Bem-estar

Redes sociais: Consegue identificar os perigos? Tome precauções

As redes sociais trazem inúmeros benefícios, mas também trazem perigos que devemos ter em consideração. Conheça as precauções a tomar.

Bem-estar

Redes sociais: Consegue identificar os perigos? Tome precauções

As redes sociais trazem inúmeros benefícios, mas também trazem perigos que devemos ter em consideração. Conheça as precauções a tomar.

A relação dos portugueses com as redes sociais é, cada vez mais, usual. As redes, ferramentas de lazer, mas também de trabalho, podem trazer inúmeras vantagens, facilidades e conforto aos nossos dias. Mas, também "carregam" alguns perigos que devemos ter em conta.

Assim, quando ultrapassamos o limite entre o público e o privado, precisamos de parar e refletir. Certamente, já ouviu o ditado popular: “todo o cuidado é pouco!". Neste sentido, configurar as definições das nossas contas para que a informação esteja protegida, pode não ser suficiente. Logo, há cuidados a ter nestas plataformas que merecem a nossa atenção.

Facebook, Twitter, Instagram são os principais exemplos. Ou seja, estas redes são ótimas ferramentas de comunicação. Com elas, podemos ligar-nos a pessoas em qualquer parte do mundo e pode ser agradável poder partilhar as nossas conquistas ou boas energias, sejam elas pessoais ou profissionais.

Todavia, acabamos por ter uma exposição constante de tudo o que fazemos e, a qualquer momento, as suas partilhas podem ser vistas por pessoas com más intenções.

Cuidados a ter nas redes sociais e precauções a tomar

É frequente partilharmos os sítios onde estamos, com quem estamos, o que estamos a fazer, entre outras coisas. É igualmente comum partilhar momentos importantes da nossa vida (um novo emprego, nascimento de um filho, uma conquista pessoal ou profissional, etc.). A comunicação pode ser relevante mas não deixa de estar a expor a sua vida pessoal. Por isso, há coisas que deve ponderar se deve mesmo partilhar.

Por estas razões, e porque deve existir algum cuidado por parte de quem usa estas plataformas, destacamos 10 cuidados a ter, de modo a proteger a sua privacidade e segurança.

1. Selecione o conteúdo pessoal que partilha nas redes sociais

Partilhar tudo sobre nós. Este é um dos principais erros que cometemos, bem como uma das principais tentações de qualquer utilizador. Aqui, o segredo é ser racional e selecionar bem aquilo que partilhamos e tornamos público.

Assim, evite a publicação excessiva de conteúdos pessoais. Por muito que configure a sua conta para que apenas determinadas pessoas possam aceder às suas publicações, ninguém lhe garante que os amigos dos amigos não tenham acesso a essa informação um dia. As plataformas sociais estão sempre a evoluir e "nunca se sabe o dia de amanhã", como também diz a sabedoria popular.

Leia ainda: O mercado de trabalho e os cuidados a ter nas redes sociais

2. Não misture conteúdo pessoal com profissional

Primeiramente, se tiver uma conta pessoal e outra profissional, tenha especial cuidado. Se ambas estiverem associadas ao mesmo dispositivo, é possível que publique fotografias dos seus amigos e familiares no perfil pessoal, e apareça ao mesmo tempo no profissional, e vice-versa. Tal acontece, por exemplo, no Instagram, mais propriamente nos Stories.

Nesse sentido, nunca misture assuntos pessoais com profissionais. Se tem um perfil profissional, use-o para publicar apenas informações sobre a sua atividade profissional. O acesso a informações pessoais pode influenciar negativamente o seu negócio, pois as opiniões são diversas e cada cliente tem os seus gostos e convicções. Nunca se esqueça: o cliente quer saber o que tem para oferecer e não tem de saber o que faz na sua vida pessoal.

Se pretende que a sua marca seja reconhecida, comunique como empreendedor e representante do seu negócio. Colocar imagens dos seus amigos, familiares, ou de si, em atividades que não estão relacionadas com o seu negócio não é uma boa opção.

3. Evite ser polémico nas redes sociais

As plataformas sociais são, tendencialmente, espaços de debate e discussão. Mas, na maior parte dos casos, pouco saudáveis. Logo, pondere guardar a sua opinião para si ou opte por debater os assuntos, pessoalmente e com os seus amigos ou familiares. Caso contrário, ao mínimo descuido, pode gerar uma discussão com alguém que, muitas vezes, nem conhece. Naturalmente, as opiniões diferem de pessoa para pessoa e há pessoas mais educadas e calmas do que outras, pelo que deve jogar pelo seguro.

Deste modo, evite ser polémico e entrar em discussões desnecessárias. Por conseguinte, estará a proteger a sua privacidade, integridade e a garantir que não será insultado em “praça pública”.

