Finanças pessoais

Pagar em dinheiro? 5 vantagens em não o fazer

Sabia que por vezes pagar em dinheiro pode não ser a opção mais correta? Se não sabia, fique atento ao quanto pode ganhar em não o fazer.

Márcio Fontes Márcio Fontes , 5 Abril 2020

Costuma dizer-se que ao vermos o dinheiro a sair das nossas mãos, temos uma menor tendência para o gastar. Como tal, devemos pagar em dinheiro sempre que possível. Apesar desta "técnica" ser útil para controlar as compras por impulso, pode estar a perder bastante dinheiro ao limitar-se a pagar tudo em notas e moedas.

Neste artigo apresentamos-lhe algumas vantagens ao não pagar em dinheiro, como obter benefícios e descontos ou maior proteção.

Benefícios e descontos com cartões de crédito

sala de espera de um aeroporto com homem a aguardar

Aproveitar benefícios e descontos é uma boa prática, visto que pode obter a mesma coisa por uma quantia significativamente inferior. No entanto, alguns descontos e benefícios não podem ser usufruídos ao pagar em dinheiro, mas sim com cartões de crédito. Eis alguns exemplos.

Acumular pontos em milhas

Se o seu estilo de vida envolve muitas viagens e tempo gasto nas salas de espera dos aeroportos, um cartão de crédito em que acumule pontos por milhas percorridas pode ser a opção certa para si.

Estes cartões são muito semelhantes aos cartões de recompensa, na medida em que ganha pontos ao fazer compras, mas são feitos com o intuito de gastar esses pontos em voos, lounges e serviços de concierge.

Descontos em hotéis e outras lojas

Na altura de escolher um hotel, existem vários descontos que pode usufruir pagando com o seu cartão de crédito. Por isso, se está a pensar fazer férias num certo local e está à procura de hotel, então aproveite e veja os hotéis que o seu cartão de crédito abrange. Estas vantagens podem ser usufruídas sob forma de desconto na fatura final ou ofertas especiais / exclusivas.

Acumular dinheiro em cashback

Outra particularidade que lhe pode trazer algumas vantagens é a possibilidade de recuperar parte do dinheiro que gasta, sob forma de cashback. Grande parte dos cartões de crédito possuem apenas 1% de cashback. No entanto, já existem alguns no mercado em que é possível acumular 3% dos valores gastos em compras. Adicionalmente, em certos casos pode transferir esse dinheiro para um PPR que já possua.

Pode obter prémios

rapariga a mexer no telemovel

No ato de subscrição de certos cartões de crédito pode ganhar alguns prémios, nomeadamente telemóveis, viagens ou outro tipo de recompensas. Este método é muito utilizado pelas instituições de crédito de forma a mais clientes subscreverem e adquirirem cartões de crédito. Apesar de muitas vezes compensar a subscrição, especialmente se não tiver de pagar a anuidade do cartão ou se esta for reduzida, só usufrui deste tipo de prémios uma vez.

Outra modalidade de prémios é ser possível acumular pontos em cartão de crédito e trocar por produtos em lojas parceiras, o que a longo prazo poderá ser mais vantajoso, visto que o leque de produtos é mais vasto.

Outros prémios incluem automaticamente lhe oferecerem um valor monetário em crédito (por exemplo, 150€) após gastar um certo montante em compras (por exemplo, 1000€).

Histórico de crédito

Outra desvantagem de pagar em dinheiro é que, apesar de não utilizar crédito para comprar produtos e, como tal, não se endivida, acaba por não criar nenhum histórico de crédito que lhe será útil na altura de compra de uma habitação, por exemplo.

Deve ter em atenção que basta entrar em incumprimento uma vez para prejudicar imenso o seu histórico de crédito. Por isso, se souber que não irá conseguir cumprir as suas obrigações num dado mês, tente renegociar as prestações e prazos de pagamento de forma a não entrar em incumprimento. Apesar de ser benéfico ter um histórico de crédito, é preferível não ter histórico nenhum do que tê-lo com incidências de incumprimentos no passado.

