Carreira e Negócios

Estudante universitário: 10 dicas para aliviar o stress financeiro e poupar

Para o estudante universitário a gestão financeira pode ser algo pesado. Mas, existem estratégias para "sobreviver" e ainda poupar

Carreira e Negócios

Estudante universitário: 10 dicas para aliviar o stress financeiro e poupar

Para o estudante universitário a gestão financeira pode ser algo pesado. Mas, existem estratégias para "sobreviver" e ainda poupar

A entrada na universidade pode transformar-se numa das alturas financeiramente mais complicada na vida de um jovem. Mudança de casa, utilização de transportes, propinas e outras despesas académicas, são alguns dos pontos que podem contribuir para um maior stress financeiro.

Contudo, com uma mudança de hábitos é possível reduzir esta pressão e fazer com que o dinheiro “estique”. Neste artigo, reunimos algumas estratégias de poupança que podem ajudar os estudantes universitários.

Criar orçamentos

Orçamentar as despesas é uma boa forma de controlar o dinheiro que gasta. Assim, não só está a atribuir uma parcela do valor disponível a gastos específicos (ex.: supermercado, transportes, material académico), limitando o valor que vai gastar em cada categoria, como também evita gastos desnecessários. Enconte a melhor forma de o fazer isto, mas pode sempre usar uma folha Excel, uma aplicação para controlo de gastos ou até mesmo um simples papel. O importante é planear onde e quanto vai gastar. Depois, Estudante universitário: 11 dicas para aliviar stress financeiro e poupar.

Separar por objetivos

Neste orçamento, contemple os seus planos paralelos, ou seja, tente separar o dinheiro por objetivos se pretende juntar para algo específico. Esta pode ser a forma de garantir que vai ser bem sucedido. Por exemplo, se está a amealhar para os presentes de Natal ou para uma viagem, tente colocar o montante defnido de parte, de forma a não correr o risco de o gastar.

Leia ainda: Devo alterar o orçamento em 2022? O que considerar nas suas contas

Procurar descontos para estudante universitário

Lembre-se, não saia de casa sem o seu cartão de estudante. Como estudante universitário, pode usufruir de descontos específicos. É importante aproveitar todas as vantagens que este estatuto traz, nomeadamente em produtos de mercearia, roupa ou livros académicos. É importante estar atento e garantir que não perde nenhuma oportunidade. Pesquise na internet e verifique onde pode encontrar os melhores descontos.

Assim, pode preparar as suas compras. No fundo, é aplicar uma das "regra de ouro" da poupança: fazer sempre uma lista dos artigos de que precisamos antes de irmos às compras. Caso se justifique faça as compras em lojas diferentes para aproveitar descontos diversos.

Comprar em segunda mão

Comprar em segunda mão também é uma forma de poupar. Seja roupa, calçado, mobiliário ou livros, as opções são várias e a poupança pode ser significativa. Se é estudante universitário deve ponderar aproveitar este tipo de oferta. Atualmente, pode comprar produtos em segunda mão em lojas físicas ou através de plataformas online, como o OLX ou a Vinted. A oferta é vasta. Como estudante, uma das maiores despesas que tem está ligada aos livros académicos. Se conseguir adquiri-los em segunda mão vai, certamente, diminuir esse gasto.

Vender o que não usa

Se precisa de fazer algum dinheiro, podere vender os seus artigos que já não usa. É frequente deixar acumular coisas em casa: roupa e calçado que já não serve ou mobiliário que já não gosta, por exemplo. Assim, se vender o que não usa, além de ganhar dinheiro, também liberta espaço em casa. Hoje em dia, apesar de exigir alguns cuidados, vender artigos usados é algo fácil, especialmente se o fizer online.

Evite o carro

Apesar de oferecerem mais comodidade, os carros acarretam despesas que, nesta fase da sua vida, podem ser difíceis de suportar. Desde o combustível, seguro, IUC ou reparações, os gastos são muitos. Contudo, pode equacionar recorrer a outras opções de deslocação menos dispendiosas. Utilize transportes públicos no dia-a-dia ou, até mesmo, se possível, ande a pé. Para trajetos mais longos pode, por exemplo, pedir ou partilhar boleias. O planeta agradece e a sua carteira também.

Leia ainda: Partilha de carro: Como funciona esta alternativa ao veículo próprio

jovem mulher, numa biblioteca, de costas com a cabeça substituída por uma pilhade de livros

Utilizar a biblioteca

A biblioteca deve ser a melhor amiga de um estudante universitário, pois a possibilidade de ter acesso a livros gratuitamente permite uma poupança relevante. Poder levar os livros para casa durante um período de tempo, consultá-los apenas na biblioteca em caso de necessidade, ou até mesmo tirar fotocópias às partes necessárias. Com estes "truques", pode poupar centenas de euros. Aproveitar a biblioteca da universidade é também uma vantagem, pois o tipo de conteúdo é mais específico e adequado aos temas que estuda.

Planear refeições

A alimentação representa uma grande fatia dos gastos de um estudante universitário. Uma dica para poupar tempo e dinheiro é o planeamento de refeições. Planear as refeições que vai fazer durante a semana faz com que a sua lista de compras se cinja àqueles artigos específicos, evitando que compre coisas desnecessárias. Assim, poupa dinheiro e tempo, já que o processo de preparação das refeições vai ser bem mais rápido.

Leia ainda: Poupar todos os dias? 6 “pequenas” estratégias para chegar à meta

Leve marmita, evite a catina

Comer todos os dias na universidade, por muito que pareça barato, no final do mês, pode sair bastante caro. Para ajudar nestas despesas, uma das opções é levar refeições de casa, já preparadas, para comer na faculdade. Se possível, prepare todas as refeições da semana e congele.

O convívio com colegas e amigos é importante, mas a tendência nestas situações é fazer refeições fora, o que acarreta mais custos. Mas, evitar estes gastos é importante. Por isso, reúna os amigos em sua casa e peça que cada um contribua com algo para a refeição. Assim, há diversão e sai mais barato.

Procurar um part-time/ estágio remunerado

Ter um part-time ou um estágio remunerado, nesta fase da sua vida, é uma forma de conseguir algum rendimento extra para fazer face às despesas que vão surgindo. Não é tarefa fácil estudar e trabalhar ao mesmo tempo, ainda que seja em regime de part-time. No entanto, se conseguir fazê-lo, vai notar diferença ao nível das suas poupanças. Procure empregos perto da sua zona de residência ou até mesmo trabalho remoto, para evitar gastos em grandes deslocações.

Estudar, estudar e estudar

Manter o foco nos estudos é das coisas mais importantes, pois a cada semestre acrescem os gastos e aumenta a pressão para ter um rendimento. Existem muitos casos de estudantes universitários que deixam o curso para segundo plano e não terminam no prazo estipulado.

Assim, deve tentar focar-se nos estudos e aproveitar os recursos que a faculdade oferece como mentorias ou aulas de apoio, mantendo-se em contacto com os professores. Aproveite a universidade para aprender e explorar coisas novas, seja academicamente ou profissionalmente.

Leia ainda: Universidade, e agora? Guia descomplicado de contas para pais e filhos

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.