Qualquer que seja o tópico de discussão (futebol, política ou uma notícia do dia, por exemplo), evite opinar ou, pelo menos, não o faça de forma contundente. Muitas dessas publicações, inofensivas à primeira vista, são focos de discussão sem fim e motivo para julgamentos sem fundamento.

4. Não partilhe informações de outras pessoas

Não partilhe conteúdos ou informações de outras pessoas, sem justificação. Peça autorização ao visado para partilhar o respetivo conteúdo.

Por exemplo, imagine que tem uma pequena empresa e divulga os seus serviços e produtos nas suas plataformas sociais. Em determinado momento, um cliente faz um comentário positivo sobre um determinado produto. Pense duas vezes antes de partilhar esta opinião. Lembre-se que, poderá estar a partilhar conteúdos que o cliente não quer que se tornem públicos.

Leia ainda: Como ganhar dinheiro nas redes sociais

5. Evite a partilha excessiva de conteúdos

Não partilhe informação em excesso. Coloque-se no lugar das outras pessoas, quer seja a nível pessoal ou profissional. Pense, como reagiria se ao percorrer o “feed de notícias” do seu Facebook ou Instagram só encontrasse conteúdos da mesma pessoa? Certamente, não seria agradável. Tudo o que é demais…

Por conseguinte, se passa o dia a partilhar coisas nas redes, não espere que tenham grande visualização. Por exemplo, num negócio, quanto mais faseada for a partilha de conteúdos, melhores serão os seus resultados. Isto é, não é por publicar coisas em "loop” que vai ter mais likes e mais visualizações, pelo contrário.

6. Evite expor dados pessoais

Todo o conteúdo partilhado, em qualquer plataforma social, é, facilmente, partilhado e, em segundos, chega a milhares de pessoas. Assim, dados como a sua localização, a sua casa, documentos pessoais ou contas bancárias nunca devem ser partilhados.

7. Redes sociais: não clique em tudo o que vê

Diversas ações na internet funcionam com links. Porém, o problema está no facto de nem todos os links serem seguros. Não clique em tudo o que lhe aparece, nem acredite em tudo o que vê.

Alguns links são "maliciosos" e podem trazer vírus para o seu computador. Neste caso, as suas informações pessoais ficam expostas, o que pode originar problemas sérios.

Assim, clique apenas em links de sites confiáveis e mantenha o antivírus atualizado no seu computador. Por outro lado, se tiver um site, tenha cuidado com os links que sugere aos seus seguidores. Verifique se são uma ligação segura, de forma a não causar danos a terceiros.

8. Evite os erros ortográficos

Outro cuidado a ter é o uso correto da nossa língua. Ou seja, tenha cuidado com o que escreve e como o faz. Simplifique a sua escrita e evite os erros ortográficos. Assim, o que publicar, deve ser de fácil compreensão e deve ser um exemplo para quem lê.

Se tiver uma rede profissional, o cuidado deve ser redobrado. Ou seja, o modo como apresenta a informação aos seus seguidores, é meio caminho para obter bons resultados. Ninguém gosta de estar a ler conteúdos mal escritos, com erros e de difícil compreensão.

Para evitar erros gramaticais, faça sempre a revisão dos seus textos. Isto é, releia o que escreveu ou, se necessário, peça a outra pessoa para ler.

9. Seja profissional e dê o exemplo

Nunca esqueça que, hoje em dia, a grande maioria das pessoas tem acesso à internet. Neste sentido, tenha especial atenção ao que publica e se não vai prejudicar o seu negócio.

Uma escolha errada para publicação, pode retirar toda a sua credibilidade enquanto profissional. Por exemplo, imagine que é médico e resolve publicar uma foto sua a fumar. Esta pode não ser a sua melhor decisão.

Ou seja, enquanto profissional, deve dar bons exemplos e publicar apenas coisas que confiram credibilidade ao seu trabalho. Claro que cada um é livre de fazer o que quiser. Todavia, alguém que se dedica à saúde, não vai, ou pelo menos não deve, publicar algo que seja contrário àquilo que aconselha aos seus pacientes.

No fundo, é uma questão de ser racional e de ter bom senso. Assim, pense sempre na imagem que quer passar para o mercado em que atua e cuide da sua imagem profissional.

10. Responda a todos os seguidores do seu negócio

Se tem um negócio, um dos cuidados que deve ter é responder a todos os seguidores da sua marca ou negócio.

Não se preocupe apenas em responder a dúvidas ou reclamações. Por outro lado, pode e deve responder a qualquer comentário positivo ou elogio. Aproveite e agradeça os elogios, se for caso disso.

Se um utilizador entra em contato consigo, através de alguma das suas plataformas sociais, é porque tem interesse no que oferece. Por isso, responda a todos os comentários feitos na sua página. Desta forma, vai estar a aumentar a interação com os seus seguidores e potenciais clientes.

Leia ainda: As redes sociais fizeram descer bastante os preços da publicidade;

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)