Nos últimos anos verificou-se um aumento dos créditos concedidos às famílias com a finalidade de comprar casa.  Mas será mesmo uma boa altura para comprar casa?

Em 2016, a concessão de empréstimos para comprar casa atingiu o volume mais alto desde 2010. No ano passado, o bancos concederam créditos para habitação no  valor de  5790 milhões, que representa uma subida de 44, 28% em relação a 2014, por exemplo.

A subida dos preços no mercado de arrendamento, que empurra os jovens para a compra de casa, aliada às condições mais favoráveis que os bancos estão a oferecer, levam-nos a acreditar que esta tendência se mantenha em 2017.

O que é que está a motivar este aumento dos Créditos Habitação?

De uma perspectiva macroeconómica são vários os fatores que contribuem para este panorama, entre eles, a redução da taxas de desemprego, a melhoria das taxa de incumprimento, o aumento da liquidez dos bancos, bem como a procura de produtos rentáveis e de baixo risco.

Por consequência, o animar do mercado imobiliário fez também com que o valor das casa aumentasse, o valor das garantias de crédito habitação também aumentasse. Por outro lado,  as famílias e investidores passaram a apostar no consumo de imóveis que os bancos têm em carteira e que regra geral apresentam um melhor preço.

Todas as condições juntas, levam a que os bancos sintam uma  maior vontade em serem mais agressivos comercialmente, não só através do crédito habitação, como também através da transferência de crédito habitação.

Os bancos estão a conceder mais e maiores créditos para comprar casa

Ainda a pesar na balança entram outros fatores de peso. Não nos podemos esquecer que um crédito habitação não só se trata de um compromisso a longo prazo do cliente com a instituição bancária, como potencia a venda de outros produtos bancários como seguros multi-riscos, contas ordenado, cartões de crédito, bem como  cobrança de novas comissões.

Pelas razões que acima enumeramos, verifica-se um aumento do índice de confiança  e maior predisposição nos bancos para realizarem não só mais operações de crédito habitação, como maiores operações de crédito habitação, chegando  atingir os 85%.

Este é o momento ideal para comprar casa?

Acreditamos que estas condições se vão manter, os bancos irão tendencialmente aumentar os seus rácios de financiamento, bem como diminuir o spread, com vista a aumentar a sua carteira de clientes.

Este poderá ser um bom momento para investir na sua própria casa com condições de crédito favoráveis, contudo não nos devemos esquecer do que passámos nos últimos anos. Por isso, procure o aconselhamento de um profissional. No Doutor Finanças, procuramos por si o banco que oferece as melhores condições para o seu caso. Temos acesso a canais privilegiados dos principais bancos portugueses, e negociamos com eles as melhores condições possíveis de forma a conseguirmos o crédito à habitação com o spread mais baixo possível.