Negociar o seu seguro automóvel pode trazer poupanças consideráveis. Neste artigo fique a conhecer 3 passos que o vão ajudar a tomar a melhor decisão.

Pedro Pais é o fundador do financaspessoais.pt e do forumfinancas.pt. O Pedro é um dos maiores promotores de literacia financeira em Portugal contribuindo com centenas de artigos, ferramentas e simuladores que ajudam as pessoas a poupar, a investir ou a decifrar os mistérios da fiscalidade.

Nos mercados maduros, com pouca variação anual no número de clientes, as empresas têm de competir entre si para crescer. Nestas situações, as empresas tentam melhorar face aos seus concorrentes, ou seja, a concorrência traz exigência e tipicamente beneficia o consumidor. Esta é a realidade do produto de Seguro Automóvel em Portugal.

Cientes dos benefícios da concorrência, muitos portugueses procuram negociar melhores condições nos seus seguros automóveis, muitas vezes mudando para outra seguradora. Ao pensar nesta realidade sugerimos uma abordagem para escolher uma solução que lhe ofereça a melhor relação qualidade/preço.

3 passos que o ajudam a tomar a melhor decisão relativamente ao seu Seguro Automóvel

 – Combater a inércia

Os seguros têm um vocabulário por vezes de difícil compreensão e costumam ser associados a “muita papelada”. Estes receios levam a que muitos portugueses tratem uma vez dos seus seguros e nunca mais pensem nisso. Se este é o seu caso, provavelmente está a perder dinheiro, porque simplesmente deixa que a inércia seja mais forte que a sua vontade de poupar com os seguros.

 – Decidir o que quer

As seguradoras protegem-nos dos imprevistos, mas não deixam de ser uma empresa que existe para ser rentável. Neste sentido, não deixe que sejam as seguradoras a decidir o que é melhor para si. As seguradoras vão querer que pague o prémio maior com a contrapartida de estar mais protegido.

O que nos parece importante é que tenha presente quais as coberturas que lhe fazem sentido e que verifique com atenção os valores e prazos das franquias, assim como o capital segurado (conheça aqui algumas dicas úteis para o seu seguro automóvel). Será que se justifica ter um seguro de danos próprios num veículo com 10 anos e já com pouco valor de mercado? Provavelmente estará a pagar um prémio de seguro desproporcionado para o valor do bem.

 – Fazer simulações

Todas as companhias já disponibilizam simuladores para saber quanto ficará a pagar pelo seguro. É verdade que muitas vezes esses valores podem ser posteriormente negociados, mas a simulação dá-nos já uma “baliza”. Vale a pena investir algum tempo em simulações e saber ler as diferentes cláusulas de cada oferta, para podermos comparar o que é comparável.

No aspecto do preço as chamadas seguradoras low cost são normalmente muito competitivas e em grande parte responsáveis por estimular maior concorrência no sector. Não podemos deixar de referir a oferta da OK Teleseguros e da N Seguros, que vieram para o mercado com preços competitivos ao ponto de a concorrência ainda não ter conseguido igualar as suas melhores ofertas. A concorrência é benéfica e depende apenas de nós tomar a iniciativa de tirarmos partido dela.

Já agora! Os consultores do Doutor Finanças podem ajudá-lo na procura e na escolha da melhor opção de seguro automóvel para o seu caso. Saiba como, aqui.