Carreira e Negócios

Está a pensar despedir-se? Saiba o que ter em conta

Se está a pensar despedir-se deve ter alguns pontos em consideração. Hoje, mudanças de carreira são possíveis, mas há cuidados a ter.

Carreira e Negócios

Está a pensar despedir-se? Saiba o que ter em conta

Se está a pensar despedir-se deve ter alguns pontos em consideração. Hoje, mudanças de carreira são possíveis, mas há cuidados a ter.

Se está a pensar despedir-se existem alguns aspetos práticos a ter em consideração. Mudanças de carreira são comuns e partem de razões diversas, nomeadamente insatisfação com o atual emprego, dificuldade em arranjar emprego na área de formação ou da necessidade de melhorar a nível financeiro, pessoal ou emocional.

Por outro lado, existem pessoas que mantêm o mesmo emprego durante muitos anos, mas sentem que chegou a altura de mudar. A carreira a que sempre se dedicaram já não os satisfaz e a mudança é o caminho a seguir. Nem sempre é fácil e as responsabilidades financeiras falam mais alto.

Neste artigo, abordamos, por isso, aspetos a ter em consideração se estiver a pensar despedir-se do seu atual emprego.

Prós e contras de manter o seu emprego

Antes de tomar qualquer decisão deve tentar perceber as vantagens e desvantagens com que vai ter de lidar. Quando chegamos a um ponto em que estamos insatisfeitos com o nosso emprego é fácil ver apenas os benefícios em mudar. A mudança de ambiente, um possível aumento de remuneração, um local mais próximo da residência, todos estes, entre muitos outros, são motivos válidos para levar essa mudança por diante.

No entanto, não deve esquecer os contras, ou seja, os aspetos menos positivos de mudar de emprego. A altura pode não ser a melhor já que a atual conjuntura económica torna a situação demasiado arriscada. Por exemplo, o aumento da prestação da casa ou o nascimento de um filho fazem toda a diferença no orçamento familiar.

Identificados os aspetos positivos e negativos, deve analisá-los e ver quais "vencem". Ou seja, se os aspetos positivos superam ou negativos, ou vice-versa. Apesar de, neste tópico, apresentarmos a situação de uma forma muito linear, nem sempre é. Por isso, deve fazer sempre uma introspeção e garantir que está seguro da decisão que vai tomar.

Leia ainda: Vai despedir-se? Saiba os prazos do aviso prévio

Fale com o seu chefe, partilhe as suas preocupações

Antes de tomar a decisão de se despedir, pondere partilhar com o seu chefe as suas preocupações. Se o seu objetivo é ter uma melhor remuneração, peça-lhe um aumento salarial. Expresse o seu ponto de vista e as razões pelas quais merece esse aumento. É certo que não existem garantias de o seu pedido ser aceite, no entanto, as empresas também não têm interesse em perder funcionários, especialmente com experiência. Assim, pode tentar chegar a um acordo.

Se, por outro lado, o que o incomoda é a equipa onde está inserido ou, até mesmo, as tarefas que tem a seu cargo, procure expressar isso também. Pode sempre conseguir uma mudança de posição ou de equipa. Não tenha receio de abordar os seus superiores. Muitas vezes a solução pode ser simples.

Leia ainda: Quer mudar de carreira? 6 livros que podem ajudar a tomar uma decisão

Considere uma mudança de posição interna

Imagine que chegou à conclusão que quer mudar de emprego. Não se sente bem no seu atual e quer algo diferente. Antes de se despedir, porque não considera uma mudança de posição interna? O facto de desempenhar certas funções numa empresa não significa que não possa desempenhar outras, e diferentes.

Visite a plataforma de emprego da sua empresa, procure vagas noutras posições, na mesma área ou noutra. Pode acabar por encontrar algo que o alicie e que lhe ofereça a mudança de que precisa.

Esta é uma forma de mudança menos radical, mas que pode ser suficiente para si. Por vezes, ficamos cansados das tarefas que estamos a fazer e, apenas, necessitamos de fazer algo diferente.

Trabalhador cansado no regresso ao trabalho após a férias

Leia ainda: Despedimento por inadaptação: Em que situações pode acontecer?

O que pretende do seu próximo emprego?

Se vai sair, é importante definir o que pretende num futuro emprego. Pretende manter-se na mesma área ou mudar para algo diferente? Pode querer um melhor salário ou algo mais próximo de casa. Por outro lado, pode preferir trabalhar remotamente ou, até mesmo, criar o seu próprio negócio. Em qualquer situação, ter um plano de ação é fundamental para ter sucesso.

Se ainda não tem certeza sobre o que vai fazer, deve fazer uma pesquisa detalhada. Atualmente, existem algumas plataformas de partilha profissional onde pode, rapidamente, ver o que outras pessoas estão a fazer e, eventualmente, contactá-las para tirar dúvidas. A plataforma Linkedin é das mais conhecidas e utilizadas. Ao ver o que outras pessoas estão a fazer, e as possibilidades que existem de emprego, poderá vir a descobrir áreas que nem conhecia.

Leia ainda: Despedir-se por justa causa: saiba o que deve ter em conta

Avalie a sua situação financeira

Outro aspeto a ter em consideração antes de se despedir passa pela avaliação da sua situação financeira. Mudar é, muitas vezes, necessário, no entanto, nem sempre a altura é apropriada. Com o aumento das taxas de juro e consequentemente das prestações de habitação, muitas pessoas foram forçadas a fazer cortes de modo a não falhar pagamentos. Da mesma forma, a atual situação de inflação que se verifica nos preços de alimentos e combustíveis, também faz com que muitos agregados tenham de reduzir gastos.

Antes de tomar alguma decisão deve, assim, perceber se tem estabilidade suficiente para dar este passo. Mudar de emprego pode significar passar de uma situação de estabilidade profissional para uma de instabilidade. Por exemplo, se na sua empresa está com contrato sem termo, pode, ao iniciar uma nova atividade, ser obrigado a começar com um contrato a termo, ou até mesmo outra modalidade. Não significa que não deva aproveitar a oportunidade, deve apenas garantir que o faz de forma consciente.

Leia ainda: Mudar de carreira: Prepare-se, saiba o que esperar

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.