Adicionalmente, é de salientar que ter muitos cartões de crédito pode não ser uma boa opção, visto que não só irá ter uma linha de crédito excessivamente grande comparativamente com os seus gastos, como também irá sentir-se pressionado a utilizá-los de forma recorrente, sem vista aos gastos desnecessários que poderá vir a ter.

Leia ainda: Dicas para que o seu crédito habitação seja aprovado

Maior proteção

Outra vantagem de não pagar em dinheiro, mas sim com cartão de crédito é a proteção que lhe oferece em diversos níveis. Existem várias proteções oferecidas pela utilização de diferentes cartões de crédito. Umas mais vantajosas, outras nem tanto. Neste caso destacam-se o seguro de viagem, assistência em viagem e outras proteções.

Seguro de viagem

pessoa a retirar mala de viagem da mala de um carro

Este tipo de cobertura abrange certas situações, entre as quais: acidentes pessoais em viagem, responsabilidade civil, danos ou extravio de bagagem, cancelamento ou redução da viagem, e reboque de veículo.

No caso dos acidentes em viagem, o pagamento do capital seguro em caso de morte ou invalidez por acidente ocorrido no decurso da viagem.

Já relativamente à responsabilidade civil, estará seguro no que diz respeito ao pagamento de uma indemnização por danos corporais e/ou materiais causados a terceiros no âmbito da sua vida privada e no decurso da sua viagem.

No que diz respeito à cobertura de dano de bagagem, esta permite-lhe proteger-se contra a perda ou dano às roupas e objetos de uso pessoal, transportadas em malas, sacos ou outro tipo de volumes.

Assistência em viagem

Além do seguro de viagem, também pode usufruir de distintas proteções através da assistência em viagem. Nesta categoria inserem-se, por exemplo, as despesas médicas, transportes de ida e volta e estadia familiar, prolongamento da respetiva estadia, envio de medicação para o estrangeiro, e por último transporte ou repatriamento de falecidos e pessoas seguras acompanhantes.

No que diz respeito à cobertura de despesas médicas, inserem-se nesta categoria despesas relacionadas com cirurgias, internamento e farmacêuticas. Quanto ao envio de medicação para o estrangeiro, o segurador encarregar-se-á do envio de medicamentos essenciais e de uso habitual que não existam no local onde a pessoa segura se encontra.

Já na infelicidade de acontecer algo grave durante a sua viagem, ao pagá-la com cartão de crédito ao invés de pagar em dinheiro, estará também seguro quanto ao transporte ou repatriamento de falecidos e acompanhantes.

Outras proteções

Alguns cartões de crédito oferecem-lhe, nomeadamente, proteção em compras, proteção ao crédito, roubo em ATMs, e por último roubo do próprio cartão de crédito.

No caso da proteção em compras, este tipo de proteção é bastante útil para quem faz bastantes compras online, podendo usufruir de uma indemnização numa situação de perda ou roubo dos produtos que adquiriu com o cartão.

Não tem categorização de gastos

Por último, ao apenas pagar em dinheiro estará a perder toda uma informação sobre onde o gasta. Numa ótica de poupança é essencial que esta informação esteja sempre disponível e que possa monitorizar, visto que poderá estar a gastar bastante dinheiro numa certa área sem se dar conta.

Existem diversas aplicações bancárias que já categorizam os seus gastos e organizam essa informação de uma forma clara. A utilização de cartões, por exemplo como o Revolut, já lhe permitem obter todas estas informações sem precisar de anotá-las noutra aplicação móvel.

Outra vantagem de ter a categorização dos seus gastos é que pode definir um limite mensal para uma dada categoria e receber alertas caso tenha ultrapassado o seu limite mensal. Assim, na possibilidade de inadvertidamente ter comprado algo desnecessário ou por impulso, irá saber que não está a cumprir os limites que definiu previamente.

Partilhe este artigo
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais

Deixar uma resposta (Podemos demorar algum tempo até aprovar e mostrar o seu comentário)