O que vai fazer com o seu reembolso do IRS?

Vai receber reembolso de IRS? E já sabe o que vai fazer com esse dinheiro? Deixo-lhe três formas de pôr a trabalhar por si.

Infelizmente, sei que muitos milhares de portugueses que sempre receberam reembolso de IRS, este ano ou não receberam nada ou até têm de pagar. Isso explica-se com a alteração das tabelas de retenção na fonte, no ano passado. É mesmo assim. 

Mas os que receberam ou que vão receber, já planearam como vão usar esse reembolso? Estamos a falar de valores de centenas de euros ou até de milhares de euros. Vai deixá-los na conta à ordem, para os gastar na primeira oportunidade? Por favor, use esse dinheiro extra com inteligência. Não o desperdice.

Há dezenas de opções para usar essa verba para seu benefício, mas nesta crónica vou destacar três. Se aplicar uma delas, não se arrependerá.

Leia ainda: Já começou a aumentar o seu reembolso do IRS deste ano?

1. Pague as dívidas primeiro

Em primeiro lugar, use-o para pagar dívidas. Todas as que tiver: sobretudo as de cartões de crédito. Comece pelas que têm juros maiores, ou as que consegue liquidar na totalidade.

Matematicamente faz sentido liquidar ou amortizar (pagar antecipadamente parte da dívida) a que tem os juros mais altos mesmo que demore mais tempo, mas em termos emocionais é mais satisfatório poder dizer a si próprio que uma das dívidas (mesmo com juros mais baixos) já está despachada, já só falta a outra (ou outras). 

Para além do cartão de crédito, que é prioritário, avance imediatamente para o pagamento antecipado do seu crédito pessoal ou automóvel. Assim que acabar com esses créditos vai sentir uma liberdade inesperada. 

Leia ainda: Você está “financially fit”?

2. Crie um Fundo de Emergência

Em segundo lugar, crie ou reforce o seu Fundo de Emergência. Já sabe que tem de ter 6 meses a 1 ano de todas as suas despesas mensais cobertas por esse “pé-de-meia”. É absolutamente essencial que faça isto como segundo passo.

É esta rede que lhe vai permitir começar a planear o seu futuro financeiro. Não salte passos. Não comece a pensar em investir sem primeiro ter pelo menos 5 mil euros no banco numa conta à ordem, mesmo com rendimento nulo ou quase (tem uma conta num banco que rende 5% no primeiro ano e 2% no segundo).

Leia ainda: Não comece a investir sem ter um Fundo de Emergência

3. Faça um PPR

Em terceiro lugar, se já está protegido de imprevistos invista esse dinheiro no seu futuro. Uma boa opção pode ser iniciar um PPR (fundo) ou um ETF. Vai ter de se preparar para ver o seu dinheiro oscilar e tanto estar negativo como positivo.

Claro que a ideia é que a médio/longo prazo (5 anos ou mais) o seu dinheiro cresça. É o que tem acontecido historicamente. Só saberá se vai ganhar dinheiro se um dia decidir começar a investir. Comece com pouco e depois de ganhar confiança e perceber como funciona decide se reforça os seus investimentos ou não. 

Estas são apenas três sugestões de como pode usar o seu reembolso do IRS. Muitas pessoas ficam com o dinheiro na conta à ordem e acabam por o ver desaparecer sem perceberem em quê.

Não deixe que isso aconteça consigo. Dê um nome a cada euro que recebe na sua conta. Saiba o que pretende com todo o seu dinheiro e ponha-o a trabalhar para si, para a sua segurança e a da sua família. 

Se já fez isto tudo (ou não) e apetece-lhe gastar esse dinheiro, força! É seu. Pode fazer o que quiser com ele.  Mas pense, pelo menos alguns segundos, nestas alternativas. O seu eu do futuro vai agradecer-lhe

Leia ainda: Devo fazer um PPR?

Pedro Andersson nasceu em 1973 e apaixonou-se pelo jornalismo ainda adolescente, na Rádio Clube da Covilhã. Licenciou-se em Comunicação Social, na Universidade da Beira Interior, e começou a carreira profissional na TSF. Em 2000, foi convidado para ser um dos jornalistas fundadores da SIC Notícias. Atualmente, continua na SIC, como jornalista coordenador, e é responsável desde 2011 pela rubrica "Contas-Poupança", dedicada às finanças pessoais. Tenta levar a realidade do dia a dia para as reportagens que realiza.

Partilhe este artigo
Artigos Relacionados
Ver todos
Tem dúvidas sobre o assunto deste artigo?

No Fórum Finanças Pessoais irá encontrar uma grande comunidade que discute temas ligados à Poupança e Investimentos.
Visite o fórum e coloque a sua questão. A sua pergunta pode ajudar outras pessoas.

Ir para o Fórum Finanças Pessoais
Deixe o seu comentário

Indique o seu nome

Insira um e-mail válido

Fique a par das novidades

Receba uma seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser para receber a seleção de artigos que escolhemos para si.

Ative as notificações do browser
Obrigado pela subscrição

Queremos ajudá-lo a gerir melhor a saúde da sua carteira.

Não fique de fora

Esta seleção de artigos vai ajudá-lo a gerir melhor a sua saúde financeira.