Carreira e Negócios

O que deve saber antes de lançar o seu negócio

Antes de abrir qualquer negócio, assegure-se que está informado e que sabe tudo o que é necessário para o processo.

João Raposo João Raposo , 11 Maio 2015

Muitos trabalhadores independentes estão indecisos quanto às vantagens e desvantagens de abrir uma empresa. Neste artigo iremos deixar-lhe algumas dicas para perceber se vale ou não a pena abrir a sua própria empresa e mostrar que é possível reduzir a sua fatura fiscal.

Conheça as mudanças fiscais recentes

Vimos recentemente um aumento expressivo na criação de novas empresas. Parece que de um momento para o outro nos tornámos uma economia mais competitiva. Mas o que aconteceu realmente foi a alteração do regime fiscal aplicável às empresas. Assim, saiba que se criar a sua empresa terá as seguintes vantagens:

  • Possibilidade de deduzir despesas afetas ao seu negócio e aos seus trabalhadores, baixando o lucro tributável;
  • O lucro tributável até €12.500 paga taxa de imposto de 17% (taxa que compara com a taxa de 28% anteriormente aplicável e que também é a taxa de IRS para muitas famílias);
  • Redução de 50% do imposto a pagar nos dois primeiros anos de atividade (se a empresa for criada em 2015).

Assumindo estas vantagens pode ser muito vantajoso criar a sua própria empresa ou mudar o seu regime de trabalhador independente para contabilidade organizada. Será, contudo, necessário fazer contas e perceber se é realmente vantajoso e se compensa.

Como saber se vale a pena abrir uma empresa

Leia ainda: Dicas para iniciar trabalho como independente, tendo um trabalho normal

Uma mudança de paradigma

Os trabalhadores dependentes confrontam-se com uma realidade muito distinta da realidade dos trabalhadores independentes ou dos empresários em nome individual. Nesta secção queremos focar apenas num ponto específico.

  • Se é trabalhador dependente recebe o seu salário, paga os seus impostos e fica com rendimento disponível para fazer as restantes despesas do dia-a-dia.
  • Se é empresário em nome individual recebe o seu salário, paga as suas despesas (atenção que não são todas as despesas) e o que restar irá representar a base para o pagamento de impostos. Com a diferença que a taxa de imposto poderá ser bastante inferior.

Leia ainda: Trabalhadores independentes: Conheça preços e coberturas do seguro de acidentes de trabalho

Uma dica fundamental

Apesar das potenciais vantagens de ter contabilidade organizada deveremos ter sempre em atenção que é fundamental manter o cumprimento rigoroso da lei. Um profissional honesto e ético irá honrar todos os seus compromissos e isso inclui o respeito pela autoridade tributária e pela Segurança Social (já por aqui falámos das penhoras e das dores de cabeça que trazem). Sendo necessário cumprir com a lei é também necessário que escolha um bom contabilista que garanta que as suas contas cumprem com todos os requisitos legais e procedimentos (a burocracia ainda é muita e toda a ajuda é preciosa para evitar pagar multas por atrasos ou esquecimentos). Hoje em dia é possível ter um bom contabilista a partir de avenças mensais próximas de €100. Não é assim tão dispendioso para os benefícios que traz que como vimos não se reduzem ao pagamento de menos impostos.

A partir de que nível de faturação é vantajoso ter contabilidade organizada?

Correndo o risco inerente a qualquer generalização poderemos dizer que o consenso aponta para que a partir de níveis de faturação anual a rondar os €25.000 já começa a fazer sentido ter contabilidade organizada em detrimento do regime de recibos verdes. Naturalmente que a vantagem irá depender das despesas que tenha efetivamente, podendo ser destacadas:

  • Escritório, água, telecomunicações, eletricidade, seguros, leasing automóvel, creches e ensino dos filhos (sim, estas despesas são passíveis de dedução nas empresas), material de escritório, entre outros;
  • Avenças de contabilidade.

Leia ainda: Vantagens de preencher declaração de IRS sem ajuda do contabilista

O que concluir?

Não podemos dizer que existe uma alternativa que seja sempre melhor do que a outra. Alertamos apenas para as potencialidades do regime de contabilidade organizada. E alertar para a necessidade de procurar a informação para tomar uma decisão mais sólida.

Leia ainda: Trespasse de negócios: o que precisa de saber

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #abrir empresa,
  • #contabilidade financeira,
  • #contabilidade organizada,
  • #empresário em nome individual,
  • #negócio próprio dicas,
  • #recibos verdes
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)

2 comentários em “O que deve saber antes de lançar o seu negócio