Investimentos

Os novos Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC)

Os Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC) vieram substituir os CTPM, embora com taxas menos atractivas. Conheça as principais características.

Pedro Pais Pedro Pais , 30 Outubro 2017 | 4 Comentários

O governo português criou um novo produto de poupança dedicado às famílias. Fique a saber os prazos e taxas aplicados aos Certificados do Tesouro Poupança Crescimento.

Quatro anos depois, os Certificados do Tesouro Poupança Mais (CTPM) deixam de aceitar novas subscrições e foram substituídos pelos Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC).

Antecipando uma conclusão, este novo produto mostra-se menos atractivo do que os CTPM, tendo as seguintes características-chave:

  • Capital garantido;
  • Prazo mínimo de 1 ano e máximo de 7 anos;
  • Pagamento anual de juros;
  • A taxa de juro tem um valor fixo para cada ano, começando em 0,75% (1º ano) e indo até 2,25% (2º ano);
  • À taxa fixa pode acrescer um prémio até 1,2% em cada ano a partir do 2º, dependendo do crescimento do PIB português.

Os detalhes completos podem ser consultados na página do IGCP.

Taxas

Falando das taxas, que acabam por ser o ponto mais relevante, atente-se à seguinte tabela:

AnoTaxa anual (%)Taxa anual média (%)
10,750,75
20,750,75
31,050,85
41,350,98
51,651,11
61,951,25
72,251,39

Taxa fixa garantida por ano

Como é possível observar na tabela, um aforrador que mantenha os CTPC durante os 7 anos obtém uma taxa média anual bruta garantida de 1,39%, muito inferior à taxa média anual de 2,25% que era possível obter com os CTPM, ao fim de 5 anos.

Taxas com prémio

Se considerarmos que existe um prémio máximo de 1,2% a partir do 2º ano, no melhor cenário é possível chegar às seguintes taxas:

AnoTaxa anual (%)Taxa anual média (%)
10,750,75
21,951,35
32,251,65
42,551,88
52,852,07
63,152,25
73,452,42

Taxa máxima por ano (prémio máximo)

Num cenário optimista, que assume um crescimento de pelo menos 3% do PIB nos diversos anos, a taxa média anual no final dos 7 anos fica-se pelos 2,42%. De notar que nos CTPM a taxa de juro do 4º e 5º anos era acrescida de um prémio de 80% do crescimento real do PIB, sem limite.

Conclusão

Felizmente Portugal tem tido maior facilidade em obter financiamento nos mercados financeiros, pelo que é natural que a oferta dos CTPM tenha sido substituída pelos CTPC, que trazem menos encargos para o Estado mas obviamente são menos vantajosos para o aforrador.

De qualquer forma, no mercado nacional e dentro dos produtos com capital garantido os CTPC são presentemente uma das melhores opções. Ainda assim, sugerimos que consulte a nossa página dos melhores depósitos a prazo, onde pode encontrar outros produtos com nível de risco semelhante e, nalguns casos, taxas mais atractivas.

Já agora! Sugerimos ainda a leitura do artigo "Certificados do Tesouro Poupança Crescimento – novo produto de poupança destinado às famílias" e fique ainda a saber se este produto de de poupança é vantajoso face a outros da mesma natureza. 

Partilhe este artigo
Etiquetas
  • #CTPC,
  • #CTPM,
  • #Estado,
  • #IGCP,
  • #investimentos,
  • #poupança

Deixar uma resposta

4 comentários em “Os novos Certificados do Tesouro Poupança Crescimento (CTPC)