo e exigente na hora de escolher os seus produtos. Antes de proceder à compra deve ter em conta os vários elementos envolventes e que considera importantes. Sejam eles a qualidade, o preço, a cor, o tamanho, o aspeto, o sabor, o som.

Deve pesquisar se o produto satisfaz na totalidade as suas necessidades e quanto está disposto a pagar pelo mesmo. Existem diversos sites e plataformas que o ajudam nesta análise, por isso, antes de comprar pesquise. Compare as ofertas e perceba o que lhe estão a oferecer. Há várias situações em que dois produtos são muito semelhantes em qualidade e eficácia, mas as marcas a que estão associados têm posturas diferentes, praticando preços diferentes.

Evite as compras por impulso e, de acordo com a importância do produto para si, faça a sua a escolha.

Leia ainda: "5 dicas para evitar compras por impulso".

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)