Empresas

As Pessoas – Uma abordagem pragmática a partir do chão de fábrica

O contacto próximo e informal com as pessoas gera informações valiosas, que são decisivas para o sucesso de qualquer organização.

Hoje, ouvimos frequentemente expressões como: “As pessoas são o centro da vida organizacional”, “as pessoas vêm primeiro”, “it’s all about people” ou ainda “we are people centric”.

Na realidade, as pessoas, os colaboradores ou os trabalhadores, como lhes queiramos chamar, são o elemento central e até mesmo decisivo, em qualquer organização, sem o qual dificilmente uma empresa terá sucesso. Isto não é de hoje e estou seguro de que será sempre uma realidade.

Se uma organização é um ser vivo com identidade própria, esta resulta, em larga medida, da ação dos diversos indivíduos que dela fazem parte. A isto teremos depois de adicionar visão, missão, valores, etc.

É fundamental entender as pessoas e perceber de onde viemos, onde estamos e para onde queremos ir. Será com elas que lá chegaremos, ou não.

Pare, escute e olhe

Dito desta forma parece complexo e apenas alcançável através de fortes investimentos em estudos de clima organizacional, consultoria, etc. Ou então apenas ao alcance de organizações com grandes recursos e dimensão.

Esquecemos assim que, em Portugal, a esmagadora maioria das empresas são de dimensão micro ou média. Ou seja, nada feito!

Antes pelo contrário, diria eu.

Sendo eu um defensor das diversas ferramentas – estudos de clima incluídos – que nos permitem aferir o “estado de saúde” da organização, estou convencido de que também neste caso a menor dimensão pode ser uma vantagem.

Existem recursos ao alcance de todos e que não requerem outra coisa que não seja: tempo, atenção e capacidade de escuta.

Nada melhor do que “caminhar pelo chão de fábrica” ou “pelo escritório”, para perceber muitas coisas. Este contacto próximo e informal com as pessoas, permite a qualquer manager experiente e sobretudo atento e com capacidade de escuta, recolher informação muito relevante e enorme importância sobre as “suas” pessoas.

Trata-se mais, nestes casos, de sensibilidade do que de investigação científica.

A importância de olhar para dentro

Um bom exemplo do que acabo de referir tem a ver com a procura de talento ou a “guerra de talentos” de que tanto se fala nos dias de hoje.

Quantas vezes, e na ausência de talento interno, vamos ao mercado à procura daquilo que supostamente não temos!?

E quantas vezes chegamos à conclusão de que um olhar mais atento permitiria detetar e desenvolver esse talento internamente?

Este olhar atento está ao alcance de todos e poderá até ser mais eficaz em organizações de pequena dimensão e com poucos recursos, mas com líderes que se preocupam em desenvolver as suas competências de atenção e capacidade de escuta.

Por isso, comecemos por “caminhar no chão de fábrica ou no escritório”. As pessoas estão lá e se elas são o centro, é lá que devemos estar.

É esta abordagem pragmática que adotamos no módulo II do Programa de Gestão de Empresas (PAE) da Universidade Europeia porque entendemos que ferramentas e práticas – as de recursos humanos incluídas – não são um fim em si, são apenas um meio para gerirmos melhor e para conseguirmos atrair, reter e desenvolver o talento nas nossas organizações.

O Doutor Finanças Empresas e a PHC Software lançaram a II edição do concurso para atribuição de uma bolsa de formação em administração de empresas. Consulte o Regulamento do Concurso para atribuição da bolsa.

José Rocha, leciona o modulo II do PAE, é licenciado em Direito , pós-graduado em Gestão de Recursos Humanos; tem vários anos de experiência nas áreas da formação, criação de empresas e empreendedorismo e 17 anos de experiência enquanto responsável de Recursos Humanos no setor automóvel.

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #Parceria Doutor Finanças e PHC,
  • #PHC Software,
  • #universidade europeia
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.