Crédito Consolidado

3 questões a ter presentes quando faz um crédito consolidado

O Doutor Finanças alerta-o para 3 questões que deve ter presentes quando fizer um crédito consolidado.

Bárbara Do Carmo Bárbara Do Carmo , 4 Dezembro 2019

Quando faz um crédito consolidado é porque a sua vida financeira já derrapou. Na verdade, esta solução pode ser muito útil quando tem vários créditos, que já não consegue suportar. Ao reestruturar consegue obter uma prestação mais reduzida e melhores condições de pagamento. O crédito consolidado é uma solução relativamente eficaz para evitar o sobre-endividamento das famílias. 

No entanto, esta medida pode dar a ideia de uma falsa estabilidade financeira conduzindo a que, se não fizer escolhas conscientes, acabe por se afundar em novos encargos. 

O Doutor Finanças alerta-o, por isso, para 3 questões que deve ter presentes quando fizer um crédito consolidado.

Leia ainda: Como utilizar a poupança que conseguiu com o crédito consolidado

1 - Tenha controlo sobre os seus gastos

Quando recorre a esta solução, lembre-se das razões que o levaram a esta situação - ter demasiados encargos para os seus rendimentos. Veja o crédito consolidado como uma segunda oportunidade. Uma vez que seja aprovado, analise as suas necessidades básicas, por exemplo despesas médicas regulares, despesas acumuladas, etc. E use o dinheiro ‘extra’ para pagar essas necessidades  básicas imediatas. Não use para extravagâncias, para não correr o risco de sobre-endividamento. 

É essencial que quando faz um crédito consolidado tenha consciência que a folga orçamental que vai ganhar mensalmente, deve ser canalizada para uma poupança, por exemplo, para que possa salvaguardar imprevistos, e não para adquirir mais créditos. Saiba exatamente o que precisa, avalie as suas despesas e faça escolhas inteligentes.

2 - Não faça novos cartões de crédito e não entre em incumprimento

Mesmo que as tentações sejam muitas, não faça novos cartões de crédito, que irão aumentar as suas probabilidades de sobre-endividamento. Recorde-se que ao fazer um crédito consolidado, embora as prestações mensais reduzam, o período de pagamento aumenta (ou seja o seu compromisso com o banco passa para mais anos) e os juros também. Por isso, assegure-se que não cai em tentações e mantenha-se afastado dos cartões de crédito.
A par disto, enquanto está à espera da resposta do crédito consolidado, garanta que paga todas as prestações. Entrar em incumprimento pode ser sinónimo de não conseguir esta oportunidade, que o ajudará a equilibrar a sua vida financeira. 

3 - Amortize o seu crédito

Aproveite o dinheiro extra para, por um lado salvaguardar uma poupança, por pequena que seja, e por outro para ir amortizando o crédito. Assim garante que, com mais rapidez, se vê livre dos créditos que acumulou.

Se considera que precisa de ajuda para organizar as suas finanças, o Doutor Finanças pode ajudá-lo na consolidação dos seus créditos e a adquirir novos hábitos que assegurarão uma vida financeira próspera e saudável. 

Leia também: Crédito consolidado: Tudo o que precisa de saber

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)